Minha conta
    Acossado
     Acossado
    7 de março de 1961 No cinema / 1h 30min / Policial, Drama, Romance
    Relançamento 8 de fevereiro de 2018
    Direção: Jean-Luc Godard
    Roteiro Jean-Luc Godard, Claude Chabrol
    Elenco: Jean Seberg, Jean-Paul Belmondo, Daniel Boulanger
    Título original À bout de souffle
    Assista agora
    Imprensa
    4,6 7 críticas
    Usuários
    4,0 87 notas e 4 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Em Acossado, após roubar um carro em Marselha, Michel Poiccard (Jean-Paul Belmondo) ruma para Paris. No caminho, ele mata um policial que tentou prendê-lo por excesso de velocidade, e em Paris persuade a relutante Patricia Franchisi (Jean Seberg), uma estudante americana, a escondê-lo em seu apartamento, passando a se relacionar com a jovem.

    Assista ao filme

    SVOD / Streaming
      TélécineInscrições

    Trailer

    Acossado Trailer Original 1:59
    Acossado Trailer Original
    8079 visualizações
    Acossado Teaser Legendado 0:28
    223 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Jean Seberg
    Personagem : Patricia Franchini
    Jean-Paul Belmondo
    Personagem : Michel Poiccard / Laszlo Kovacs
    Daniel Boulanger
    Personagem : Inspetor de Polícia
    Henri-Jacques Huet
    Personagem : Antonio Berrutti
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Icaro A.
    Icaro A.

    Segui-los 42 seguidores Ler as 18 críticas deles

    3,0
    Enviada em 26 de abril de 2014
    Acossado, um dos marcos do Nouvelle Vague, feito por Jean-Luc Godard em 1959, foi um grande filme em sua época, chegando a ganhar prêmios e indicações, ganhou o BAFTA de direção para Goudard. Porem como eu bem disse, em sua época. Ele foi um marco no movimento Nouveu Vague e mostra muito bem o estilo despojado desse movimento, porem esse estilo acaba sendo despojado demais para os padrões atuais. A liberdade de roteiro e câmera acaba ...
    Leia Mais
    Carlos
    Carlos

    Segui-los 45 seguidores Ler as 117 críticas deles

    4,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    ...Bom filme, o romance no qual envolve os dois principais atores do filme é bem descontraído. Uma paixão de "adolescentes" é o que me lembrou..fugindo assim do convencional, pois na maior parte dos filmes vemos namoros burocráticos e sem sal. Chama atenção a maneira em que as filmegens das cenas foram feitas. Tem horas que parece que os próprios atores estão andando com a câmera na mão e outras você sente o tremor do câmera, ...
    Leia Mais
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 43247 seguidores Ler as 1 986 críticas deles

    3,0
    Enviada em 8 de junho de 2017
    Legal! Chatinho e quase parando, colocado pelos críticos como um dos melhores filmes de todos os tempos, vejo com outro olhar, pois o entretenimento passa longe desse filme, pois muito diálogo e pouco desenvolver, mas destaca-se a ótima direção do lendário Jean- Luc Godard e atuações fenomenais de Jean- Paul Bel mondo e Jean Seberg, roteiro é bom, mas muito cansativo ou seja Acossado é um filme estilo França de anos atrás, muito ...
    Leia Mais
    anônimo
    Um visitante
    3,5
    Enviada em 9 de março de 2015
    Acossado ao mesmo tempo que é tenso,é extremamente divertido também.A dupla Jean-Paul,e a bela Jean Seberg,consegue mostrar uma belíssima dinâmica durante o rolo que lhe causam a aproximação.Ele por sua vez,tenta se esconder de um delito que causa,matando um policial.Já ela,aproveita o momento junto,e tenta uma gravidez com o seu novo amor,se pode ser chamado dessa forma.Acossado é divertido,como eu disse,mas também consegue ser ...
    Leia Mais
    4 Comentários do leitor

    Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Remake hollywoodiano

    Refilmado como A Força do Amor (1983).

    Improvisando com o que tem

    O diretor Jean-Luc Godard não tinha dinheiro para comprar um tripé móvel para a câmera. Ele resolveu o problema empurrando o cameraman em cima de uma cadeira com rodinhas. A mesma técnica foi utilizada anteriormente pelo diretor Jean-Pierre Melville nos filmes Le silence de la mer (1949) e Bob le flambeur (1956).

    Surpresa agradável

    Jean-Paul Belmondo ficou impressionado quando percebeu que o filme foi bem recebido entre público e crítica. Após o término das filmagens o ator francês achou o filme tão ruim que achou que o longa nunca deveria ser lançado.

    Últimas notícias

    Morre Jean-Paul Belmondo, astro de filmes de Godard; relembre sua carreira
    NOTÍCIAS - Personalidades
    segunda-feira, 6 de setembro de 2021
    Cidade de Deus está entre os 100 melhores filmes estrangeiros de todos os tempos
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    domingo, 4 de novembro de 2018
    A obra de Fernando Meirelles e de Katia Lund é a única representante nacional da centena de longas faladas em línguas não-inglesas.
    Mostra 50 Anos de 1968, com filmes como Terra em Transe e Acossado, começa hoje em São Paulo
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quarta-feira, 30 de maio de 2018
    As exibições acontecem até sábado no Cinearte.
    8 Notícias e Matérias Especiais

    Detalhes técnicos

    Nacionalidade França
    Distribuidor -
    Ano de produção 1960
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento 400 000 FF
    Data de retorno 27/09/2021
    Idiomas Francês
    Formato de produção -
    Cor Preto & Branco
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Ivan Sousa...(O Sincero!)
      Acossado ao mesmo tempo que é tenso,é extremamente divertido também.A dupla Jean-Paul,e a bela Jean Seberg,consegue mostrar uma belíssima dinâmica durante o rolo que lhe causam a aproximação.Ele por sua vez,tenta se esconder de um delito que causa,matando um policial.Já ela,aproveita o momento junto,e tenta uma gravidez com o seu novo amor,se pode ser chamado dessa forma.Acossado é divertido,como eu disse,mas também consegue ser misterioso em boa parte do tempo.
    Mostrar comentários
    Back to Top