Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Rogue One no Cinema Especial: Chefe de efeitos visuais não gostou dos novos filmes de Star Wars
    Por Nathalia Jesus — 17 de jun. de 2020 às 16:00
    facebook Tweet

    A antologia Rogue One foi um dos primeiros filmes da franquia Star Wars a ser lançado após a Disney comprar a produtora LucasFilm.

    Rogue One: Uma História Star Wars é o filme escolhido de hoje (17) no Cinema Especial, na Rede Globo. A antologia dirigida por Gareth Edwards gira em torno do ex-cientista Galen Erso, interpretado por Mads Mikkelsen, que vive em uma fazenda com sua esposa e filha Jyn (Felicity Jones). Sua existência pacífica desmorona quando o malvado Orson Krennic (Ben Mendelsohn) o leva para longe de sua família.

    Muitos anos depois, Galen se torna o principal engenheiro do Império para a arma mais poderosa da galáxia, a Estrela da Morte. Sabendo que seu pai possui a chave para sua destruição, Jyn une forças com um espião e outros combatentes da resistência para roubar os planos da estação espacial para a Aliança Rebelde.

    Rogue One é um dos primeiros filmes lançados pela LucasFilm após a Walt Disney Company ter comprado a produtora, em 2012. E apesar de ter expandido um universo de novas possibilidades para os novos filmes Star Wars, as ideias não agradaram um dos membros mais importantes dessa nova jornada: o chefe de efeitos visuais, John Knoll.

    Quem é John Knoll?

    O americano é um importante nome na indústria, principalmente pelo fato de ser o diretor criativo do estúdio Industrial Light & Magic, que já prestou serviços de planejamento visual em filmes como Esquadrão 6, Brincando com Fogo, O IrlandêsHomem-Aranha: Longe de Casa e Vingadores: Ultimato. John também é um dos criadores originais do programa de computador Adobe Photoshop e supervisor de efeitos visuais da prequela de Star Wars e das edições especiais na primeira trilogia da franquia.

    A princípio, Knoll ouviu falar de alguns dos conceitos iniciais dos novos filmes Star Wars e não ficou impressionado com nenhum deles. Então, ele começou a desenvolver suas ideias, refinando a história a seu gosto. As pessoas da ILM gostaram tanto que ele foi incentivado a mostrar o conceito para Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm. Ela adorou o projeto e o filme foi colocado em produção.

    Star Wars: Tudo sobre a saga


    O trabalho de John Knoll deu tão certo que até mesmo George Lucas, criador da trilogia original e ex-chefe da LucasFilm, amou o filme. Tanto que, após o elogio, o diretor Gareth Edwards postou em seu Twitter: "Foi a crítica mais importante para mim que tenho ele como um Deus, vou levar essa conversa para o meu túmulo, sua opinião significa o mundo para mim”.

    A decisão da Disney de expandir a franquia de filmes Star Wars com Rogue One, e torná-la a primeira parcela de uma série de filmes de antologia derivada, foi influenciada pelo Universo Cinematográfico Marvel. O estúdio também faz parte de uma das aquisições da Disney e foi reorganizado em agosto de 2015. 

    Rogue One: Uma História Star Wars vai ser exibido às 22h18, na Rede Globo, após a novela Fina Estampa.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • CRSJ
      Coitado de quem depende de ver filmes naquela Tal Globo, só em ver o trecho final desse filme já vi cortes. Hoje quem fica vendo filme nessa Tal Globo é só retardatário mesmo. Kkk
    Mostrar comentários
    Back to Top