Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Lemony Snicket - Desventuras em Série
    Críticas dos usuários
    Críticas da imprensa
    Média
    4,3
    639 notas e 58 críticas
    distribuição de 58 críticas por nota
    24 críticas
    14 críticas
    14 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    3 críticas
    Você assistiu Lemony Snicket - Desventuras em Série ?
    willnygma
    willnygma

    Segui-los 28 seguidores Ler as 34 críticas deles

    Crítica da série
    3,5
    Enviada em 10 de fevereiro de 2019
    As 3 Temporadas do seriado #DesventurasEmSérie baseado no livro de Lemony Snicket (Daniel Handler) q conta como "uma série de eventos e infortúnios" destruiu a vida dos irmãos Baudelaire a começar pelos pais dos órfãos morrendo em um terrível incêndio, chegou ao fim. E para aqueles que esperavam finais felizes ou uma trama com um desenrolar bem animado caiu do cavalo, pois o autor deixa claro desde o início que é melhor ir ver outra coisa mais agradável q esta deplorável história de infortúnios e vilões sem coração. O seriado começou um pouco desesperado no início para ñ parecer com a brilhante versão cinematográfica e a mesma produção de Barry Sonnenfield (A Família Addams, Homens de Preto) q parecia q iria se perder no caminho ao fazer de tudo para tentar seguir o livro ao pé da letra numa tentativa forçada de agradar os fãs da série de 13 livros. Mas a primeira temporada apesar de conter grandes atores como Neil Patrick Harrys pra viver o famigerado vilão sem escrupulos e ator sem talento, um papel que foi antes de Jim Carrey (impossível ñ haver comparações) para interpretar o Conde Olaf, que nada mais é q um ator fracassado, tio e tutor mais próximo das crianças q ñ quer outra coisa q se apropriar da enorne fortuna dos Baldelaires. A primeira temporada, foi divertida mas bem infantilóide, mesmo com o clima sombrio, a fantástica direção de arte, fugurinos e principalmente as maquiagens ñ apenas no Conde Olaf e seus vários disfarces, mas em todo elenco de apoio e atores convidados. Na segunda temporada em diante, como o filme só havia adaptado resumidamente apenas os 3 primeiros livros, a equipe de roteiristas e mesmo a direção e os atores começaram a ficar mais a vontade para construir com maior clareza um mundo de personagens tão peculiares e caricaturais, q o seriado foi ficando mais envolvente e original, mesmo que piegas em diversos momentos, mas a medida q a história avança, somos incumbidos de acompanhar com maior credibilidade o seriado culminando em uma terceira temporada bem empolgante e mais sombria e divertida, provando q Neil Patrick Harris é un execelente ator, mesmo tendo de interpretar um péssimo ator. E esta era o maior dos problemas para convencer o público em uma produção do tipo, mas é tão bem elaborado que ñ tem como torcer para o Conde Olaf se dar bem, mesmo q isso vá contra todos os nossos princípios em ver 3 crianças sofrendo por perdas e frustrações no meio do caminho, já o senhor Paul criado por Timothy Spall (Sweeney Todd e saga Harry Potter) para o filme era muito mais verdadeiro que o da série, interpretado por um ator sem graça que fazia de tudo para arrancar risos do expectador (inutilmente) o tempo todo que perdurou em sua mesmice do início ao fim do seriado, ao contrário dos outros, como a Juiza Strauus, brilhantemente interpretada pela ótima Joan Cusack. Mas entre erros e acertos, #Netflix entrega um ótimo seriado de um mundo fantástico e infanto juvenil bem asqueroso e desagradável cheio de personagens mais desagradáveis ainda. Mas foi avisado desde o início em sua maravilhosa trilha de abertura e se vc esta acostumado com elfos e finais felizes "É Melhor Ñ Olhar".
    Ricardo M.
    Ricardo M.

