Minha conta
    Dave Bautista rebate comentário de bispo que condena o mês do Orgulho LGBT
    Por Caqui Bandeira — 6 de jun. de 2019 às 17:05

    Homofóbicos que se retirem.

    Não é de hoje que Dave Bautista deixa bem claro para o público suas opiniões. Assim como após a demissão de James Gunn de Guardiões da Galáxia Vol. 3, o intérprete do Drax repondeu a um comentário homofóbico de um bispo, que pediu aos católicos para não apoiarem as celebrações do mês do Orgulho LGBT.

    "Só lembrando que católicos não devem apoiar nem participar do mês do orgulho LGBT em junho. Ele promove uma cultura e encoraja atividades que vão contra as morais e fé católicas. É especialmente prejudicial às crianças." o bispo Thomas Tobin postou em seu Twitter.

    Rapidamente, Bautista respondeu, derrubando os fracos argumentos do presbítero: "Minha mãe é lésbica. Eu acho que fiquei ok. E as atividades dela consistem em ajudar os sem-teto e pessoas que sofrem de doenças mentais. Eu admito não ser perfeito, mas pelo menos eu nunca fui um crítico hipócrita! Eu tenho certeza que você não fala pela maioria dos católicos. Tenha um bom dia."

    Aliado ao movimento LGBT, Bautista celebra junto com diversas celebridades o mês do Orgulho LGBT, que comemora a comunidade, suas conquistas e dá apoio às injustiças ainda presentes.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top