Meu AdoroCinema
Norma Bengell

Estado civil

Apelido Norma Benguell
Nacionalidade Brasileira
Nascimento 21 de setembro de 1935 (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil)
Morte 9 de outubro de 2013 aos 78 anos de idade

Biografia


- Começou aos 16 como manequim da Casa Canadá, no Rio de Janeiro, e teve seqüência no teatro rebolado de Carlos Machado.

- Estréia nos cinemas em 1959, como cantora, satirizando Brigitte Bardot, no filme "O Homem do Sputnik". Este gênero lhe proporciona participação em outros três filmes.

- Em 1961 Anselmo Duarte contrata-a para interpretar a prostituta no filme "O Pagador de Promessas". No ano seguinte Anselmo leva-a ao Festival de Cannes, onde o filme ganha a Palma de Ouro. O enorme sucesso desse filme e a atuação de Norma chamam a atenção de produtores italianos, que acabam por contratá-la, levando-a direto para Roma. Com passagens pela Itália, França e até Hollywood.

- Foi a primeira atriz brasileira a protagonizar uma cena de nu frontal, no filme "Os Cafajestes".

- Viúva do ator italiano Gabrielle Tinti, com quem esteve casada durante 30 anos. O casamento foi feito dentro do estúdio da Vera Cruz, em São Paulo. O motivo foi que, por não terem tempo disponível, decidiram chamar um juiz ao estúdio para celebrar a união.

- Produziu os filmes "O Guarani" e "O Abismo".

- O disco "Ooooh! Norma!", da então sex-symbol, trazia a atriz cheia de charme em um repertório variado.

- Tambem creditada como Norma Benguell.

Primeiras aparições nas telas

O Homem do Sputnik
O Homem do Sputnik
1959
Conceição
Conceição
1960
Mulheres e Milhões
Mulheres e Milhões
1961
Sócio de Alcova
Sócio de Alcova
1961

Carreira em destaque

51
Tempo de carreira
0
Premiação
44
Filmes
1
Séries
0
Indicação
0
Filme

Gêneros favoritos

Drama : 62 %
Comédia : 21 %
Comédia dramática : 10 %
Documentário : 8 %

No AdoroCinema:

0
Vídeo
5
Imagens
1
Notícias
3
Fãs

Trabalhou bastante com

Hugo Carvana
5 filmes
Mar de Rosas (1978), O Capitão Bandeira contra o Dr. Moura Brasil (1971), O Anjo Nasceu (1969), Antes, o verão (1968), Os Cafajestes (1962)
Maria Gladys
4 filmes
Rio Babilônia (1982), O Capitão Bandeira contra o Dr. Moura Brasil (1971), O Anjo Nasceu (1969), Edu, Coração de Ouro (1967)
Jardel Filho
3 filmes
Rio Babilônia (1982), Antes, o verão (1968), Sócio de Alcova (1961)
Tensão no Rio (1982), A Idade da Terra (1980), Paranóia (1976)
Anselmo Duarte
3 filmes
Tensão no Rio (1982), Paranóia (1976), O Pagador de Promessas (1962)
Lucélia Santos
3 filmes
Vagas para Moças de Fino Trato (1992), Fonte da Saudade (1986), Paranóia (1976)
John Herbert
3 filmes
O Capitão Bandeira contra o Dr. Moura Brasil (1971), O Palácio dos Anjos (1970), As Cariocas (1966)
Paulo Villaça
3 filmes
Eternamente Pagú (1988), Rio Babilônia (1982), Paranóia (1976)
Odete Lara
3 filmes
Mar Corrente (1967), Noite Vazia (1964), Mulheres e Milhões (1961)
Jece Valadão
3 filmes
A Idade da Terra (1980), Os Cafajestes (1962), Mulheres e Milhões (1961)
Dina Sfat
3 filmes
O Capitão Bandeira contra o Dr. Moura Brasil (1971), Os Deuses e os Mortos (1970), Edu, Coração de Ouro (1967)
Comentários
  • Joe Cortez
    Olha, a respeito do nu frontal, acho que Norma Bengell pode ser considerada uma das pioneiras, mas não foi a primeira. Em Barravento (Glauber Rocha, 1961), Luiza Maranhão fica peladinha peladinha e mostra suas belas curvas de mulher negra em todos os angulos, ao banhar-se na praia.
Mostrar comentários
Back to Top