    Segui-los 9185 seguidores Ler as 697 críticas deles

    Crítica da 2 temporada
    4,5
    Enviada em 15 de janeiro de 2019
    Violet (Malina Weissman), Klaus (Louis Hynes) e Sunny (Presley Smith) continuam a virtuosa e complicada saga em busca de descobertas sobre os ocorridos com seus pais ao mesmo tempo em que tentam fugir dos olhares pretensiosos do malvado conde Olaf (Neil Patrick Harris). O trio contará com a ajuda dos órfãos Quagmaire, além de algumas pessoas vinculadas à organização VFD, que estão plenamente interessadas em ajudá-los, graças ao respeito e prestígio conquistados pelos pais dos determinados órfãos. Assim como a primeira temporada, esta season 02 adota a proposta de utilizar um livro da saga literária para cada dois episódios, algo que jamais representa problema, uma vez que tudo é bem ajustado para que exista uma narrativa maior se desenrolando em segundo plano. Os irmãos Baudelaire foram deixados na escola Prufock para assim tentar fugir da constante perseguição do conde Olaf, algo que tampouco funciona, justamente pelos atributos teatrais capazes de enganar a todos por onde passa. Ao longo dos 10 episódios somos presenteados com um festival de humor negro em que nada é poupado, mesmo que muito fique implícito para absorção pelo público mais dedicado. A própria apresentação da história, que tem o quase sádico Lemony Snicket (Patrick Warburton) narrando em tom fúnebre diversos pontos, deixa a deliciosa sensação de que o "certinho" não tem lugar aqui, já que malfeitores espreitam a cada esquina e nem de longe pode-se confiar em qualquer um que aparece. A criatividade exaltada pela grande variedade de cenários, figurinos (que o diga Esmé Squalor), maquiagem e efeitos visuais, culminam em uma edição primorosa, versátil e que caminha com o mesmo grau de insanidade da história. Esta que, por sua vez, está amarrando cada vez mais os pontos para descobrir não só o que está diretamente envolvido na morte dos pais Baudelaire, mas um universo ainda mais delicado e conspiratório, trazendo à tona até mesmo pontos interessantes do passado de Olaf. Após o desfecho que abre espaço para a terceira e derradeira temporada, DESVENTURAS EM SÉRIE demonstra como a produtora de Barry Sonenfield dedicou-se de corpo e alma à criação deste conteúdo, mostrando não só respeito pela obra de origem, mas paixão pela 7ª arte. Divertido ao extremo.
    Ricardo M.
    Ricardo M.

    Segui-los 9185 seguidores Ler as 697 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    4,0
    Enviada em 15 de janeiro de 2019
    Ambientado em um universo (peculiarmente) politicamente incorreto, a série DESVENTURAS EM SÉRIE, produzida pela Netflix, capricha no visual, na história repleta de humor negro e numa edição que se empenha em colocar tudo no devido lugar para manter a diversão do espectador. O trio de órfãos, bem escolhidos, diga-se de passagem, estão bem alocados no universo oriundo de uma longa quantidade de livros escritos pelo americano Daniel Handler. O vilão Cond Olaf, que salta aos olhos pela ótima atuação de Neil Patrick Harris, permite que tenhamos certa afinidade por ele, já que sempre esperamos ansiosos para saber quais serão suas próximas artimanhas. A série é, de longe, um dos melhores produtos da americana Netflix. Embora tenha até o momento 8 episódios, ainda sim é capaz de manter o entretenimento na medida e ainda a expectativa pelas próximas duas temporadas que já foram confirmadas.
    Ricardo M.
    Ricardo M.

