Minha conta
    Scooby-Doo: Beijo gay entre Daphne e Velma foi cortado do live-action de 2002; entenda
    Por Kalel Adolfo — 19 de out. de 2021 às 21:21

    Roteirizado por James Gunn — diretor de Guardiões da Galáxia e O Esquadrão Suicida — o live-action de Scooby-Doo também traria piadas e linguagem sexual.

    O live-action de Scooby-Doo é uma das produções nostálgicas mais amadas pelo público. Contudo, o projeto teve várias cenas deletadas — incluindo uma belíssima demonstração de afeto entre Daphne (Sarah Michelle Gellar) e Velma (Linda Cardellini), que culmina em um beijo. Porém, o estúdio acabou deletando o momento do longa.

    Apesar disso não ser novidade, o assunto acabou voltando à tona graças a um vídeo viral da usuária do TikTok @madisunflower3. A informação já havia sido confirmada anteriormente pelo próprio James Gunn — cineasta de O Esquadrão Suicida — que roteirizou o filme.

    Scooby-Doo
    Scooby-Doo
    1h 27min
    Criador(es): Raja Gosnell
    Com Matthew Lillard, Freddie Prinze Jr., Sarah Michelle Gellar, Linda Cardellini, Rowan Atkinson
    Usuários
    3,8
    Por que o estúdio deletou a cena?

    De acordo com a usuária do TikTok, o estúdio possuía uma visão conservadora e quis deixar o projeto “adequado para famílias”. Logo em seguida, ela detalhou a sequência que antecede o beijo entre as duas personagens: “Velma começa a cantar o clássico ‘Can’t Take My Eyes Off You’ e dança sensualmente ao ver Daphne entrar num salão”, explicou.

    Scooby-Doo: O que aconteceu com o elenco do filme?
    Velma também apareceria dançando de biquini

    Em outro momento deletado, Velma dançava de biquíni dentro de um vestiário. Aparentemente, os produtores acreditaram que a cena seria “ousada” demais para o público infanto-juvenil.

    James Gunn confirmou o beijo entre Daphne e Velma

    Através do Twitter, James Gunn explicou que o estúdio realizou uma exibição de teste de Scooby-Doo. Após a sessão, alguns pais ficaram revoltados, afirmando que a experiência era inadequada para as crianças. Por isso, o projeto passou por inúmeras reedições.

    “Removemos linguagem, piadas e situações sexuais, incluindo um beijo entre Daphne e Velma. O decote foi coberto por CGI”, escreveu nas redes sociais. O diretor também revelou que não concordou com a censura na época, culpando o conservadorismo pelo fracasso da continuação do live-action: “Muitos adolescentes vieram para o primeiro filme e não conseguiram o que queriam, não voltando para a sequência dele”, finalizou.

    James Gunn explica como Scooby-Doo mudou a sua vida para sempre
    Qual é a história do live-action de Scooby-Doo

    Após a Mistério S/A — formada por Fred (Freddie Prinze Jr.), Daphne (Sarah Michelle Gellar), Velma (Linda Cardellini), Salsicha (Matthew Lillard) e Scooby-Doo — resolver um caso em uma fábrica de brinquedos o grupo se desfaz, pois alguns dos membros não suportavam ver Fred creditando sempre para si os feitos mais difíceis.

    Eles ficam sem se ver por dois anos, até Emile Mondavarious (Rowan Atkinson), o dono de um parque temático chamado "A Ilha do Espanto", contratar cada um deles para resolver um mistério envolvendo o parque.

    Porém nenhum deles sabia que cada um dos ex-parceiros também fora contratado, com o grupo se encontrando na hora do embarque e concordando em trabalhar juntos mais uma vez. Ao chegarem à Ilha do Espanto eles são recebidos por Mondavarious, que lhes diz acreditar que alguém jogou uma praga na ilha, pois os jovens chegam normais mas ao saírem são pessoas bem diferentes, muito mais sérios e agressivos. Daphne, Velma e Fred iniciam uma disputa particular para ver quem resolve o caso primeiro, sem imaginarem quem está por trás dos acontecimentos da Ilha do Espanto.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top