Minha conta
    5 séries de adolescentes com temas adultos
    Por Caqui Bandeira — 7 de jul de 2019 às 08:49

    Para os fãs de Euphoria, confira estes outros programas!

    Um dos mais populares gêneros da televisão, séries adolescentes estão angariando cada vez mais público. Por conta disso, estamos com muito mais opções do que assistir com personagens lidando com as mudanças que este confuso período da vida traz. Com opções para todos os gostos, o AdoroCinema fez uma lista com 5 séries de adolescente que lidam com temas sérios, mostrando uma realidade que vai mais fundo do que festinhas e notas ruins.  

    Euphoria

    Uma das séries mais comentadas do momento, Euphoria é um soco no estômago. Após ter uma overdose, Rue (Zendaya) passa o verão em uma clínica de reabilitação, e volta para a escola. Enganando sua mãe, ela continua se drogando. Porém, não é só ela que está passando por maus bocados. Com muita sinceridade, o programa relata uma versão da vida adolescente norte-americana sem escrúpulos. Sexo, drogas, questões de gênero, machismo, vício, pornografia e redes sociais são apenas alguns dos temas abordados pela série, com certos personagens representando alguns deles. Apesar de ter adolescentes como seus protagonistas, Euphoria passa longe de ser uma série para quem ainda está na escola.

    Big Mouth

    Não se engane com a animação colorida e os personagens jovens, Big Mouth não é para crianças. Seguindo os protagonistas Nick (Nick Kroll) e Andrew (John Mulaney), dois pré-adolescentes entrando na puberdade, a série fala abertamente dos problemas que as pessoas da idade sofrem. A vergonha de sentir atração física por seus amigos, a diferença entre o tempo de desenvolvimento de casa pessoa, menstruação e primeiros amores, os personagens passam por esta confusa fase da vida com muita emoção e vários palavrões. Além da adolescência, os personagens adultos também têm seus momentos, lidando com divórcios, vícios e descobertas sexuais.

    Sex Education

    Como já diz o título, Sex Education é uma grande aula de aceitação e educação sexual. Otis (Asa Butterfield) é um filho de terapeutas especializados em sexo que começa a ajudar seus amigos a lidarem melhor com suas experiênciais sexuais. Dando conselhos sobre aceitação pessoal e confiança, o próprio protagonista sofre com sua relação com seus pais e com seu prórpio corpo. Sua nova amiga e sócia é filha de viciados, que esconde sua casa do resto da escola por vergonha de vir de um lugar mais baixo, e sofre bullying de seus colegas por rumores criados por eles. Eric (Ncuti Gatwa) é um dos poucos gays assumidos da escola, que precisa lidar com o preconceito diário que sofre, não só de seus colegas, mas também de desconhecidos na rua. Sincero e divertido, Sex Education não se limita a ser uma série de problemas bobos adolescentes.

    Skins

    Uma das primeiras séries a chocar o público com a quantidade de drogas e sexo, apesar da idade de seus personagens, Skins marcou uma geração. Com um elenco formado por algumas das maiores estrelas inglesas do momento (Nicholas Hoult, Daniel Kaluuya, Dev Patel), a série fala sobre descobertas sexuais, uso descontrolado de drogas, aceitação sexual, distúrbios alimentícios, aborto e suicídio. Sem abrir mão do humor, o programa mostra um lado da juventude que é deixada de lado, desde que tudo pareça estar certo. De forma bem inglesa, os personagens são sarcásticos até seu último minuto, e mostram que a amizade é o que ajuda ao jovem a superar seus piores momentos.

    Shameless

    Com versão inglesa e americana, Shameless tem como questão principal relações familiares problemáticas. Seguindo a família Gallagher, a série mostra as repercussões em jovens que não foram criados em um ambiente saudável. Com o patriarca (William H. Macy), um pai solteiro de seis filhos, alcoólatra, as crianças passaram sua infância cuidando umas das outras. Porém, com personalidades fortes, eles não conseguem lidar com tudo sozinhos. Viciados, presos e também com problemas de bebidas, os Gallaghers representam um aspecto do que há de errado na sociedade moderna.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top