Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Tim Maia, Boyhood - Da Infância à Juventude e O Melhor de Mim são as maiores estreias da semana
    Por João Vitor Figueira — 30 de out. de 2014 às 10:00
    facebook Tweet

    A animação nacional Até que a Sbornia nos Separe e o documentário Democracia em Preto e Branco completam o circuito de lançamentos nas salas de cinema do Brasil.

    Mais grave! Mais agudo! Mais eco! Mais retorno! Estreia hoje a cinebiografia Tim Maia, que narra a história do "Pai da Soul Music Brasileira". Róbson Nunes interpreta o cantor durante a juventude e Babu Santana durante a fase adulta. Sob a direção de Mauro Lima, o longa acompanha o difícil começo de carreira, a dificuldade para se consolidar como artista, a controversa passagem pelos Estados Unidos, o estrelato, a fase religiosa e demais glórias e polêmicas da vida do artista. O elenco conta com Alinne Moraes e Cauã Reymond.

    Festejado pela crítica como uma verdadeira obra-prima, chega ao circuito brasileiro o aguardado drama Boyhood - Da Infância à Juventude. Dirigido por Richard Linklater, premiado no Festival de Berlim por seu trabalho no filme, o longa acompanha o processo de amadurecimento de um menino durante 12 anos. O diferencial desta produção é que ela foi de fato rodada ao longo de mais de uma década apresentando a passagem do tempo da maneira mais verdadeira possível. Eleito pela redação do AdoroCinema como um dos favoritos entre os exibidos no último Festival do Rio, a obra traz Ethan Hawke e Patricia Arquette no elenco.

    Para interessados em filmes românticos, a principal opção é o longa O Melhor de Mim. Trata-se do nono filme baseado em um livro de Nicholas Sparks (Diário de uma Paixão, Querido John) a ser adaptado para os cinemas. Na trama, um casal de adolescentes não suporta a pressão contrária de suas famílias e se separa. Entretanto, duas décadas depois, o destino trata de reunir os dois (vividos na fase adulta por Michelle Monaghan e James Marsden) e os sentimentos antigos virão à tona novamente.

    Também estreia nesta quinta a animação nacional Até que a Sbornia nos Separe, de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr.. Eleito o melhor filme do Festival de Gramado de 2014 pelo júri popular, a história gira em torno do pequeno país de Sbornia, que sempre viveu isolado do restante do mundo. Um dia, a barreira que isolava a população do restante do mundo é derrubada e os residentes do então recluso país terão de se adaptar ou resistir aos novos vizinhos.

    O último destaque é o documentário Democracia em Preto e Branco, de Pedro Asbeg. A obra revisita o período da Democracia Corinthiana, quando jogadores de futebol como Sócrates e Casagrande decidiram se engajar na luta pela redemocratização no início da década de 1980, quando o país ainda estava sob o jugo do Regime Militar.

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailerscríticas e a opinião da imprensa:

    Tim Maia: Leia a opinião da imprensa.

    Boyhood - Da Infância à Juventude: "Naturalidade é a palavra chave no longa. E a beleza está justamente nas situações mais simples...Boyhood é mais que um filme. É uma experiência. Tem três horas de duração, mas se fossem seis não haveria o menor problema." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    O Melhor de Mim: "A experiência pode até ser satisfatória se você não esperar um filme original (ou se estiver de ressaca, dada a alta dosagem de glicose)." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Até que a Sbornia nos Separe: "...um filme divertido que chama bastante a atenção pela qualidade da animação, o bom uso dos efeitos 3D, o ritmo frenético da narrativa e, principalmente, a criatividade ao apresentar um universo tão rico e instigante." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

    Democracia em Preto e Branco: Leia a opinião da imprensa.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top