Minha conta
    “Não brinque sobre a Segunda Guerra Mundial”: Foi assim que Steven Spielberg irritou a lenda ocidental John Wayne
    Heloisa Vilela
    Heloisa Vilela
    -Redatora
    Heloisa gosta de ficção científica, sitcoms e de pipoca com bastante manteiga. Fã do Kubrick e de reality shows de compra e venda de casas.

    Mas quando o diretor ofereceu um papel à estrela ocidental, o tiro saiu pela culatra...

    Tom Hanks, Leonardo DiCaprio, Tom Cruise, Meryl Streep: Em uma carreira de mais de cinco décadas, Steven Spielberg trabalhou com os maiores dos maiores. E dificilmente alguma estrela de Hollywood diria não se lhe fosse oferecido um papel do criador de obras-primas como E.T. – O Extraterrestre ou A Lista de Schindler.

    No entanto, uma pessoa recusou - ninguém menos que a lenda John Wayne. Embora nunca tenha feito um faroeste, Spielberg é um grande admirador do gênero, e Wayne apareceu em muitos de seus filmes favoritos (incluindo os clássicos dirigidos por John Ford, O Homem que Matou o Facínora e O Falcão Negro).

    Universal Pictures

    Spielberg queria o Duque, como é um de seus apelidos, para um papel na comédia de guerra 1941 - Uma Guerra Muito Louca. Mas Wayne não estava muito entusiasmado com o projeto...

    Ele não apenas recusou a oferta para estrelar 1941 ao lado de John Belushi, Dan Aykroyd e Nancy Allen, como também chamou o roteiro de “a baboseira mais antiamericana que já li na minha vida”, lembrou ao Entertainment Weekly. Spielberg relembra o contato desagradável (via Contact Music):

    “[Wayne] estava muito curioso, então enviei o roteiro para ele. Ele me ligou no dia seguinte e disse que achava o filme pouco americano e que eu não deveria perder tempo fazendo-o. Ele disse: 'Sabe, essa foi uma guerra importante e você está zombando de uma guerra que custou milhares de vidas em Pearl Harbor. Não brinque sobre a Segunda Guerra Mundial.'”

    John Wayne era um patriota convicto e apoiava políticos arqui-conservadores, de Barry Goldwater a Ronald Reagan - por isso teria sido emocionante vê-lo num filme dirigido pelo filantropo e democrata Steven Spielberg. Tendo em conta este contexto, não é de surpreender que ele tenha tido pouca utilidade para um filme que tão ofensivamente atingiu os militares dos EUA.

    1941 - Uma Guerra Muito Louca
    1941 - Uma Guerra Muito Louca
    1h 58min
    Criador(es): Steven Spielberg
    Com Dan Aykroyd, Ned Beatty, John Belushi
    Usuários
    3,4

    *Fique por dentro das novidades dos filmes e séries e receba oportunidades exclusivas. Ouça OdeioCinema no Spotify ou em sua plataforma de áudio favorita, participe do nosso Canal no WhatsApp e seja um Adorer de Carteirinha!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Back to Top