Minha conta
    The Crown: Elizabeth e a princesa russa Anastasia eram parentes? Série da Netflix desenterrou caso curioso
    25 de nov. de 2022 às 16:24
    Lucas Leone
    Lucas Leone
    -Redator
    Lucas só continua nesta dimensão porque Hogwarts ainda não aceita alunos brasileiros. Ele até tentou ir para Westeros ou o Condado, mas perdeu a hora do Expresso do Oriente. Hoje, pode ser visto escrevendo no Central Perk mais próximo.

    A monarca do Reino Unido de fato está ligada à família Romanov, que foi deposta e assassinada durante a Revolução Russa.

    Se você cresceu nos anos 90 ou no início dos anos 2000, você provavelmente viu e reviu Anastasia, animação de 1997 que girava em torno de uma herdeira perdida da monarquia russa tentando se lembrar de seu passado. A personagem Anya de fato existiu e era a filha de Nicolau II, o último czar a mandar na Rússia antes de os bolcheviques tomarem o poder em 1917, derrubando a dinastia Romanov e assassinando toda a família real.

    Mas Anastasia teria sobrevivido e desaparecido por anos – uma lenda que, como nos mostra The Crown, atravessou a vida da rainha Elizabeth II (Imelda Staunton). A 5ª temporada da série criada por Peter Morgan, que chegou recentemente ao catálogo da Netflix, recupera o curioso fato de que a monarca britânica e a princesa russa eram parentes.

    Vemos isso no sexto episódio, que nos leva para o Reino Unido da Primeira Guerra Mundial. Uma crise surge para o então rei George V, avô de Elizabeth, que recebe uma carta de Nicolau e sua esposa Alexandra suplicando refúgio em seu território.

    Netflix
    Os Romanov pouco antes de serem executados no início do sexto episódio.

    Logo somos transportados para Ipatiev, uma casa no interior da Rússia que serve de título ao episódio e onde os derradeiros Romanov estão sendo feitos de reféns por soldados da revolução socialista, em 1918. Nicolau, Alexandra e seus cinco filhos – entre eles Anastasia – são acordados às pressas sob a desculpa de que serão transferidos para um lugar mais seguro.

    O que acontece a seguir é o contrário: a família é conduzida até o porão da casa e reunida em um canto para supostamente tirar uma foto. Uma vez acomodados, os Romanov são informados de que foram condenados à morte, e os soldados dão início à execução, usando revólveres e baionetas. Quando terminam a tarefa, os homens empilham os corpos em um caminhão.

    Onde estava o rei George V durante tudo isso? Caçando faisões e perdizes com seus amigos da nobreza. Afinal, ele e sua esposa, a rainha Mary, se negaram a resgatar os Romanov – algo que Elizabeth descobre mais para frente no episódio, já em 1991, e que lhe deixa bastante chocada. Sobretudo porque seu marido, o príncipe Philip (Jonathan Pryce), é procurado para colaborar em um teste de DNA relacionado aos Romanov.

    QUAL É O GRAU DE PARENTESCO ENTRE ELIZABETH E ANASTASIA?

    Netflix
    Em The Crown, Elizabeth visita Moscou a convite do presidente Boris Yeltsin (Anatoliy Kotenyov), em 1994.

    São dois os caminhos que conectam a monarca britânica e a princesa russa – ambas mortas já. O primeiro deles é pela rainha Vitória, que carregou a coroa por 64 anos, entre 1837 e 1901. Ela era avó de Alexandra Feodorovna, a esposa de Nicolau II. A mãe de Alexandra era a segunda filha de Vitória, a princesa Alice.

    A rainha Elizabeth, o príncipe Philip e todos os seus descendentes também são parentes dos Romanov por meio de Vitória. Elizabeth é sua trineta, enquanto Philip é seu tataraneto. Essa árvore genealógica interligada não é mera coincidência: o reinado de Vitória ficou marcado pelo fato de todos os seus herdeiros terem se casado com membros da realeza e da nobreza espalhados pela Europa, unindo o continente.

    The Crown: "Foi aterrorizante no início", desabafa Elizabeth Debicki sobre processo para viver Diana (Entrevista Exclusiva)

    O segundo caminho é pela mãe de George V e, portanto, bisavó paterna de Elizabeth. A rainha Alexandra descendia da coroa dinamarquesa e se casou com o rei Eduardo VII do Reino Unido, enquanto sua irmã Maria Fedorovna se casou com o czar russo Alexandre III. Maria deu à luz justamente Nicolau II, que virou assim primo de primeiro grau de George V.

    Mas qual o grau de parentesco entre Elizabeth e Anastasia? Bom, se Nicolau é primo de primeiro grau de George, Anastasia é prima de segundo grau de George. Como Elizabeth é neta de George, Anastasia se torna a prima-tia-avó de Elizabeth.

    QUE FIM LEVOU A VERDADEIRA ANASTASIA?

    20th Century Fox
    Cena da animação Anastasia.

    No desenho de 1997, a princesa russa é apresentada como órfã e desmemoriada, vagando nas ruas de São Petersburgo. Depois de esbarrar com dois trambiqueiros, Dimitri e Vlad, ela é levada a Paris para reencontrar sua avó Maria Feodorovna e convencê-la de sua verdadeira identidade. Tudo corre bem: Anya recupera suas lembranças, acha sua família e ainda foge com seu grande amor Dimitri.

    Na vida real, Anastasia levou um fim bem mais trágico. Mais do que uma princesa, ela era grã-duquesa e tinha 17 anos quando sua família foi aniquilada e enterrada em uma vala comum. Por boa parte do século 20, prevaleceram boatos de que Anastasia tinha conseguido escapar, já que apenas os restos mortais de Nicolau, Alexandra e três de suas filhas tinham sido localizados.

    Qual das filhas não sabe. Eram quatro meninas ao todo – Olga, Tatiana, Anastasia e Maria. Mas uma delas não estava ali, e foi dada como desaparecida tal qual o irmão Alexei, o caçula dos Romanov.

    Buyenlarge/Getty Images
    Nicolau II e Alexandra com seus cinco filhos, por volta de 1910.

    Muitas mulheres tentaram se passar por Anastasia nas décadas que se seguiram, reivindicando a fortuna dos Romanov. A mais famosa foi Anna Anderson, que fez suas primeiras declarações nos 20 e manteve sua versão até sua morte, em 1984.

    Em 1991, foi descoberta uma vala contendo os restos mortais da maioria dos membros da família – embora o paradeiro de Anastasia e Alexei seguisse desconhecido. O DNA de Anna foi comparado com o dos Romanov, revelando não haver qualquer parentesco.

    Em 2007, mais de quinze anos depois, dois esqueletos foram descobertos por arqueologistas. Apesar de estarem queimados, batiam com a idade de Anastasia e Alexei. Outro teste de DNA foi realizado e confirmou não só que os restos pertenciam aos Romanov, como também que toda a família tinha sido morta no mesmo dia.

    Em todo caso, The Crown continua sendo uma joia no catálogo da Netflix. Se você gosta do assunto "família real britânica" e quer saber mais sobre os bastidores da 5ª temporada, não deixe de conferir nossa entrevista com Elizabeth Debicki (intérprete da princesa Diana), Dominic West (príncipe Charles) e Olivia Williams (Camilla Parker-Bowles). É só clicar aqui ou dar play abaixo!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top