Meu AdoroCinema
    Cruella: Quais as ligações do filme do Disney+ com 101 Dálmatas?
    Por Vitória Pratini — 28 de mai. de 2021 às 12:30

    Emma Stone interpreta a história de origem da famosa vilã da Disney.

    Cruella é o mais novo filme do Disney+, lançado simultâneamente nos cinemas. A produção traz Emma Stone no papel da vilã de 101 Dálmatas, eternizada em live-action por Glenn Close nos anos 90. Mas quais são as conexões com a clássica animação?

    Emma Stone explicou, em coletiva de imprensa antes da estreia, que o filme é como "uma história totalmente nova para ela (Cruella) com acenos divertidos para 101 Dálmatas". E, de fato, há muitos de referências para os fãs do original verem. Confira abaixo quais são elas!

    Cruella: Entenda como 101 Dálmatas salvou a Disney do fracasso
    Qual é a história do novo live-action da Disney?

    Cruella segue a icônica vilã da Disney, desde quando ainda se chamava Estella, vivendo no cenário punk rock de Londres nos anos 70. Uma jovem inteligente, malandra e criativa, ela é determinada a fazer sucesso no mundo da moda. Porém, no momento em que seu talento chama a atenção da poderosa Baronesa von Hellman (Emma Thompson), uma revelação faz Estella abraçar seu lado perverso, se transformando em Cruella De Vil. Tal como a Malévola, de Angelina Jolie, Cruella tem liberdades poéticas.

    Atenção para spoilers de Cruella.

    Descubra quais são os próximos live-actions da Disney
    Cruella tem outros personagens de 101 Dálmatas?

    Disney

    Além da própria Cruella, dois personagens principais da animação aparecem no filme: os capangas desajeitados de Vil Jasper e Horace Badun (ou Jasper e Horácio, em português) que são interpretados aqui por Joel Fry e Paul Walter Hauser, respectivamente.

    No filme original, a dupla é tratada com certo desdém por Cruella, mas aqui a relação é diferente. Ficamos sabendo no início do filme que Jasper e Horace ajudaram Cruella — ou Estella, como ela era conhecida — logo após ela chegar a Londres após a morte de sua mãe.

    Nos anos seguintes, eles a treinaram na arte de pequenos furtos e eram literalmente estúpidos como ladrões, trabalhando juntos como uma equipe de iguais. Foi só quando ela assumiu a persona Cruella em resposta à Baronesa que ela começou a tratá-los como seus subordinados — e de fato Jasper parece ressentir desse tratamento no filme.

    E os dálmatas, aparecem em Cruella?

    Disney


    Não seria uma história de origem da Cruella sem alguns dálmatas, é claro, e, embora não haja 101 deles em exibição neste filme, uma matilha de cães desempenha um papel crucial.

    Os dálmatas em questão pertencem à Baronesa Von Hellman, rival de Cruella, e são — de acordo com a personagem de Emma Stone pelo menos — parcialmente culpados pela morte de sua mãe, o que explica exatamente por que ela passou a guardar tanto rancor contra os pobres cachorros manchados.

    Talvez a conexão mais óbvia, porém, seja guardada para o final — durante a cena pós-crédito. Aqui vemos Cruella enviar um filhote de cachorro dálmata para seus conhecidos Roger (Kayvan Novak) e Anita (Kirby Howell-Baptiste), que você pode notar que têm o nome de dois personagens vitais do original.

    E os nomes do cachorrinho? Isso mesmo, Pongo e Perdita — os mesmos nomes dos cães pais em 101 dálmatas.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top