Minha conta
    Pulp Fiction: Johnny Depp perdeu papel no filme por causa do próprio Tarantino
    8 de dez. de 2022 às 16:50
    Lucas Leone
    Lucas Leone
    -Redator
    Lucas só continua nesta dimensão porque Hogwarts ainda não aceita alunos brasileiros. Ele até tentou ir para Westeros ou o Condado, mas perdeu a hora do Expresso do Oriente. Hoje, pode ser visto escrevendo no Central Perk mais próximo.

    Bem antes de começar as gravações, diretor preparou uma lista com atores que gostaria de ter no projeto, mas um executivo do estúdio lhe fez um pedido urgente.

    Quentin Tarantino ainda está hablando. Muito. O tempo todo. Sua mais recente declaração controversa foi em um podcast da YMH Studios, no qual relembrou, entre outros assuntos, a escolha do elenco para Pulp Fiction - Tempo de Violência. Foi esse longa-metragem que o colocou definitivamente no mapa em 1994 e que lhe rendeu o Oscar de Melhor Roteiro Original, além de uma indicação a Melhor Direção.

    Bem antes de iniciar as filmagens, o cineasta havia preparado uma relação de atores e atrizes que gostaria de ter no projeto. Tarantino obviamente não sabia que os talentos que ele tinha em mente aceitariam participar do filme, mas ele não parecia nada disposto a atender ao pedido urgente de um executivo do estúdio, que queria Johnny Depp escalado.

    Quentin Tarantino revela trauma com Bambi e critica filmes da Marvel: "Não estou procurando emprego"

    Para o papel do ladrão Pumpkin/Ringo, Tarantino pretendia convidar Tim Roth, com quem tinha trabalhado em Cães de Aluguel (1992). “Você acha que ter Johnny Depp interpretando Pumpkin na cena de abertura e na cena final vai influenciar tanto a bilheteria?”, o diretor perguntou ao então presidente da produtora Columbia TriStar, Mike Medavoy.

    De fato, o chefão admitiu que o nome de Depp em uma participação tão pequena não acrescentaria muito no quesito arrecadação, mas que “se sentiria melhor se ele aparecesse no elenco”. Por sua vez, Tarantino já tinha pensado em um substituto caso Roth recusasse a oferta: Christian Slater. E se ele também não estivesse interessado ou não estivesse disponível, a decisão acabaria sendo do executivo.

    Miramax Films
    Tim Roth como Pumpkin/Ringo em cena de Pulp Fiction.

    "Eu não tinha certeza de quem eu queria ver desempenhando qual papel, então escrevi uma lista gigante com uma tonelada de nomes. Eu queria todos eles pré-aprovados, é claro, e não tinha certeza se isso iria acontecer, se eu gostaria de trabalhar com a pessoa ou se ela faria um bom trabalho. Ainda assim, eu queria que eles fossem aprovados”, contou Tarantino no podcast.

    No fim, o cineasta conseguiu os atores que tanto desejava – entre eles Roth. Quanto a Depp, ele também estava no radar de Tarantino para o papel do traficante Lance. Sua primeira opção era John Cusack, mas, como este último não pôde embarcar no projeto, a vaga ficou com Eric Stoltz, o segundo voto de Tarantino.

    Tarantino responde qual filme gostaria de ter dirigido – e sua escolha tem relação com Jogos Vorazes

    Vale ressaltar que, além de Depp, outros dois astros de Hollywood foram cotados para encarnar Pumpkin/Ringo: Nicolas Cage e Gary Oldman. Já imaginou se um deles tivesse se juntado a Uma Thurman, John Travolta, Samuel L. Jackson e Bruce Willis?

    Em todo caso, Pulp Fiction - Tempo de Violência virou um clássico da sétima arte e pode ser encontrado no catálogo do Globoplay.

    Pulp Fiction - Tempo de Violência
    Pulp Fiction - Tempo de Violência
    Data de lançamento 18 de fevereiro de 1995 | 2h 29min
    Criador(es): Quentin Tarantino
    Com John Travolta, Samuel L. Jackson, Uma Thurman
    Usuários
    4,6
    Assista agora

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top