    Segui-los 9185 seguidores Ler as 697 críticas deles

    Crítica da 3 temporada
    4,5
    Enviada em 23 de janeiro de 2019
    Dando prosseguimento à infinidade de tramoias para dar fim à vida dos irmãos Baudalaire, o nefasto Conde Olaf (Neil Patrick Harris) parte em busca da decisiva ação que acabaria com os planos da agência secreta VFD, a única capaz de evitar que o maléfico vilão alcance, efetivamente, seus objetivos. Para tanto, Olaf tem a ajuda de pessoas do passado e que foram responsáveis por sua formação vil e pela total falta de prudência com atitudes e desejos. Caberá aos perspicazes irmãos Baudelaire a tarefa de escapar do malicioso vilão ao mesmo tempo que buscam informações cruciais sobre seus familiares. Para tristeza de muitos, a terceira é a última temporada desta divertidíssima série da Netflix. DESVENTURAS EM SÉRIE evolui em sua última temporada de maneira dramática e ainda mais sombria, mantendo os nada sutis toques nonsense que fazem do seriado ser algo tão peculiar. Muitas informações são devidamente realçadas sobre o passado dos personagens mais importantes, em especial do vilão Olaf, que aqui ganha espaço para justificar o porque ser tão vil, algo importantíssimo para a série. Há também maior destaque para o ótimo narrador Lemony Snicket (Patrick Warburton), que possui grande relação com a história e não meramente um voice-over; sem deixar de mencionar que até mesmo os capangas de Olaf recebem justificativas para "atuarem" ao lado do principal antagonista. Como é de se esperar o trio de irmãos compostos por Violet Baudelaire (Malina Weissman), Klaus Baudelaire (Louis Hynes) e Sunny Baudelaire (Presley Smith) estão incrivelmente à vontade em seus papéis, com devido destaque para a caçula, pois o fato de estar mais velha elevou seu carisma exponencialmente, pois agora ela mesma produz algumas falas que soam carismáticas e engraçadinhas de fato. Há um grandioso elenco ao longo dos sete episódios que ajudam a moldar a narrativa deste divertido seriado e fica até complicado relatar aqueles destacáveis, pois são tantos. Contando também com um design de produção fenomenal, repleto de cores em tons sombrios que só se alteram no derradeiro episódio, DESVENTURAS EM SÉRIE: 3ª TEMPORADA pode ser considerada um produto de entretenimento dentre os melhores ofertados pelo canal de streaming Netflix. Personagens carismáticos e bem interpretados, criatividade jorrando na telinha e uma conclusão com a excelência que se esperava de algo tão divertido. Look away, look away........
    c4rlc4st
    c4rlc4st

    Segui-los 544 seguidores Ler as 297 críticas deles

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 22 de janeiro de 2019
    Li a série de livros na minha adolescência e foi um prazer acompanhar novamente os três irmãos, dessa vez de uma perspectiva totalmente diferente. A Netflix está de parabéns pelo design de produção, cada episódio é um espetáculo, nível de produção hollywoodiana. O roteiro é bem adaptado para a tela, sendo fiel ao material fonte. Minha única crítica é que os Voice overs do Lemony Snicket não carrega o mesmo sarcasmo e a mesma melancolia da narração do livro. De restante, fotografia, atuações e a trilha sonora são perfeitas.
    Matheus G.
    Matheus G.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    Crítica da série
    2,0
    Enviada em 11 de junho de 2019
    Não consegui nem terminar a primeira temporada, a série é mega cansativa e repetitiva, fica parecendo um desenho no estilo Dora Aventureira onde o espectador é feito de bobo durante o show. A história não desenrola e você acaba ficando com raiva pela falta de progressão porque os efeitos e a fotografia são ótimos, um desperdício mesmo
    GUI Warren
    GUI Warren

    Segui-los Ler as 8 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 14 de dezembro de 2020
    FANTÁSTICA! Eu mesmo adorei. Cada episódio desperta sua curiosidade e te prendendo do começo ao fim. E que PRODUÇÃO, meus amigos ‘Plmds’, Uma mistura de sentimentos. SENSACIONAL! Muito cativante e curiosa. A Netflix acertou em cheio! Atuações atuações fantásticas, personagens e roteiros sensacionais, ‘Neil Patrick Harris’, dando show! Achei muito melhor que a do Jim Carrey, com certeza.
    Hell C
    Hell C

