Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Retrospectiva 2019: Os 20 melhores filmes do ano segundo a redação do AdoroCinema
    Por Barbara Demerov — 27 de dez. de 2019 às 12:25
    facebook Tweet

    Concorda com a nossa lista?

    10º Era Uma Vez Em... Hollywood

    "Tarantino se autoriza a reescrever a História mais uma vez, alterando importantes fatos da cultura norte-americana para proporcionar os acontecimentos que gostaria de ter presenciado. Em Bastardos Inglórios, o cineasta imaginava a possibilidade de matar Hitler dentro de uma sala de cinema, porém desta vez ele propõe uma releitura mais doce das tragédias históricas." Leia a crítica completa.

    9º Fora de Série

    "O resultado se sustenta principalmente pela qualidade do texto e dos diálogos. Além de contar com um elenco cômico excepcional, o filme traz uma série de cenas estruturadas como esquetes, com direito a tiradas hilárias sobre drogas e sexualidade. Do começo ao fim, a narrativa jamais perde ao fôlego enquanto posterga a chegada à festa através de diferentes imprevistos durante a noite. Cenas envolvendo um karaokê, um entregador de pizza, um urso panda e um cruzeiro se revelam hilárias, dotadas de impecável timing cômico. Ao mesmo tempo, o roteiro consegue apresentar satisfatoriamente cerca de vinte personagens marcantes, algo nada fácil em termos de tom e estrutura." Leia a crítica completa.

    8º Dois Papas

    "Profundamente humano, Dois Papas conta com grandes atuações de seus protagonistas em um duelo verbal que dá gosto de ver, seja pela forma como se desenvolve ou mesmo por admirar a dedicação tanto de Pryce quanto de Hopkins em compor personagens o mais verossímil possível, diante da persona pública tão conhecida de ambos. Vale também destacar a fotografia de César Charlone, que perambula nos mais variados formatos e estilos sem jamais abandonar a coesão estética diante do exibido, e um momento específico, que fará a alegria de todo e qualquer apaixonado por futebol: quando Bergoglio usa a religião para explicar o jogo coletivo no esporte." Leia a crítica completa.

    7º A Favorita

    "Passado na maior parte do tempo nos cômodos e jardins, A Favorita aborda um universo-bolha no qual a rainha Anne (Olivia Colman) decide os rumos do país e as circunstâncias da guerra sem ter a mínima ideia do que ocorre nos campos de batalha. Paralelamente, os nobres desconhecem as vontades do povo e suas dificuldades diárias. Para eles, as decisões se tornam questão de caprichos ou favores: decreta-se o aumento de impostos para irritar algum oponente, mantém-se a guerra porque um conselheiro acredita que seria uma boa escolha. O drama funciona como impecável representação da alienação dos ricos." Leia a crítica completa.

    6º Nós

    "Por tantas ousadias narrativas e simbólicas, Nós não é um filme muito fácil de desvendar, a exemplo de um cofre bem protegido que, uma vez aberto, possui outros cofres dentro. Caso consiga suscitar uma boa resposta do público médio, terá conquistado uma proeza considerável. O diretor embute uma complexa discussão racial e de gênero num feel good movie; insere o nível de exigência do cinema “de arte” num formato acessível; combina o humor escrachado com cenas sangrentas; atinge um requinte de produção que parece muito mais caro do que os US$20 milhões do orçamento." Leia a crítica completa.

    5º A Vida Invisível

    "A cada salto no tempo, percebemos as oportunidades que Eurídice perdeu com a música, os amores que Guida descarta por sua posição de mãe solteira, a opinião que dona Ana é impedida de expressar devido à condição de mulher, mãe, filha, esposa. Aïnouz não precisa gritar a indignação contra o patriarcado: basta acompanhar a trajetória de décadas entre estas irmãs invisíveis, tão próximas e tão distantes, imaginando uma para a outra um destino melhor do que ambas realmente tiveram. As vidas invisíveis são várias, sofridas e melancólicas, e observadas com uma ternura comovente." Leia a crítica completa.

    4º Bacurau

    "Bacurau está o tempo todo se transformando, apontando novos caminhos, rompendo com expectativas e ressignificando as imagens mostradas anteriormente. Ao espectador, cabe acompanhar a narrativa como quem tateia um caminho às escuras: aos poucos, sem certezas, aberto às inevitáveis surpresas que virão. Esta não é uma dessas produções que busca agradar o espectador a todo custo: ela se move por um caminho peculiar, ciente de sua heterogeneidade, deixando ao público a tarefa de acatar, ou não, as subversões propostas." Leia a crítica completa.

