Minha conta
    A Batalha final de Crepúsculo foi melhor do que a de Vingadores: Ultimato; entenda
    3 de nov. de 2021 às 13:10
    Caio Garritano
    Caio Garritano
    -Redator | Community Manager
    Redator e Community Manager do AdoroCinema. Especialista em filmes e séries de ficção, principalmente ligadas ao Universo Marvel e Harry Potter.

    De acordo com a revista Vulture, o final do filme protagonizado por Robert Pattinson e Kristen Stewart deveria ser mais valorizado.

    Vingadores: Ultimato bateu todos os recordes de bilheteria e encerrou a Saga do Infinito, construída ao longo de 11 anos pelo Marvel Studios através de mais de 20 filmes. Apesar de já termos dado início à Fase 4 da Marvel, com produções como WandaVision, Loki e Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, muito ainda se fala sobre os filmes em que os super-heróis derrotaram o Thanos (Josh Brolin). Até porque, é impossível esquecer de alguns momentos marcantes como as viagens no tempo, a despedida de alguns super-heróis tão amados, e claro, a icônica batalha final. Acontece que uma nova polêmica vem tomando conta das redes sociais: afinal, a a batalha de Crepúsculo é melhor do que a cena da Marvel?

    Crepúsculo: Qual é a ordem dos filmes da saga estrelada por Robert Pattinson, Kristen Stewart e Taylor Lautner?

    De acordo com a revista Vulture, sim! Para quem não lembra, ainda em Amanhecer - Parte 1, Edward Cullen (Robert Pattinson) acaba engravidando a Bella Swan (Kristen Stewart) e para salvar a vida de sua amada, ele se vê obrigado a transformá-la em vampira. Como resultado, eles têm um bebê meio-humano, meio-vampiro, que recebe o nome de Renesmée (Mackenzie Foy).  Acontece que ela cresce rápido demais e possui habilidades que colocam em xeque a sua sobrevivência, principalmente quando isso tudo é descoberto pelos Volturi, que estão decididos a matar esta pequena aberração. Todos os filmes da saga estao disponíveis no Amazon Prime Video.

    Ao longo de Amanhecer - Parte 2, os Cullens se prepararam para a chegada dos Volturi e, por isso, montam uma equipe para defendê-la, incluindo lobisomens e alguns novos vampiros que nunca vimos antes. E aí é que começa a polêmica, já que para a Vulture, " o que se segue é um banho de sangue de terror barroco, mais criativo e divertido do que qualquer coisa que a franquia Marvel tenha tentado em suas próprias batalhas contra chefões", escreveram os repórteres Rebecca Alter e Wolfgang Ruth. Mas afinal, o que isso significa? Querendo ou não, todos nós já sabíamos o que iria acontecer em Vingadores: Ultimato desde muito antes do seu lançamento. Claro que tivemos momentos surpreendentes, mas no conjunto da obra, mesmo aqueles que não são fãs dos quadrinhos, sabiam que o Thanos seria derrotado, que teríamos mortes chocantes e que todos aqueles acontecimentos teriam uma importância significativa para o futuro do Universo Cinematográfico da Marvel

    The Batman: Kristen Stewart vai interpretar o Coringa no novo filme de Robert Pattinson? A atriz falou sobre o assunto

    Já em Crepúsculo, também temos uma cena cheia de momentos de ação e mortes de partir o coração, só que no final acontece uma grande quebra de expectativas que é justamente o que chama a atenção dos repórteres da revista:  "E então acontece. A revelação. O prestígio. A câmera entra em uma tocha flamejante refletida nos olhos de Michael Sheen morto e, em seguida, corta para ele totalmente intacto, parado na neve ensanguentada. Acontece que toda essa batalha foi apenas uma parte da visão de Alice do que teria acontecido se Aro tivesse decidido prosseguir com sua missão de matar a criança vampira".

    A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2
    A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2
    Data de lançamento 15 de novembro de 2012 | 1h 55min
    Criador(es): Bill Condon
    Com Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Billy Burke, Peter Facinelli
    Imprensa
    2,4
    Usuários
    3,4
    Adorocinema
    3,0
    Assista agora

     De alguma forma, para eles, esse foi o final perfeito para tudo que foi construído ao longo dos 5 filmes da saga, "o conto épico que foi iniciado pelo amor de Bella e Edward significava tudo e nada. Como é verdade para todos os romances de adolescentes, as apostas pareciam perigosamente altas, mas tudo estava basicamente acontecendo na cabeça de alguém", completou a Vulture

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top