Meu AdoroCinema
A Casa Silenciosa
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
A Casa Silenciosa
Data de lançamento 24 de agosto de 2012 (1h 25min)
Direção:
Elenco: Elizabeth Olsen, Adam Trese, Eric Sheffer Stevens mais
Gêneros Suspense, Terror
Nacionalidades Eua, França
Ver o trailer
Assista online
Imprensa 2,4 13 críticas
Usuários 2,7118 notas e 22 críticas
Adorocinema 2,5

Sinopse e detalhes

A jovem Sarah (Elizabeth Olsen), seu pai John (Adam Trese) e seu tio Peter (Eric Sheffer Stevens) estão arrumando uma antiga da casa de campo da família, agora abandonada, no intuito de colocá-la à venda. Quando os dois homens entram em uma discussão, Peter resolve descansar e ir até a cidade, deixando Sarah e seu pai sozinhos na casa. Só que, aos poucos, fatos estranhos acontecem dentro da casa, deixando Sarah cada vez mais apavorada.
Título original Silent House
Distribuidor IMAGEM FILMES
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2011
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 2 curiosidades
Orçamento -
Remake de A Casa
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Sessões

Filmes Online

Assista online aos maiores sucessos dos cinemas, só aqui! Grátis para assinantes dos canais Telecine.
A casa silenciosa
Alta definição
Ver opções
  • Assista online
Veja todas as ofertas on demand

Críticas AdoroCinema

2,5 Regular
A Casa Silenciosa

Casas velhas fazem barulhos

por Francisco Russo
Produtores de Hollywood têm por hábito acompanhar os destaques da sétima arte rodados fora dos Estados Unidos, de olho em possibilidades de traduzir o material e realizar uma nova versão em língua inglesa. Reflexo da preguiça e da falta de criatividade, já que a preferência é em apostar em uma cópia ao invés de investir em algo original. É o caso do suspense A Casa Silenciosa, refilmagem do uruguaio A Casa, lançado há apenas dois anos. A fórmula do filme original é seguida à risca em sua versão americana: câmera na mão, por vezes tremida, explorando o medo pelo desconhecido a partir da perspectiva da protagonista Sarah (Elizabeth Olsen). Uma edição esperta e bem feita passa a impressão que todo o filme foi rodado em uma só tomada, o que não aconteceu. Na verdade sequências em torno de 10 minutos foram gravadas e cuidadosamente encaixadas na edição, de forma a transmitir ao espectador a s...
Ler a crítica
<strong>A Casa Silenciosa</strong> Trailer Legendado 2:31
33 650 visualizações
<strong>A Casa Silenciosa</strong> Trailer (2) Original 2:29
<strong>A Casa Silenciosa</strong> Trailer (3) Original 2:19

Elenco

Elizabeth Olsen
Elizabeth Olsen
Personagem : Sarah
Adam Trese
Adam Trese
Personagem : John
Eric Sheffer Stevens
Eric Sheffer Stevens
Personagem : Peter
Julia Taylor Ross
Julia Taylor Ross
Personagem : Sophia
Ficha completa

Críticas da imprensa

  • Chicago Sun-Times
  • Variety
  • The Guardian
  • O Globo
  • Cinema com Rapadura
  • Preview
  • The Hollywood Reporter
  • New York Times
  • Rubens Ewald
  • CineClick
  • Cinepop
  • Cineplayers
  • Cineweb
13 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

Kai F.
Crítica positiva mais útil

por Kai F., em 31/01/2015

3,5Bom

Não posso dizer muito sobre o remeke de A casa (2010). Porque não o assisti, mas pelo o que eu entendi do filme, é uma produção... Leia mais

João D.
Crítica negativa mais útil

por João D., em 25/12/2014

2,0Fraco

O Filme começa insosso, depois pega uma certa força, mas não passa disso, personagens, tirando a personagem principal; fracos... Leia mais

Todas as críticas de usuários
5% 1 crítica 14% 3 críticas 14% 3 críticas 45% 10 críticas 14% 3 críticas 9% 2 críticas
22 Críticas de usuários

Fotos

9 Fotos

Curiosidades das filmagens

Em tempo real

O filme foi rodado simulando um único take em tempo real. Na verdade, foram gravados segmentos de 10 minutos e, depois, editados para parecer um só.

Nova versão

Refilmagem do uruguaio A Casa (2010).

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • nannyBt

    Cópia descarada do uruguaio 'A Casa' (La Casa Muda).

  • Isadora G.

    Não é cópia, é remake :3

  • Paulo J.

    Eu fiquei interessado pelo trailer, mas depois que percebi que isso era "A Casa" na versão americana eu desisti. A versão original é péssima.

  • Ricelle R.

    Pra quem ainda não viu.. recomendo. (: Voce fica tenso do início ao fim, e acaba se assustando com besteirinhas. E o final... aaaahhhh o final, só vendo. *----*

  • Erica C.

    Uma merda, odiei esse filme sem graça! 

  • Joao D.

    Não tinha assistido o filme uruguaio ''La Casa Muda'', resolvi assistir esse remake...sinceramente história sem pé e sem cabeça e no final eles decidem correr com a história em 10 minutos. Resumindo, filme horrível com um final ridículo.

  • Andr?a H.

    Ruim demais!

  • Almir S.

    RUIM. Conseguiu ser pior que o original uruguaio, por ser remake, mudaram muita coisa do filme original, mas mudaram pra pior, muita coisa ficou sem sentido e explicação.

  • Elton L.

    porra sem sentido sem explicação, tem gente burra elevada ao ² ! a mina era vitima de pedofilia e por isso fico paranoica e sem lembrar das coisa. com personalidades variadas... provavelmente Sophia era uma personagem q o sádico pai dela criou quando a estrupava. achei ótimo e não É o que td mundo esperava: FILMINHO DE ESPIRITOS MATANDO BLABLABLA! o filme e um alerta  pra sociedade.

  • Elton L.

    NÃO ESQUECENDO DO TIO CONIVENTE(DEVIA MORRER TBM)... UMA DUPLA DE VERMES!

  • Senhor Ivan!

    Desde que,os pioneiros,A Bruxa de Blair e Rec,foram lançados,são inúmeros filmes que trazem essa ideia no roteiro.Ainda mais se falando do gênero terror.A Casa Silenciosa,tem bons aspectos pra parecer um filme bom.Um bom título,casa no meio do nada,fotografia escura...Mais o que aparece em cena,e estraga quase que tudo,são os constantes diálogos que irritam.Palavras bobas,diálogos infantis de quem está envolvido no elenco.Elizabeth Olsen,tenta migrar pra outro gênero,mais escolhe um dos piores filmes do ano para atuar.

  • Henrique Klein

    Um lixo, sem dúvidas. Quando você acha que nada pode piorar... Piora!. Um grande insulto à Sétima Arte, se é que isso pode ser considerado um filme.

Mostrar comentários