Minha conta
    Entrevista com David Mazouz, o Bruce Wayne de Gotham
    Por Francisco Russo — 4 de out. de 2014 às 11:38

    Com apenas 13 anos, o jovem ator é o novo intérprete de um dos personagens mais icônicos dos quadrinhos.

    Os fãs de quadrinhos adoram Batman mas, por trás da máscara do morcego, existe um homem: Bruce Wayne. Órfão desde criança devido ao assassinato dos pais, cresceu se preparando para se tornar o super-herói que todos conhecemos. Para esconder o alter-ego, criou para si uma faceta de milionário playboy, que adora uma boa farra. Esta história é bem conhecida, mas não é exatamente a abordada em Gotham. Nela o interesse maior é em acompanhar a vida de Wayne logo após a morte dos pais, quando precisa conciliar o inevitável luto com as investigações em torno do crime - e ainda dar uma pista aqui, outra ali, do encapuzado que se tornará. O peso de um dos personagens principais de Gotham caiu nos ombros do jovem David Mazouz, de apenas 13 anos. Jovem, mas com uma certa experiência. Mazouz tem no currículo a série Touch, estrelada por Kiefer Sutherland, e ainda o posto de protagonista em O Inventor de Jogos, que chegará aos cinemas brasileiros em 9 de outubro. Seu principal cartão de visitas surge logo no primeiro episódio: a difícil cena da morte dos Wayne, repleta de medo, espanto e tristeza. Praticamente todos com quem conversamos, do diretor Danny Cannon ao produtor Bruno Heller, passando pelos colegas de elenco Ben McKenzie e Sean Pertwee, encheram de elogios a performance do garoto. Bastante empolgado, Mazouz teve uma conversa franca com o AdoroCinema. Revelou spoilers (no fim desta matéria), disse que adoraria um dia encontrar Ben Affleck - "um ídolo", comentou -, falou sobre a primeira vez na Comic-Con, onde o episódio piloto foi exibido - "foi muito empolgante e muito louco!". E disse também porque sempre gostou do Homem-Morcego: "Batman sempre foi sombrio, os demais super-heróis buscam o lado mais engraçado. Ele torna a tragédia em determinação e força".

    Por mais que Bruce Wayne traga consigo este lado soturno, Mazouz alerta que o personagem também demonstra senso de humor. "O lado sombrio surge mais nos episódios iniciais. Ele não é precisamente divertido, mas tem um senso de humor". O tutor Alfred (Pertwee), o jovem James Gordon (McKenzie) e Selina Kyle (Camren Bicondova) serão seus companheiros de cena mais recorrentes. Questionado sobre como será o relacionamento com a futura Mulher-Gato, se eles serão apenas conhecidos ou até podem ter algum envolvimento amoroso no futuro, Mazouz preferiu manter o mistério: "Isto vocês terão que ver na série". Para conseguir o cobiçado papel de Bruce Wayne, Mazouz teve que enfrentar uma bateria de testes. "Na reta final precisei fazer três testes em apenas uma semana, foi bem louco", comentou. Sem medo de crescer diante da telinha, caso Gotham tenha muitas temporadas, ele apenas deseja permanecer no show business: "Desejo ficar neste meio o máximo que puder, seja atuando, dirigindo ou produzindo". Fã confesso de Arrow - ele torce para que, um dia, seja possível um crossover entre as séries -, ele revelou um medo: "nunca encontrei morcegos, mas morro de medo de aranhas". Ainda bem que o herói aracnídeo é da editora concorrente... Se você ficou curioso em saber os spoilers revelados por David Mazouz durante a entrevista ao AdoroCinema, é hora de revelá-los. Mas, se não deseja saber deles, pare de ler AGORA! Segundo Mazouz, duas das surpresas que serão reveladas na série é que Alfred tem uma filha e que Selina Kyle é filha do mafioso Carmine Falcone, chefão do crime em Gotham City. Gotham é exibida no Brasil toda segunda-feira, às 22h30, pelo canal de TV por assinatura Warner. O AdoroCinema viajou a convite da Warner Channel Brasil.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top