Minha conta
    Corra!
    Críticas AdoroCinema
    4,0
    Muito bom
    Corra!

    Terror racial

    por Lucas Salgado
    Uma das maiores surpresas da temporada nos Estados Unidos, Get Out é uma adaptação para os cinemas da frase: "eu não sou racista, eu até tenho amigos negros". Todo mundo já testemunhou, seja pessoalmente ou em discussões nas redes sociais, a pessoas justificando comentários ou comportamentos racistas com esta frase. E o filme é sobre isso. Mas não só.

    Obviamente, não é uma adaptação oficial, mas busca sim transmitir o espírito de tal sentença. A trama gira em torno de um casal interracial formado por Chris (Daniel Kaluuya) e Rose (Allison Williams). Ele é um jovem negro, ela uma garota branca de uma família tradicional. Os dois aproveitam um final de semana para viajar ao interior para que o sujeito seja apresentado à família dela.

    Acostumado com o estranhamento das pessoas, Chris questiona a namorada se ela teria avisado aos pais o fato dele ser negro. Rose responde que isso não era necessário, pois seus pais não eram nada racistas e que seu pai, se pudesse, votaria em Obama por uma terceira vez.


    Chegando lá, Chris é aparentemente bem recebido, mas há a constante sensação de estranhamento no ar, aumentada com o fato dos empregados da casa serem todos negros e, pelo visto, bastante reprimidos. Rose também se incomoda com a situação, mas o casal permanece lá no final de semana, que vai receber uma festa da família dela.

    Tudo isso acontece nos primeiros 20 minutos de filme, mas não dá para entrar em maiores detalhes sobre a trama sem prejudicar a experiência do leitor. É possível, no entanto, adiantar que trata-se de uma obra muito original e bem sucedida na construção de um clima de suspense e terror. Há momentos realmente tensos.

    Escrito e dirigido pelo ótimo comediante Jordan Peele (Key and Peele e Keanu: Cadê Meu Gato?!), Get Out é um thriller muito eficiente, que também conta com ótimos momentos de humor. Tem, é claro, aquele riso nervoso, que nasce em cenas absurdas/surpreendentes, mas também há sequências de alívio cômico, a maioria protagonizada por Lil Rel Howery, que vive um amigo que cuida do cachorro de Chris enquanto ele está fora no final de semana. O amigo também é confidente - via telefone - de algumas das situações que ele está vivendo na casa dos sogros.


    Howery faz bem o tipo do amigo sem noção. Um elemento interessante de seu personagem ainda é o fato de ser um oficial do TSA, que é o órgão responsável pela segurança e controle de imigração dos transportes nos Estados Unidos. Trata-se de um órgão bem odiado, pelos transtornos que fazem as pessoas passar em aeroportos. Por causa disso, chega a ser divertido um funcionário do TSA surgindo como uma figura positiva em cena. 

    Daniel Kaluuya está bem na pele de Chris. Ele consegue passar bem a sensação de estranhamento e nervosismo. Allison Williams surge como uma versão bem parecida de sua Marnie, em Girls, embora mais simpática e menos egocêntrica. Bradley Whitford vive o pai de Rose, enquanto a sempre ótima Catherine Keener interpreta a mãe.

    Um filme divertido e que ainda faz pensar ao tratar da questão racial de forma completamente inusitada e quase que subversiva. Dificilmente alguém sairá incólume desta sessão.
    Quer ver mais críticas?

