Minha conta
    Mel Lisboa explica como foi interpretar Rita Lee na série Elis - Viver é Melhor que Sonhar (Entrevista Exclusiva)
    Por Vitória Pratini — 5 de jan de 2019 às 08:21

    Atriz se junta a Andreia Horta e Lúcio Mauro Filho em versão do premiado filme para a televisão.

    A história de Elis Regina vai ganhar as telinhas. O premiado filme estrelado por Andreia Horta foi dividido em quatro partes e recebeu uma leva de novas cenas para a minissérie que estreia na TV brasileira na próxima quarta-feira, dia 8 de janeiro.

    Três anos após Elis chegar aos cinemas, o diretor Hugo Prata traz novamente a cantora à vida no docudrama Elis – Viver é Melhor que Sonhar. Não bastava fatiar o filme, era preciso trazer novos conteúdos. Assim, a minissérie traz material documental, mostrando o que estava acontecendo no Brasil e no mundo no momento em que Elis chegava de Porto Alegre, além de uma uma entrevista fictícia com Elis, a última antes de sua morte, com declarações reais da cantora.

    Para expandir a trama, a série acrescenta outras cenas inéditas, desta vez com a participação de outros personagens icônicos da história brasileira — entre eles, Rita Lee (Mel Lisboa), Tom Jobim (Sérgio Guizé) e Vinícius de Moraes (Thelmo Fernandes).

    Divulgação
    Sérgio Guizé como Tom Jobim e Thelmo Fernandes como Vinícius de Moraes.

    Rita Lee, conhecida por seus canções como "Lança Perfume" e "Ovelha Negra", é vivida por Mel Lisboa. A atriz já havia interpretado a cantora no teatro e contou com exclusividade ao AdoroCinema como foi voltar a viver a Rainha do Rock Brasileiro.

    "Foi um reviver, porém de uma forma completamente diferente", disse Mel Lisboa. "É uma experiência muito interessante de como você faz a mesma personagem em veículos completamente diferentes. É como se fossem duas Ritas, porém, sendo a mesma", comentou, lembrando ter interpretado a cantora por três anos nos palcos. "Acho que foi a personagem que eu fiz por mais tempo. Tão forte, tão icônica e tão maravilhosa", disse, exaltando a identificação que ela e o público criaram com a cantora. "Para mim, é um privilégio interpretá-la."

    Mel Lisboa recebeu um convite diretamente do diretor Hugo Prata, quando os dois trabalhavam na série ainda inédita da Netflix, Coisa Mais Linda. "Fiquei muito feliz quando o Hugo me chamou. Eu nem acreditei quando ele falou 'sabia que Elis vai virar uma série? A gente vai colocar a cena da Rita e eu queria que você a interpretasse'", contou Lisboa, relembrando ter dado gritinhos de alegria."

    Divulgação
    Mel Lisboa como Rita Lee.

    A atriz ainda exaltou o primeiro encontro com Andreia Horta, ambas caracterizadas de Elis e Rita. A protagonista havia revelado, em coletiva de imprensa que contou com a presença do AdoroCinema, como foi essa reunião. "No dia da filmagem com a Mel, eu estava escovando os dentes e ela entrou, pronta, com lente azul, cabelo pronto", comentou Andreia Horta. "Meu coração acelerou, eu encostei na parede, comecei a chorar. Que coisa louca, ela era a Rita Lee."

    A cena entre as duas retrata o momento em que Rita Lee tinha sido presa em 1976 e foi visitada por Elis Regina, que não a conhecia, mas fez questão de demonstrar apoio à colega cantora.

    "Espero que as pessoas gostem, porque é uma Rita que eles não estão acostumados a ver", apontou Mel Lisboa sobre como o público pode receber as novas cenas de Elis. "Não é aquela Rita solar, do palco, brincalhona, aquela coisa que ela tem descontraída. É uma Rita que está morrendo de medo, que está grávida, presa, com dor, que está apavorada", disse.

    A atriz ainda comentou sobre a história ganhar um público maior através da televisão. "Vai alcançar muito mais gente. O teatro é muito restrito. É da natureza do teatro ser presencial, de só assistirem as pessoas que estão ali naquela noite, então é para pouca gente mesmo. Não é como a TV, que é um veículo de massa. Acho bacana poder mostrar isso para muita gente".

    Divulgação
    Andreia Horta como Elis em nova cena da minissérie.

    Outro ator que está ansioso para a recepção do público pela televisão é Lúcio Mauro Filho, que interpretou seu amigo, o saudoso Luís Carlos Miele. Apesar de não ter gravado novas cenas para o docudrama, segundo o ator, algumas de suas sequências para o filme foram deixadas de fora da versão final. Então veremos novidades envolvendo a interpretação do Lúcio como Miele.

    Lúcio Mauro Filho foi só elogios ao diretor Hugo Prata e à protagonista do filme. "[Minha experiência] foi desfrutar o profissionalismo do set, do Hugo dirigindo, muito generoso e tentar me concentrar para não me derreter pela Andreia, tamanha força que ela chegava em cena", relembrou.

    Divulgação

    "Eu fiquei assim, 'meu Deus, o que está acontecendo, eu estou vivendo aqui um momento histórico'. Mesmo sem ver o filme editado, eu sabia que aquilo ia ser um grande sucesso", comentou. "Se nós tivéssemos uma Elis fantástica, tudo viria a reboque, porque as pessoas iam querer dar o melhor de si para poder chegar um pouquinho perto [da atuação dela]. E foi essa a minha premissa. Fazer jus à Andreia Horta", exaltou o ator.

    Poderemos ver um pouquinho mais da bela atuação da atriz a partir do dia 8 de janeiro, quando Elis – Viver é Melhor que Sonhar estrear na Rede Globo, após O Sétimo Guardião. Logo após a estreia de Elis, será exibido minissérie 10 Segundos para Vencer, que adapta a trama do filme homônimo estrelado por Daniel de Oliveira.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • FSociety
      Nossa essa Mel Lisboa ultimamente tá tão acabadinha que tá a cara da Rita Lee mesmo kkkkk
    Mostrar comentários
    Back to Top