    Segui-los 1 seguidor Ler as 97 críticas deles

    Crítica da série
    4,0
    Enviada em 30 de junho de 2020
    Muito bom, nostálgico, lembrou da minha infância, em que eu assistia o filme, uma pena n ter o fime na Netflix.
    Um alien C
    Um alien C

    Segui-los 1 seguidor Ler as 18 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 24 de janeiro de 2019
    ULTIMAMENTE A NETFLIX SÓ TENHA FEITO SÉRIE RUIM MAS, ESSA SÉRIE É CATIVANTE LOGO NO PRIMEIRO EPISÓDIO. QUERIA PARABENIZAR NEIL PATRICK PELA PERFEITA ATUAÇÃO.
    PAPO d.
    PAPO d.

    Segui-los Ler as 16 críticas deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2019
    PARABÉNS NETFLIX POR FAZER UMA DAS MELHORES SÉRIES DO SEU CATÁLOGO! A SÉRIE TEM BOAS ATUAÇÕES, EXCELENTES EPISÓDIOS!
    Gustavo N.
    Gustavo N.

    Segui-los Ler as 9 críticas deles

    Crítica da 1 temporada
    4,0
    Enviada em 12 de janeiro de 2019
    Essa série tem um estilo Tim Burton (e se eu escutasse isso eu não assistiria) mas acho que vc deveria assistir além ter uma boa direção, tem ótimos excelentes episódios... PARABÉNS PARA A NETFLIX.
    Gustavo N.
    Gustavo N.

    Segui-los Ler as 9 críticas deles

    Crítica da 2 temporada
    4,5
    Enviada em 12 de janeiro de 2019
    essa temporada é menos esperançosa muito personagem morre (isso vc precisa ter em mente) e principalmente estar bem preparado para maratonar. se vc gostou da primeira temporada vai AMAR a segunda.
    Gustavo N.
    Gustavo N.

    Segui-los Ler as 9 críticas deles

    Crítica da 3 temporada
    5,0
    Enviada em 12 de janeiro de 2019
    essa terceira e última temporada é mais esperançosa do que a temporada anterior. É muito triste dizer que tem alguns episódios bobos sabe como: O Escorregador de Gelo e A Gruta Gorgonea (que são chatos).Mas temos ótimos episódios como: O penúltimo perigo e O Fim (que são os melhores episódios de todas as temporadas). Mas como nada são mil maravilhas tem uma coisa que me incomodou bastante foi... INFELIZMENTE VOU TER QUE DAR SPOILER: foi um diálogo nos últimos minutos do episódio final: -O que tem dentro do açucareiro? pergunta uns dos personagens -Açúcar responde Kit SÉRIO? AÇÚCAR EU PENSAVA QUE FOSSE OUTRA COISA MAIS... LEGAL. mas ok. fazer o que né? SPOILER ABAIXO ↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓↓ EU ADOREI QUANDO O LEMONY ENCONTRA A BEATRICE NO ÚLTIMO EPISÓDIO FOI DE ARREPIAR.
    Gustavo N.
    Gustavo N.

    Segui-los Ler as 9 críticas deles

    Crítica da série
    4,5
    Enviada em 12 de janeiro de 2019
    PARABÉNS NETFLIX POR FAZER UMA DAS MELHORES SÉRIES DO SEU CATÁLOGO! !!!. SE VC AINDA NÃO SABIA QUE ESSA SÉRIE EXISTIA POR FAVOR ASSISTA!! É MUITO BOA (é melhor não olhar! #EntendedoresEntenderao)
    Lourenço S.
    Lourenço S.

    Segui-los Ler a crítica deles

    Crítica da série
    5,0
    Enviada em 27 de maio de 2020
    Espetáculo de série! Os figurinos, a fotografia, as atuações exageradas e teatrais, os personagens, a história... Fenomenal! Uma das melhores séries já feitas!
    Back to Top