Minha conta
    Round 6: Se você gostou da série, precisa ver Alice in Borderland e pode até achar melhor; entenda
    18 de out. de 2021 às 13:51
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Já maratonou tudo e está com saudades de Round 6? A dica é conhecer Alice in Borderland, que também agradou fãs e está na Netflix.

    Com o recorde de série mais vista de todos os tempos na NetflixRound 6 conquistou o público com suas brincadeiras infantis mortais e, não à toa, já tem muita gente querendo saber sobre uma possível segunda temporada da produção coreana. Mas enquanto isso, não faltam atrações para os fãs que já maratonaram tudo e, se você gostou de Round 6, vai amar conhecer Alice in Borderland, também disponível no catálogo da Netflix.

    Alice in Borderland: Sobre o que é?

    Inspirada no mangá de mesmo nome, a série japonesa começa com três amigos peculiares, cada um à sua maneira, que fogem da polícia e se escondem em um banheiro. O problema é que, ao sair, eles percebem que toda a população da cidade desapareceu. À medida que o trio explora o local para tentar entender o que aconteceu, vão percebendo que a única forma de sobreviver é participar de uma série de jogos que, assim, como Round 6, testam as habilidades físicas, emocionais e intelectuais dos competidores.

    Ao longo de Alice in Borderland, os desafios vão ficando cada vez mais intensos e parece não haver escapatória: se algum participantes tentar sair da área do jogo, é executado com um laser cuja origem também é misteriosa. Há ainda uma camada emocional mais complexa, quando os três amigos se veem em situações de precisar fazer escolhas que podem prejudicar os outros.

    Enquanto tentam se virar, o mistério sobre quem está por trás do jogo e o que aconteceu com o resto da população também vai se desenrolando. É claro que não daremos spoilers de Alice in Borderland, mas só para ilustrar que tipo de desafio os personagens precisam enfrentar: no primeiro, o grupo, que conta também com pessoas desconhecidas, fica preso em uma sala com duas portas e precisa escolher qual seguir.

    Enquanto vão avançando, o tempo para tomar a decisão diminui e as salas são tinvadidas por gases tóxicos e explosões. O mais interessante é que como as escolhas são feitas em grupo, a espera pelo consenso também gera tensão e curiosidade em quem está assistindo. 

    Round 6 e Alice in Borderland: Semelhanças

    Além dos jogos, Round 6 e Alice in Borderland também trazem em comum uma característica que talvez seja mais instigante do que os próprios desafios, que é como os personagens vão reagir às situações e como a pressão afeta cada um deles. Além disso, as duas produções usam os jogos também como formas de críticas metafóricas à desigualdade econômica e social - no caso da série japonesa, alguns dos personagens até encontram uma vida melhor dentro deste novo mundo do que no anterior, por exemplo. 

    Nas redes sociais, chama a atenção a opinião de quem já viu as duas séries: Alice in Borderland é a favorita de muitas pessoas, que citam a profundidade emocional, ritmo da história, complexidade dos desafios e o mistério que corre ao fundo como características melhor trabalhadas na produção japonesa. Confira:

    Alice in Borderland
    Alice in Borderland
    Data de lançamento 10 de dezembro de 2020 | min
    Séries : Alice in Borderland
    Com Kento Yamazaki, Tao Tsuchiya
    Usuários
    4,1
    Streaming

    Mais uma vez, o AdoroCinema chegou ao top 3 do Prêmio iBest, a mais importante premiação da internet. Estamos concorrendo à melhor iniciativa digital na categoria Cinema, TV e Streaming e gostaríamos de contar com o seu voto. Clique aqui para votar na gente!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top