Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    7 filmes com práticas sexuais polêmicas que vão te deixar sem palavras
    Por Caio Garritano — 19 de abr. de 2021 às 16:00

    Crash - Estranhos Prazeres, De Olhos Bem Fechados, Desejo e Obsessão e outros longas com cenas bastante peculiares.

    Abordar relações sexuais no cinema nem sempre foi uma tarefa simples. Com o passar do tempo, Hollywood foi cada vez mais nos surpreendendo e hoje em dia, pode-se dizer que a sétima arte perdeu totalmente a timidez. Acontece que o cinema, às vezes, vai mais além e resolve se aventurar em práticas que não são nem um pouco comuns. 

    As 32 cenas de sexo mais marcantes do cinema

    Amaurofilia em De Olhos Bem Fechados

    De olhos bem fechados de Stanley Kubrick, explora os impulsos e obsessões sexuais do casal interpretado por Tom Cruise  e Nicole Kidman. Em uma de suas cenas mais marcantes, vemos uma orgia em que todos os personagens se escondem uns dos outros para instigar ainda mais o prazer. Esse tipo de prática é conhecida como amaurofilia, que é a excitação sexual provocada quando não se pode ver o seu parceiro.

    Simforofilia em Crash - Estranhos Prazeres

    Em Crash - Estranhos Prazeres, James Ballard (James Spader) se envolve em um terrível acidente automobilístico que acaba atingido outro carro no qual está um casal. O homem morre e a mulher fica bastante ferida, mas após o trauma e a raiva inicial ela acaba se tornado amante de James. Ao mesmo tempo, passam a frequentar um grupo que tem como fetiche a reconstituição de acidentes de carros, nos quais famosas pessoas morreram.

    No entanto, estas reconstituições são propositadamente feitas sem nenhuma norma de segurança, aumentando sensivelmente o risco para quem participa da simulação e criando um clima de grande excitação para a plateia. Esse tipo de prazer é conhecido como simforofilia, que se refere à excitação sexual causada quando se testemunha um incêndio ou um acidente de trânsito.

    10 Estrelas de Hollywood que se recusam a tirar a roupa nos filmes

    Sonofilia em Beleza Adormecida

    Lucy (Emily Browning) é uma jovem universitária que vive precisando de dinheiro. Para isso, divide o apartamento com outras duas pessoas e possui uma série de pequenos empregos. Através de um anúncio de jornal, entra em contato com uma inusitada agência, que a contrata para prestar um trabalho estranho chamado beleza adormecida. No centro da trama está a sonofilia, em que uma pessoa desejada não consente nem rejeita o contato físico, pois está dormindo e não pode ter nenhuma iniciativa. Já aquele que se excita com quem está dormindo, sente prazer não pelo atrativo sexual, mas pelo simples fato do outro estar dormindo. 

    Asfixiofilia em O Império dos Sentidos

    Inspirado em fatos reais, O Império dos Sentidos conta a história de Sada (Eiko Matsuda), uma ex-prostituta, que inicia um tórrido caso com Kichizo (Tatsuya Fuji), seu atual patrão. O que parecia uma diversão inconsequente logo transforma-se em uma intensa relação regida pela obsessão do prazer. Quando o filme foi lançado, ele causou um verdadeiro escândalo no Japão e foi proibido para menores de 16 anos na França. Entre as muitas cenas de sexo, a asfixiofilia vai ganhando destaque, que é quando uma pessoa sente prazer em diminuir a circulação de oxigênio do seu parceiro durante a relação sexual. 

    5 Filmes polêmicos que nunca mais sairão da sua cabeça

    Vorarefilia em Desejo e Obsessão

    Lançado em 2001, Desejo e Obsessão conta a história de Shane (Vincent Gallo) e June (Tricia Vessey), um casal que está em plena lua-de-mel em Paris. Shane é um homem atormentado por ter um grande apetite sexual e, por causa disto, decide procurar seu velho conhecido Léo Semeneau (Alex Descas), um médico com quem trabalhou em experiências sobre a libido humana. O Dr. Semeneau está atualmente à procura de Coré (Béatrice Dalle), sua esposa, que era mantida presa no quarto mas fugiu recentemente. Shane decide ajudá-lo e acaba encontrando-a, agachada sobre um rapaz ensanguentado e cheio de mordidas. Ao longo do filme, o espectador vai se deparar não só com canibalismo, mas também com vorarefilia, que é a excitação ao comer ou ter partes do corpo sendo comidas por outra pessoa.

    Acrotomofilia em Encaixotando Helena

    Nick Cavanaugh (Julian Sands), um famoso cirurgião, fica obcecado pela beleza de Helena (Sherilyn Fenn), uma prostituta. Ela o rejeita, mas mesmo assim ele tenta convencê-la que um necessita do outro. No entanto ela tem outros planos, mas acaba sendo vítima de um terrível acidente que a deixa nas mãos do médico, que tem então uma macabra ideia para não mais perdê-la. Em meio a essa tragédia, o espectador confere cenas de acrotomofilia, que é a preferência sexual por pessoas que tenham alguma parte de seus corpos amputada, pois a excitação é proporcionada justamente pela falta daquela parte.

    10 cenas polêmicas que foram deletadas dos filmes

    Coprofilia em Saló ou Os 120 dias em Sódoma

    Coprofilia é a excitação sexual causada pelo contato com as fezes de seu parceiro. Em Saló ou Os 120 dias de Sódoma, o diretor Pier Paolo Pasolini aborda exatamente essa prática ao conta a história de 16 jovens que são aprisionados por quatro fascistas na cidade de Saló ocupada por nazistas, no norte da Itália. Lá, eles cometem todo tipo de experiências com os jovens, que passam a ser usados como uma fonte de prazer sexual, masoquismo e morte.

     
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top