Minha conta
    Por que Sarah Paulson foi acusada de gordofobia? Entenda a polêmica por trás de Impeachment: American Crime Story
    27 de ago. de 2021 às 00:30
    Lucas Leone
    Lucas Leone
    -Redator
    Lucas só continua nesta dimensão porque Hogwarts ainda não aceita alunos brasileiros. Ele até tentou ir para Westeros ou o Condado, mas perdeu a hora do Expresso do Oriente. Hoje, pode ser visto escrevendo no Central Perk mais próximo.

    Conhecida por seu trabalho na também antológica American Horror Story, atriz passou por grande transformação para viver Linda Tripp na nova série de Ryan Murphy.

    Com estreia marcada para 7 de setembro nos EUA, a 3ª temporada de American Crime Story vai abordar o escândalo sexual do ex-presidente americano Bill Clinton e com a então estagiária da Casa Branca Monica Lewinsky. Produzida por Ryan Murphy, a nova leva de episódios da antologia promete trazer para o centro da história as visões de diferentes mulheres envolvidas no caso, que levou a um pedido de impeachment entre 1998 e 1999.

    Além de Lewinsky, as tais figuras femininas incluem Linda Tripp, ex-secretária do Pentágono que tornou o affair público, e Paula Jones, ex-funcionária civil do estado de Arkansas que moveu o processo por assédio sexual contra Clinton. A primeira vai ser interpretada por Beanie Feldstein; a segunda, por Sarah Paulson; e a terceira, por Annaleigh Ashford. Ao trio ainda se junta Edie Falco, que vai dar vida a Hillary Clinton.

    7 filmes e séries para entender as eleições americanas

    Mas, desde que o trailer da série foi divulgado, um detalhe vem chamando a atenção do público e causando polêmica nas redes sociais: a aparência de Paulson, que está praticamente irreconhecível como Tripp. Em recente entrevista ao Los Angeles Times, a atriz de American Horror Story contou que sua caracterização demorava três horas, durante as quais era equipada com próteses dentárias e de nariz, bem como com uma peruca loira e armada no estilo anos 90. Apesar de ter ganhado cerca de 13 kg, Paulson precisou usar um enchimento que pesava mais de 2 kg para se aproximar do corpo da verdadeira Tripp.

    Esta última informação gerou um debate acalorado sobre gordofobia, e Paulson foi acusada de tirar a chance de uma atriz plus-size assumir um papel com o qual se identificasse e para o qual não precisasse se transformar completamente. Mais uma vez, a escalação de uma pessoa que atende a todos os padrões estéticos escancarou a falta de representatividade na indústria do entretenimento.

    Novo estudo comprova que representatividade de minorias em Hollywood ficou praticamente estagnada nos últimos dez anos

    Para o Los Angeles Times, Paulson afirmou que as discussões acerca da gordofobia no meio artístico são legítimas e muito relevantes. “Mas não acho que toda essa responsabilidade recai sobre o ator por escolher fazer algo que é indiscutivelmente – e estou falando de dentro para fora – o maior desafio de sua vida", argumentou. Segundo ela, é bastante limitante considerar que a única vantagem que uma atriz poderia oferecer ao personagem de Linda Tripp é seu físico.

    “Eu gostaria de acreditar que há algo em meu ser que me faz estar certa em desempenhar esse papel", declarou. “A magia dos departamentos de cabelo e maquiagem, do figurino e da fotografia, faz parte do cinema desde a sua invenção. Eu deveria dizer não? Esta é a questão.”

    Em sua conta oficial do Twitter, a jornalista Kristin Chirico mostrou seu descontentamento com o fato de Paulson encarnar Tripp. “Poderia ter sido uma atriz gorda. Esse poderia ter sido seu papel de maior destaque. Isso poderia ter lhe rendido uma indicação ao Globo de Ouro ou ao Emmy. Isso poderia ter ajudado a pagar empréstimos estudantis ou sua primeira casa", escreveu. “Em vez disso, é Sarah Paulson em um terno gordo.”

    Detentora de um Globo de Ouro e de um Emmy por sua performance em The People v. O.J. Simpson: American Crime Story, a atriz disse ao Los Angeles Times que se arrepende de não ter pensado mais antes de aceitar o papel. “Sei que é um lugar privilegiado para sentar e refletir sobre isso, já tendo conseguido fazê-lo e tendo tido uma oportunidade que outra pessoa não teve. Você só pode aprender o que aprende quando aprende. Eu deveria saber? Absolutamente. Mas agora eu sei. E eu não faria a mesma escolha no futuro.”

    Emmy 2021: O Gambito da Rainha e WandaVision dominam os indicados; confira a lista completa

    Impeachment: American Crime Story chega ao canal pago FX em 7 de setembro, mas sua estreia no Brasil segue indefinida. A série ainda tem no elenco nomes como Clive Owen (na pele de Bill Clinton), Cobie Smulders, Margo Martindale e Billy Eichner. Monica Lewinsky participa como produtora, ao lado de Sarah Paulson.

    American Crime Story
    American Crime Story
    Data de lançamento 2 de fevereiro de 2016 | 42min
    Séries : American Crime Story
    Com Darren Criss, Annaleigh Ashford, Annaleigh Ashford, Isa Briones, June Carryl
    Usuários
    4,4
    Streaming
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top