Minha conta
    Mulher-Maravilha: Fãs criam petição para diretora Patty Jenkins ser indicada ao Globo de Ouro 2018
    Por Renato Furtado — 15 de dez. de 2017 às 16:42

    Só que tem um problema: não dá mais para mudar a lista final de nomeados à premiação.

    Durante muito tempo, Mulher-Maravilha foi cotado para ultrapassar as nomeações das categorias técnicas - as únicas que normalmente são destinadas aos blockbusters nas premiações de fim de ano - e abocanhar indicações em corridas mais relevantes, como a de Melhor Filme e Melhor Direção para Patty Jenkins. Até o momento, no entanto, com as listas de nomeados do Globo de Ouro e do SAG Awards, isto ainda não aconteceu. Só que os fãs não estão nada satisfeitos com a situação e decidiram lançar uma petição para alterar a seleção oficial do Globo de Ouro 2018 e incluir Jenkins entre os indicados.

    De acordo com o texto do abaixo-assinado, Mulher-Maravilha é um dos maiores sucessos de público e crítica de 2017 e o fato de que a produção foi capitaneada por uma mulher - que venceu as barreiras de uma indústria centrada nos homens - seria motivo suficiente para inserir o nome da realizadora. A modificação seria uma forma, segundo os criadores da petição, de honrar as profissionais de Hollywood que vem trilhando seu caminho em meio aos preconceitos e às disparidades de gênero.

    Todas as questões levantadas pelos fãs são, certamente, muito válidas e factuais. O sucesso de Jenkins é muito representativo do esforço que as mulheres precisam fazer para chegar aos cargos mais altos da indústria e também do talento que é sufocado por uma indústria que privilegia seus artistas masculinos em praticamente todos os departamentos de produção. Ainda, olhando para a lista de indicados à categoria Melhor Direção do Globo de Ouro, é possível perceber que não há diversidade alguma. Nada de Jenkins, Greta Gerwig (Lady Bird) ou Jordan Peele (Corra!): apenas Guillermo del Toro (A Forma da Água), Ridley Scott (Todo o Dinheiro do Mundo), Christopher Nolan (Dunkirk), Martin McDonagh (Três Anúncios Para um Crime) e Steven Spielberg (The Post - A Guerra Secreta). Todos homens brancos.

    Mas o problema é que a lista final de indicados à premiação já foi divulgada. Historicamente falando, nunca houve um caso em que um nomeado foi retirado da seleção para ser substituído por outro candidato. A petição, portanto, pode tornar-se relevante para chamar ainda mais atenção sobre a falta de diversidade supracitada, mas em termos de alterar o resultado final, as possibilidades são remotas.

    É preciso aguardar, agora, para saber se Mulher-Maravilha conseguirá algumas das vagas desejas pela Warner no Oscar. O estúdio lançou uma campanha massiva para credenciar o longa, Jenkins e Gal Gadot como Melhor Atriz, mas em se tratando de um blockbuster, é realmente mais provável que as indicações de Mulher-Maravilha fiquem restritas às categorias técnicas, onde certamente terá chances de vitória.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top