    Comentários

    • Ghiberti
      Este filme parece uma cópia do excelente a chave mestra. A diferença é que o primeiro era a partir de magia e este um transplante. Me pareceu a tentativa de recriar um sucesso com algumas adaptações.
    • Júnior
      Interessante que nos comentários geralmente quem não gostou do filme são brancos (os que possuem fotos), porque realmente por vivência, experiência, ignorância ou racismo mesmo não passam por isso diariamente. Não têm como entender mesmo. Por isso dizem que não gostam. # Spoiler a cena final em que ele já se levanta com as mãos pra cima é de uma realidade absurda.# O filme é brilhante!
    • JOJO
      Oh!! coitadinho??? qual a sua criticidade mesmo hem????? [ quanto ao que vc se refere ao enfiar a tesoura e sair ... ] E ESPECIE DE SUPERMAN PEISSO QUE SOMOS... HERÓIS DA RESISTÊNCIA. O NEGRO É INTELIGENTISSO, BOA MELANINA, CARNE DURA.. AH!! CEGA PARA NAO TE CAUSAR MAIS IRA.
    • Emanuel
      Fica se achando demais por gostar dessa merda.
    • Emanuel
      Jogos Mortais dá de 10 nisso ai por causa de genialidade e carisma do John Kramer.
    • Betânia Simôa
      Ele não saiu da hipnose do nada; na verdade ele pôs algodão nos ouvidos para evitar ouvir barulho da xícara e ser hipnotizado.
    • Lucas Herbele Giovanoni
      Um branco fugindo do cárcere de negros.
    • r_aguiar07
      Incrível, né? O filme é MUITO ruim e todo mundo diz adorar.
    • r_aguiar07
      De repente pro teu nível de entendimento está bom. Não fica brabo, a culpa não é tua. Abs
    • Henrique Bernardes
      SIM! , pensei que era o único a achar isso.
    • Playrock Crazy2016
      FILMAÇO NOTA 10! INCLUSIVE A ULTIMA CENA, A VIDA REAL TBM É IMPREVISIVEL E O QUE ELE FEZ FOI LEGITIMA DEFESA, TANTO QUE ELE NEM CONSEGUIU MATAR A V*DIA! ESTAVA TORCENDO PRA VER ESSES FDP MORREREM! PARABÉNS A REVOLTA E AO SENTIDO QUE O FILME CONSEGUIU PROPORCIONAR.
    • Playrock Crazy2016
      CONCORDO!FILMAÇO NOTA 10! INCLUSIVE A ULTIMA CENA, A VIDA REAL TBM É IMPREVISIVEL E O QUE ELE FEZ FOI LEGITIMA DEFESA, TANTO QUE ELE NEM CONSEGUIU MATAR A V*DIA! ESTAVA TORCENDO PRA VER ESSES FDP MORREREM! PARABÉNS A REVOLTA E AO SENTIDO QUE O FILME CONSEGUIU PROPORCIONAR.
    • Playrock Crazy2016
      FILMAÇO NOTA 10! INCLUSIVE A ULTIMA CENA, A VIDA REAL TBM É IMPREVISIVEL E O QUE ELE FEZ FOI LEGITIMA DEFESA, TANTO QUE ELE NEM CONSEGUIU MATAR A V*DIA! ESTAVA TORCENDO PRA VER ESSES FDP MORREREM! PARABÉNS A REVOLTA E AO SENTIDO QUE O FILME CONSEGUIU PROPORCIONAR.
    • Carlos Henrique Belmont
      Acabei de assistir ao Filme e chego a conclusão que....Que filme brilhante, muito bem feitos, diálogos legais, boas atuações, uma excelente trilha sonora, alguns momentos de ''jumpscare'' muito bem colocados.Eu curti o filme do início ao fim..... Mas se Eu fosse citar apenas algo que Eu não gostei, foram os 10 últimos minutos do filme, onde do nada, o protagonista vira uma especie de superman, saindo da hipnose com míseros algodões, e principalmente quando enfiam a tesoura nele, e ele segue tendo forças para lutar tranquilamente.... Além do amigo que aparece milagrosamente para salvar o dia!!!De qualquer forma, o filme é brilhante e vale a pena ser assistido. É um dos poucos filmes atuais que nos faz curtir e pensar á respeito. Muito bom.
    • Master of Chaos
      Sejamos francos...A fotografia é interessante, a ideia do filme também. A cena inicial em que o policial já tem suas dúvidas sobre o protagonista já mostra bastante do que podemos esperar do filme... Sente-se bastante o discurso da new left que há tempos vem dominando Hollywood, mas hoje em dia está difícil fugir disso... Uma produção ou outra, mas enfim... O pai da garota teria votado no Obama uma terceira vez se pudesse, acho que isso já era motivo mais do que suficiente para o garoto sair logo de lá.Entretanto - muito embora sob hipótese alguma pode ser chamado de clichê - depois de um tempo ele se torna bastante previsível. Ao chegar na casa dos pais da moça já é nítido que está tudo errado, a começar pelo caseiro encarando o protagonista de uma forma sinistra o tempo todo, ou a atitude da empregada que tinha um olhar de prisioneira. Sendo honesto, acreditei que a história em si se trataria daqueles dois empregados se rebelando contra a família ou algo nesse sentido, porém se trata de algo muito mais macabro.A ideia de explorar a hipnose é muito interessante, e os aspectos surreais eu nem comento por se tratar de uma película, então essa licença poética não se torna um problema a não ser que o espectador seja um entusiasta mais ferrenho...Outro ponto a ser colocado é a interpretação dos atores... Estava assistindo acompanhado e em vários momentos duvidava: ou ela o está enganando ou ela é uma péssima atriz, pois até o momento não sabíamos o que estava acontecendo de fato e as atitudes dela eram extremamente estranhas. A família em geral era estranha... Talvez o personagem mais autêntico tenha sido o cunhado.Outro ponto negativo é o amigo do protagonista, uma licença cômica completamente desnecessária.O final é ruim, muito ruim, pois o filme demora um pouco pra engrenar e termina muito rapidamente. Em um primeiro momento me pareceu: Acontece tudo isso com o protagonista negro, ele se salva matando toda a família da moça e é preso por ser a única testemunha de tudo, além de ser negro.Não é o que acontece, mas creio que teria sido menos revoltante do que o que realmente acontece...Em termos gerais é um filme OK... Não é filme pra Oscar - nem a pau -, não é um filme sensacional ou inovador... É um filme bom, mas comum. Agrada alguns, desagrada outros, tem seus furos de roteiro, algumas interpretações ruins, um final bosta, mas no fim das contas, a história é até redonda, dá pra engolir... De 5, eu daria 3 estrelas.
    • Master of Chaos
      Tipo qual?
    • Marcello Abreu
      TEM 6 DESLIKES - e nenhum like _ NA MERDA Q VC ESCREVEU .... SUJO SEU C_ , ACORDA
    • Rodrigo Aguiar
      Boca suja, hein, guri?
    • Marcello Abreu
      e eu com a ignorância fundamentalista dos coments de umas ...
    • Marcello Abreu
      outro asno comentando ... começou o texto com velho ... ning merece
    Mostrar comentários
    Back to Top