Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Cine Ceará 2018: Che, Memórias de um Ano Secreto apresenta materiais inéditos sobre o líder comunista
    Por Bruno Carmelo — 9 de ago. de 2018 às 11:50
    facebook Tweet

    O documentário foi apresentado fora de competição.

    Na noite de 8 de agosto, o 28º Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de cinema apresentou, fora de competição, um filme da casa: o documentário Che, Memórias de um Ano Secreto, dirigido pela curadora e coordenadora do festival, Margarita Hernández, com produção de Wolney Oliveira, diretor do Cine Ceará. 

    O projeto de concentra no ano de 1965, quando Che Guevara partiu de Cuba em segredo, refugiando-se na África e depois na República Tcheca. Com grande diversidade de materiais, a diretora apresenta cada passo deste percurso, contando com depoimentos inéditos dos agentes do Serviço de Inteligência cubano e do biógrafo de Che.

    Leia a nossa crítica.


    Além deste longa, a mostra competitiva de curtas-metragens teve continuidade com alguns dos títulos mais fortes da seleção até então. O pernambucano Nova Iorque, de Léo Tabosa, se destacou imediatamente pela qualidade de sua produção. A direção de arte, de fotografia e de som trazem uma riqueza de encher os olhos.

    A narrativa apresenta a relação de proximidade entre uma professora (Hermila Guedes) e seu aluno órfão (Juan Calado), ambos pensando em sair do sertão onde vivem. As imagens são construídas em ritmo cuidadoso e contemplativo, enquanto a narrativa investe na bela simbologia de um gato que consola o garoto. Alguns elementos destoam negativamente - os diálogos explicativos escritos para a personagem de Marcélia Cartaxo, em particular - mas o resultado é uma obra de alto nível.


    O carioca O Vestido de Myrian, de Lucas H. Rossi, busca retratar a cumplicidade na vida de um casal idoso, cuja convivência levou a um silêncio afetuoso entre os dois. Aos poucos, a perspectiva da morte desponta como única possibilidade de abalar o quotidiano.

    O curta aposta aposta numa construção delicada, embora não consiga se aprofundar nos personagens, limitados a arquétipos. Os enquadramentos dentro da casa tampouco trazem grande variedade. De qualquer modo, revela sensibilidade ao lidar com configurações identitárias.


    O cearense A Canção de Alice, dirigido por Bárbara Cariry, resgata uma história real para contar as lembranças de uma mulher idosa. O drama se destaca pelas belas composições em branco e preto, além de uma atenção notável ao corpo das personagens.

    No entanto, as duas atrizes principais enfrentam dificuldade para tornar orgânicos os longos diálogos que dominam a narrativa. Consequentemente, o resultado perde dramaticidade e se enfraquece.


    O dia 9 de agosto terá a apresentação de dois longas-metragens em competição: o documentário brasileiro Anjos de Ipanema, de Conceição Senna, e o documentário colombiano Senhorita Maria, a Saia da Montanha, de Rubén Mendoza. Além disso, o ator Antônio Pitanga será homenageado no Cineteatro São Luiz.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Leopoldo Pereira
      Dei mais um láique
    • Carmmando Alves
      o gene o seu ditadorzinho não esta te fazendo calinho não é ??? este povo adola um ditador!!! devem sentir orgasmos ao velos fuzilando negros, índios e homossexuais deve ser dai que sai a expressão de gays encubados
    • Leopoldo Pereira
      Tá muito carente. Quer um láique?
    • Carmmando Alves
      o zenti o que fui mininu o seu ditadorzinho não esta lhe dando atenção hoje ?? ahhhh lembrei ele esta tentando fazer uma revolução na terra do capeta !
    • Leopoldo Pereira
      Pronto! Tá carente! KKKKKKKK
    • Carmmando Alves
      ClichÊs ? oooo zentiii se doeou pelo seu ditadorzinho é !!!!!!!é por que vão fazer um filminho sobre o seu ditadorzinho que diz que lutou pela liberdade e igualdade entre negros e índios que ele tanto odiou nem o defunto do fidelzinho que o diabo o tenha conseguiu mentir sobre o racismo e o Ódio aos homossexuais... será que eles irão relatar a verdadeira face dele ou vão continuar a mentir ? para que você possa continuar a sonhar em um dia não ir morar em Cuba.
    • Carmmando Alves
      já leu A guerra do Vietnã de Bernard.
    • Leopoldo Pereira
      Nossa! Foi você que digitou isso? KKKKKKKKKKPS. Traduza aí, pois não entendo relinchês KKKKKKKKK
    • Carmmando Alves
      O Grande gênio você tirou isso de onde que o índio americano queriam paz e sossego ? dos filmes de Hollywood ou de algum livro do qual vocês nunca leram ? houve sim uma guerra mas também houve índios que foram integralizados a sociedade como também aconteceu com os Índios Japoneses você sabia que os indígenas se originaram na Asia a mais de 40 mil anos ? e outra caso não saiba a Guerra do Vietnã não foi por que os EUA queriam tomar o poder eles responderam a um pedido de socorro contra uma intervenção do Vietnã comunista que recebia apoio da União Soviética para levar paz e amor a todos e livrar todos das maravilhas do Capitalismo.Coreia do Norte? o cara faz merda na Coreia do Norte e a Culpa é dos EUA ? cara em que planeta tu vive ? já estudou historia alguma vez na vida ?Vai culpar os embargos em Cuba e na Coreia do Norte aos EUA ? os EUA não mandam no mundo meu caro sai deste conto de fadas, os embargos é para empresas americanas e não para o resto do mundo kkkk isso nunca impediu da China ou da Russia comprarem produtos ou negociarem com outros países o problema é que o Socialismo não funciona mesmo... E ai o que achou de pagar por um porto que foi vendido para os EUA ??? kkkkkkkkkkkk
    • Leopoldo Pereira
      É sobre o Che Guevara, não sobre Netanyahu. Vá se informar melhor, americanófilo anencéfalo. Quer falar de genocídio? Pergunta a um americano onde fica a aldeia indígena mais próxima.PS. Ninguém vai fazer um filme de como os americanos exterminaram uma aldeia de 500 habitantes no Vietnã. Ou como os EUA despejaram mais de 600 mil toneladas sobre a Coreia do Norte?
    • Carmmando Alves
      vão mostrar a verdadeira historia deste genocida ou vão mostrar ele como um herói que não lutava por democracia ?
    Mostrar comentários
    Back to Top