Minha conta
    James Bond de Sean Connery foi um estuprador? Diretor do último filme faz revelação chocante sobre o assunto
    Por Kalel Adolfo — 26 de out. de 2021 às 17:48

    O diretor de 007 - Sem Tempo Para Morrer — último filme da franquia estrelado por Daniel Craig — fez comentários importantes sobre o James Bond de Sean Connery.

    Mais uma polêmica atingiu a franquia 007: após Daniel Craig fazer comentários polêmicos sobre a escalação de uma protagonista feminina, o diretor Cary Fukunaga — cineasta por trás de Sem Tempo Para Morrer — afirmou que Sean Connery, que estrelou outros capítulos da saga James Bond, é um estuprador. Na ocasião, ele se referia principalmente ao personagem desempenhado pelo astro de Hollywood. 

    Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Fukunaga citou dois filmes da franquia: Goldfinger (1964) e 007 Contra a Chantagem Atômica (1965), em que o Bond de Connery ataca e assedia personagens femininas.

    Um exemplo é a sequência final de Goldfinger que acontece entre Connery e Pussy Galore. Ela afasta o espião diversas vezes durante o longa, mas Bond insiste em ter relações com ela, sem se importar com o seu consentimento.

    007 - Sem Tempo para Morrer: Daniel Craig diz que a escolha do próximo James Bond não é problema seu
    Phoebe Waller-Bridge foi chamada para impedir cenas abusivas

    Sem Tempo Para Morrer começou a ser roteirizado no início de 2016, antes do movimento #MeToo. Foi o próprio Fukunaga quem pediu ao estúdio para contratar Phoebe Waller-Bridge (Fleabag) para revisar o roteiro escrito pela dupla Neal PurvisRobert Wade — que assinam todos os capítulos da franquia 007 desde O Mundo Não é o Bastante (1999). E ele fez isso por um bom motivo:

    “Você não pode mudar a personalidade de Bond por capricho, mas você pode definitivamente mudar o mundo ao seu redor e a maneira como ele se comporta dentro desse universo. É a história de um espião branco, mas você pode ter certeza de que as personagens femininas não são apenas enfeites”, disse o cineasta.

    Ao final, ele explicou que a produtora Barbara Broccoli também queria essa evolução. Tanto é que o retrato feminino em Sem Tempo Para Morrer é um grande avanço comparado a capítulos anteriores da saga. Um grande destaque fica para Lashana Lynch, uma atriz negra interpretando a nova agente 007. Esperamos ver mais escalações como essa no futuro da franquia.

    007: Daniel Craig revela que quebrou nariz de ator da Marvel durante as gravações
    007 - Sem Tempo Para Morrer: qual é a história do último filme de Daniel Craig na franquia?

    Em 007 - Sem Tempo Para Morrer, depois de sair do serviço ativo da MI6, James Bond (Daniel Craig) vive tranquilamente na Jamaica, mas como nem tudo dura pouco, a vida do espião 007 é agitada mais uma vez. Felix Leiter (Jeffrey Wright) é um velho amigo da CIA que procura o inglês para um pequeno favor de ajudá-lo em uma missão secreta. O que era pra ser apenas uma missão de resgate de um grupo de cientistas acaba sendo mais traiçoeira do que o esperado, levando o agente inglês 007 ao misterioso vilão, Safin (Rami Malek), que utiliza de novas armas de tecnologia avançada e extremamente perigosa.

    007 - Sem Tempo Para Morrer
    007 - Sem Tempo Para Morrer
    2h 43min
    Criador(es): Cary Joji Fukunaga
    Com Daniel Craig, Rami Malek, Léa Seydoux, Lashana Lynch, Ralph Fiennes
    Adorocinema
    3,5
    Ver sessões
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top