Minha conta
    Blonde: Como foi a morte de Marilyn Monroe? Conheça a história real por trás do filme da Netflix
    Por Nathalia Jesus — 27 de set. de 2022 às 21:47

    O filme baseado na vida da atriz chega ao catálogo da Netflix em 28 de setembro.

    Marilyn Monroe foi um ícone dos anos 50, lembrada por seus vestidos esvoaçantes e cabelo loiro perfeitamente penteado. A atriz de Hollywood estava em seu auge na época e parou o mundo quando faleceu repentinamente aos 36 anos, deixando diversos fãs intrigados sobre como isso aconteceu. A atriz se tornou um dos assuntos mais explorados no cinema, seja em documentários ou filmes ficcionais. O mais recente deles de Blonde, estrelado por Ana de Armas, que chega ao catálogo da Netflix em 28 de setembro. A história é baseada no livro homônimo de Joyce Carol Oates e não tem base fiel nos fatos reais. Não se sabe até que ponto a vida de Marilyn Monroe será retratada no filme, mas, caso queiram saber como a icônica atriz deixou o mundo, continua por aqui.

    Como Marilyn Monroe morreu?

    Nas primeiras horas da manhã de 5 de agosto de 1962, Marilyn Monroe foi encontrada morta em sua casa em Los Angeles, por uma aparente overdose de pílulas para dormir, segundo informações do Los Angeles Times naquela época. Repórteres do The New York Times escreveram que Marilyn tinha ido para seu quarto por volta das 20h na noite anterior. Segundo o relato, ela foi encontrada "nua, deitada de bruços na cama e segurando um telefone na mão."

    Blonde
    Blonde
    Data de lançamento 28 de setembro de 2022 | 2h 46min
    Criador(es): Andrew Dominik
    Com Ana de Armas, Julianne Nicholson, Bobby Cannavale
    Imprensa
    3,8
    Usuários
    2,5
    Assistir em streaming

    Apesar do relato oficial, as circunstâncias da morte da atriz ainda geram desconfiança. Na época, Eunice Murray, governanta de Marilyn Monroe, disse ao Times que ficou preocupada quando Marilyn não respondeu às batidas na porta do quarto. Foi quando ligou para o psiquiatra da artista, Ralph Greenson, que foi até a casa e quebrou uma janela para acessar o cômodo trancado, encontrando-a sem vida. Marilyn Monroe foi declarada morta, mas a polícia não foi chamada até as 4h20, cerca de uma hora depois que Murray ligou inicialmente para Greenson. Eles demoraram porque precisavam da permissão do estúdio de cinema de Marilyn antes de alertar as autoridades. O relatório de autópsia revelou que a atriz morreu de toxicidade aguda combinada de drogas, hidrato de cloral (um medicamento calmante geralmente usado em pacientes antes de cirurgias) e Nembutal (um sedativo e anticonvulsivante).

    Blonde: Ana de Armas visitou túmulo de Marilyn Monroe e pediu permissão para filme da Netflix
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top