    3º Parasita

    "O filme constrói uma bomba-relógio, acentuando as diferenças e as injustiças sociais até vê-las explodirem num clímax sangrento. Deste modo, representa de modo alegórico a luta de classes, as ideias de posse e de apropriação na era contemporânea. É louvável que o texto dedique um espaço privilegiado para os telefones celulares, as “varandas gourmet”, os quartinhos dos fundos – tantos elementos representativos dos tempos em que vivemos." Leia a crítica completa.

    2º O Irlandês

    "Entre diálogos que vão de negócios a família, dores pessoais a dinheiro, a tensão é construída na mesma medida que a confiança nasce; e transitar entre estes dois contrastes é um processo pungente e realístico. Pela primeira vez, Scorsese mostra o outro lado da moeda do que realmente é ser um gângster sem a presença de uma trilha-sonora mais animada ou piadas na maior parte do tempo. Aqui, é a já citada melancolia que se faz sempre presente, inclusive na fotografia dominada por cores frias e nos olhares cansados do trio principal." Leia a crítica completa.

    1º História de um Casamento

    "Bastante verborrágico e por vezes explorando planos-sequência, Baumbach constrói um filme que poderia ser também chamado de confessionário, tamanhas são as aflições existentes de lado a lado. Com uma fotografia clean que alterna entre closes e ângulos bem abertos de forma a captar todo o ambiente, o diretor ainda molda a trilha sonora de forma a retirá-la por completo sempre que há algum embate por ocorrer, realçando a força das palavras. Trata-se de um filme maduro e necessariamente doloroso, que dialoga com o espectador graças às suas experiências de vida." Leia a crítica completa.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    • Retrospectiva 2019: Filmes que deram o que falar durante o ano
    • Retrospectiva 2019: Os 30 melhores cartazes do ano
    • Retrospectiva 2019: Os principais filmes que você não viu nos cinemas
    • Retrospectiva 2019: Os 10 melhores trailers do ano
    Pela web
    Comentários
    • Cido Marques
      Vai no psiquiatra então e não no cinema
    • Cido Marques
      MIB e Vingadores foi pra acabar, tirou a credibilidade da lista inteira.
    • Cido Marques
      No meu né? pois o seu já está entupido de lixos da Marvel, kkkkk
    • TaSSiO Figueira
      entao cata a rola e enfia no eu cu seu arrombado de merda muahahaha
    • Beatriz Ferreira
      MInha opinião1 CORINGA2 HISTORIA DE UM CASAMENTO3 O IRLANDES4 DOIS PAPAS5 PARASITA6 RAINHA DE COPAS7 A FAVORITA8 NÓS9 VINGADORES ULTIMATO10 MIB HOMENS DE PRETO INTERNACIONAL
    • Beatriz Ferreira
      Ta brincando??? Colocar o coringa na 12 posição ?Foi o melhor filme que eu ja assistir e o unico em que eu me apaixonei pelo vilão,assisti aos outros da lista e também são bons,mas o filme Joker,nada se compara,Eu só chorei em filme 2 vezes,quando assistir a culpa é das estrelas (Pq realmente é a história é muito triste e quando assistir o Coringa e ele nem é baseado em fatos reais!!!Mas a atuação,meu Deus que atuação foi essa,perfeita.Eu quis morrer depois que o filme acabou,só pra não sentir a dor que estava sentindo.
    • Cido Marques
      Vingador de cu é rola
    • Cido Marques
      Nem colocou Parasita na sua lista, que é de longe o melhor filme do ano e botou essa merda de Vingadores, fala sério.
    • Carl Mir
      Como esta escrito e caso não saiba interpretar, na minha lista, ou seja, os 10 que mais gostei.
    • Cido Marques
      Minha lista dos melhores de 2019:1- Nós2- Coringa3- Parasita4- História de um Casamento5- Dois Papas6- Homem-Aranha no Aranhaverso7- A Favorita8- O Irlandês 9- Era uma vez em Hollywood10- Bacurau
    • Cido Marques
      Vingadores? kkkkkkkkkkkkkkkk
    • Carl Mir
      Coringa não esta entre os 5 primeiros? Como assim? Pra mim a minha lista dos 10 que mais gostei em 2019:1 Coringa2 O Irlandês3 Era Uma Vez... Em Hollywood4 Nós5 Vingadores Ultimato6 Bacurau7 Historia de Casamento8 Homem Aranha no Aranha verso9 El Camino10 2 PapasUma pena o Star Wars não esta ai, por ter sido um filme covarde não considero entre os melhores.
    Mostrar comentários
    Back to Top