Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Festival de Berlim 2015: Que Horas Ela Volta?, com Regina Casé, é um delicado retrato das desigualdades sociais
    Por Bruno Carmelo — 14 de fev. de 2015 às 08:30
    facebook Tweet

    O filme de Anna Muylaert conquistou a plateia do festival.

    O cinema brasileiro está sendo muito bem representado no festival de Berlim 2015. Já foram mostrados histórias intimistas sobre a adolescência (Beira-Mar), dramas poéticos (Sangue Azul), filmes conceituais (Brasil S/A), documentários biográficos (Jia Zhang-ke, um Homem de Fenyang) e agora chega a vez da comédia dramática social Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert.

    O filme apresenta a relação complexa entre Val (Regina Casé) e uma casa de classe média alta onde trabalha e mora há mais de uma década. Os patrões são gentis, mas condescendentes, tratando-a como uma pessoa "quase da família", embora não a deixem comer na mesma mesa, ou entrar na piscina da casa. Esta rotina é afetada pela visita de Jéssica (Camila Márdila), filha de Val, que chega do Nordeste a São Paulo para prestar o vestibular. Morando provisoriamente dentro da casa dos patrões de sua mãe, a garota começa a se rebelar contra a ordem imposta.

    Anna Muylaert construiu um roteiro ao mesmo tempo delicado e engraçado. As relações entre classes sociais são retratadas sem maniqueísmo, mas com grande senso de ironia e observação. Regina Casé e Camila Márdila estão de fato excelentes, e merecem todos os prêmios de atuação que vierem a ganhar (as duas já levaram o troféu no festival de Sundance). O público alemão riu, chorou e aplaudiu muito durante a sessão na Berlinale.

    Resta torcer para que esta ótima produção também conquiste o público quando chegar aos cinemas brasileiros.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Ivan Sousa
      (Falando Sério ®).Camila Márdila me impressionou nesse filme!Um drama comovente,que faz parte de grande maioria dos brasileiros!!!
    • Ana Augusta
      Não tem data de lançamento nacional ainda?
    • Jennyfer F.
      Parece um filme muito bom.
    Mostrar comentários
    Back to Top