Minha conta
    Elvis: O que aconteceu com o polêmico empresário de Elvis Presley após a morte do cantor?
    25 de jun. de 2022 às 16:01
    Aline Pereira
    Aline Pereira
    -Redatora | crítica
    Jornalista que ama boas histórias e combina a paixão por cinema e TV com comunicação para mergulhar ainda mais nos universos e personagens que já fazem brilhar os olhos. Pipoca, suspense, dramédia e uma pitada de reality são a receita perfeita para todos os dias.

    Filme sobre Elvis Presley estreia em julho nos cinemas e traz Tom Hanks no papel de Tom Parker, o controverso empresário do cantor.

    Uma das estreias mais aguardadas nos cinemas em 2022Elvis conta a história do rei do rock’n’roll com uma participação importante de seu ex-empresário, Tom Parker, interpretado no filme pelo vencedor do Oscar Tom Hanks, que surgiu irreconhecível no papel. Responsável por gerenciar a carreira de Elvis Presley por mais de 20 anos, Tom Parker foi uma figura controversa e muitos fãs acreditam que ele tenha barrado um sucesso ainda maior do cantor.

    Tom Parker conheceu Elvis Presley em 1955, quando o artista tinha 20 anos de idade. O empresário enxergou nele um grande potencial tanto pelo tipo de música que Elvis apresentava, quanto pela voz potente e pelo efeito que ele causava no público. No mesmo ano, Parker conseguiu para Elvis seu primeiro contrato com uma gravadora gigante e abocanhou uma boa parte dos lucros - “hábito” que manteve pelas duas décadas seguintes como responsável não só por negociar os shows, mas também todo o merchandising e as aparições na televisão.

    Getty Images/GAB Archive/Redferns

    Parker era também uma grande influência na vida pessoal de Elvis e foi quem o incentivou a se casar com Priscilla Presley, mãe da única filha do cantor, Lisa Marie, hoje com 54 anos

    Por que Elvis Presley não fazia shows internacionais?

    Um dos principais pontos na relação entre Elvis e Tom Parker era a resistência do empresário em permitir que o cantor fizesse shows fora dos Estados Unidos - em toda a sua carreira, Elvis se apresentou fora dos EUA apenas três vezes e todas elas foram no Canadá. Esta relutância, claro, levantou suspeitas sobre Tom Parker, já que o empresário rejeitou propostas milionárias para turnês internacionais.

    A questão é que ele não podia sair dos Estados Unidos: Tom Parker, cujo nome verdadeiro era Andreas Cornelis van Kuijk, nasceu na Holanda e imigrou ilegalmente para os EUA, o que o impediria de poder tirar um passaporte - fora, claro, o risco de ser deportado. 

    Tom Hanks caracterizado como Tom Parker em Elvis (2022)

    O que aconteceu com o empresário de Elvis Presley?

    Tom Parker foi empresário de Elvis até a morte do cantor, em 1977. Depois, a Justiça determinou que ele não teria direitos legais sobre a obra musical e Parker acabou perdendo muito dinheiro. Além disso, tinha o hábito de fazer apostas e a perda financeira com elas também foi alta.

    Na década de 1980, Parker ainda foi alvo de uma investigação judicial por conta de práticas consideradas anti-éticas em seu trabalho como empresário. Um dos processos, inclusive, foi movido por Lisa Marie, que o acusou de se aproveitar financeiramente do pai.

    Anos depois, o ex-empresário vendeu algumas gravações originais de Elvis Presley por 2 milhões de dólares e morreu em janeiro de 1997 após um derrame cerebral. Em seus últimos anos de vida, Parker disse ter recebido diversas propostas para escrever livros contando o lado mais particular da vida de Elvis, mas recusou porque “não queria se envolver em nenhum tipo de “sujeira” (via Washington Post).

    Elvis
    Elvis
    Data de lançamento 14 de julho de 2022 | 2h 39min
    Criador(es): Baz Luhrmann
    Com Austin Butler, Tom Hanks, Olivia DeJonge, Richard Roxburgh, Kelvin Harrison Jr.
    Imprensa
    2,9
    Usuários
    4,4
    Adorocinema
    3,5
    Ver sessões
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top