Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Obsessiva na Netflix: Confira outras vezes que Beyoncé se arriscou no cinema
    Por Kalel Adolfo — 8 de mar. de 2021 às 22:32
    facebook Tweet

    Apesar das maiores forças de Beyoncé estarem na música, a cantora já se arriscou — e acertou — em alguns papéis cinematográficos.

    Apesar de ter sido lançado há mais de dez anos, Obsessiva voltou a fazer bastante sucesso no catálogo da Netflix. A produção é estrelada por ninguém menos que Beyoncé, que interpreta Sharon no filme. Sim, a cantora é apenas uma das muitas estrelas pop que tentam conquistar a indústria cinematográfica. Mesmo assim, ela conseguiu prosperar em vários projetos. 

    Um deles foi Cadillac Records, onde interpretou Etta James. Na ocasião, Beyoncé realmente brilhou através de uma performance autêntica e vulnerável. Claro, a artista errou feio em algumas escolhas, falhando em mostrar versatilidade. Mas a gente passa um pano para a nossa eterna Queen B

    Por isso, nós separamos alguns dos melhores — e mais inusitados — trabalhos da cantora no cinema. Preparados? Então dá uma conferida:

    Obsessiva

    Em Obsessiva, Beyoncé interpreta Sharon, esposa de Derek (Idris Elba). Na trama, ela precisa proteger o marido de sua nova secretária, que fica obcecada e tenta seduzi-lo a qualquer custo. Quando não consegue o que quer, começa a ameaçar a vida do casal. Na época, a produção não foi nada bem recebida. Mesmo assim, o barraco entre Beyoncé e Ali Larter no final do filme continua sendo icônico.

    Nasce Uma Estrela quase foi protagonizado por Beyoncé

    Carmen - Uma Ópera Pop

    Carmen - Uma Ópera Pop foi um fiasco de bilheteria e crítica. Mesmo assim, Beyoncé entregou carisma ao interpretar uma aspirante a atriz que se apaixona por um policial casado. Infelizmente, a personagem acaba encontrando um final trágico na obra dirigida por Robert Townsend.

    Top 10: Os finais mais cruéis (inesperados e chocantes) do cinema

    A Pantera Cor de Rosa

    A refilmagem de A Pantera Cor de Rosa (2006) trouxe Beyoncé novamente ao mundo do cinema. Aqui, ela vive a cantora pop Xania, namorada de Yves Gluant. Na época, a estrela foi criticada por mostrar pouca versatilidade na sétima arte, já que estava sempre interpretando artistas.

    Inclusive, Beyoncé aproveitou a participação no longa para promover o seu single “Check on It”, que ganhou um videoclipe e fez parte da trilha sonora da produção. Espertinha, né? Infelizmente, a decisão diminuiu ainda mais a sua credibilidade como atriz na época.

    Refilmagens - As 10 melhores e piores dos últimos tempos

    Cadillac Records

    Se A Pantera Cor de Rosa fez o mundo do cinema revirar os olhos para Beyoncé, Cadillac Records fez a cantora reconquistar o respeito do público cinéfilo. Ao viver Etta James, a cantora explorou um lado mais dramático e denso, que ainda era desconhecido pelos seus fãs.

    Além de entregar uma performance carregada de seriedade, Beyoncé também compôs e produziu duas canções para o longa. Uma delas chegou a ser indicada ao Globo de Ouro. Nada mal, né?

    Dreamgirls

    Sim, Beyoncé interpretou uma cantora novamente em Dreamgirls. Porém, o resultado acabou agradando grande parte do público. A história é inspirada em Diana Ross e seu grupo musical The Supremes.

    Na história, Knowles vive Deena, cantora principal de um grupo composto por outras duas mulheres. Ela se destaca tanto, que encontra sucesso como artista solo e acaba casando com o executivo de uma grande gravadora.

    Porém, fora das telonas, quem realmente roubou a cena foi Jennifer Hudson, que deu vida à personagem Effie White. Tamanha aclamação acabou rendendo um Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante para a estrela. 

    5 atores que provaram no cinema que sabem cantar

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top