Minha conta
    Eu Nunca...: Como a série da Netflix dá um show de representatividade na TV
    15 de jul. de 2021 às 15:45
    Katiúscia Vianna
    Katiúscia Vianna
    -Redatora | crítica
    Como jornalista, Kati se sente responsável por representar os fandoms que nem sempre ganham espaço. Abraçando os clichês românticos ou reviravoltas sobrenaturais, sabe que existe um público teen apaixonado, doido para falar sobre suas séries preferidas. E ela quer participar dessa conversa!

    Criada por Mindy Kaling, a comédia revelou o talento de Maitreyi Ramakrishnan e botou a cultura indiana como foco de debates.

    Sucesso de popularidade na Netflix, a comédia Eu Nunca... está voltando para sua segunda temporada, prometendo mais confusões para Devi (Maitreyi Ramakrishnan), seja através de seus interesses amorosos, ou aventuras com família e amigos. A série criada por Mindy Kaling conquistou críticos (inclusive o AdoroCinema!) e público com seu roteiro sarcástico e inusitado, mas também chamou atenção por sua representatividade nas telas. Com a chegada dos novos episódios, tais personagens se tornam ainda mais complexos e interessantes — e isso é algo que deve ser celebrado.

    A cultura indiana em Eu Nunca...

    Para começar, Never Have I Ever (no original) se destaca por colocar uma jovem indiana no centro de sua narrativa. Não é a primeira vez que indianos aparecem em séries de comédia — basta lembrar de personagens coadjuvantes como o Raj (Kunal Nayyar) de The Big Bang Theory ou até mesmo a protagonista de Mindy Kaling em The Mindy Project. Porém, é pouco comum ver uma família do sudeste asiático no centro da narrativa, fugindo de estereótipos.

    Eu Nunca..., Você Nem Imagina e outras produções que apostam na representatividade do elenco

    Obviamente, algumas características já bem usadas na comédia também aparecem em Eu Nunca..., seja a mãe rígida que trabalha como médica ou os polêmicos casamentos arranjados. Porém, eles não são o motivo da piada, eles são centrais na piada — o que é uma diferença bem importante. Abraçar a cultura desse grupo é essencial para a jornada de Devi e sua família, mas não é disso que estamos rindo. Não rimos porque a jovem é indiana ou muçulmana, rimos porque ela é atrapalhada e toma constantes decisões erradas, rendendo vergonha alheia. Ela ser indiana é mais uma característica, que precisa ser tratada de forma normal.

    Ao mesmo tempo, os problemas de Devi, Nalini (Poorna Jagannathan) e Kamala (Richa Moorjani) são questões universais, que podem se identificar com qualquer espectador. Porém, a série não foge de mostrar como são influenciadas por sua cultura e se inserem na comunidade. É mais do que apenas usar figurinos típicos, é mostrar seus personagens de maneira profunda, indo além do esperado por aquela piada clichê que já tanto ouvimos por aí.

    Elenco diverso é destaque em Eu Nunca...

    Mas a representatividade não se encerra na cultura indiana. Basta pensar nos seis personagens principais da segunda temporada de Eu Nunca...: Devi e a novata Aneesa (Megan Suri) são indianas; Fabiola (Lee Rodriguez) é negra e lésbica; Eleanor (Ramona Young) é asiática; Paxton (Darren Barnet) é descendente de japoneses; e, por fim, temos Ben (Jaren Lewison), que é homem branco e hétero, mas é judeu. 

    Cada um dos personagens citados apresenta sua própria jornada nessa história; mas vão além de suas características básicas. Após descobrir sua sexualidade na primeira temporada, Fabiola segue o relacionamento com Eve (Christina Kartchner), mas ainda tem problemas para entender sua identidade ou se relacionar com a comunidade LGBTQIA+. Nos novos episódios, é a vez de Paxton ganhar um capítulo para chamar de seu, além de mostrarem mais a família do personagem — inclusive sua irmã, que tem Síndrome de Down. Já a novata Aneesa mostra que nem toda jovem indiana é igual, mas também traz uma sensação de pertencimento para Devi, que é, finalmente, compreendida.

    Eu Nunca...: Conheça o elenco principal da nova série teen da Netflix

    Mais acima de tudo, todos são jovens que cometem erros, se apaixonam, brigam e convivem com os dilemas típicos dessa idade tão complicada. Eles estão descobrindo quem são e tentando navegar pelos obstáculos do ensino médio e outras questões particulares — por exemplo, distúrbios alimentares se tornam parte da conversa da segunda temporada. Além da representatividade cultural, Eu Nunca... é celebrada por trazer jovens mais realistas. Devi, Fab e Eleanor são nerds, mas não caem no estigma das garotas tímidas de tantos filmes dos anos 90. Elas têm suas próprias vozes e buscam o que desejam. 

    Obviamente, Eu Nunca... não é perfeita e não dá para representar todos os integrantes de uma cultura a partir de uma pequeno grupo de personagens. Porém, a obra criada por Mindy Kaling e Lang Fisher faz bonito ao mostrar rostos tão diversos em seu elenco, assim como a vida real também é cheia de diversidade. 

    Eu Nunca...
    Eu Nunca...
    Data de lançamento 27 de abril de 2020 | 30min
    Séries : Eu Nunca...
    Com Maitreyi Ramakrishnan, Richa Moorjani, Jaren Lewison, Darren Barnet, John McEnroe
    Usuários
    4,2
    Streaming
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top