Minha conta
    Star Wars - Os Últimos Jedi: O que significa o final?
    Por Vitória Pratini — 16 de dez. de 2017 às 12:00

    ALERTA DE SPOILER!

    Atenção: contém SPOILERS de Star Wars - Os Últimos Jedi

    O final de Star Wars - Os Últimos Jedi abre inúmeras possibilidades para o futuro da franquia. A produção dirigida por Rian Johnson explorou o significado da Força, a importância de seus ensinamentos – pela Ordem Jedi – e o impacto que têm na galáxia.

    Sabemos que a Força despertou em Rey (Daisy Ridley) desde, adivinhem, O Despertar da Força, e fica cada vez mais claro que não é preciso ser um Skywalker para poder ter a Força, ou mesmo se tornar um Jedi. Já havia sido revelado anteriormente que existem seres não-Jedi sensitivos à Força, como Princesa Leia (Carrie Fisher), Maz Kanata (Lupita Nyong'o), e Chirrut Îmwe (Donnie Yen).

    Lucasfilm

    Em Star Wars - Os Últimos Jedi, não é diferente. O filme não tem uma cena pós-créditos ou no meio dos créditos – apesar de ser da Disney, Star Wars não é Marvel! – mas possui uma cena final, separada da ação principal da história. Esta sequência contém conexões que podem dialogar com o futuro do Episódio IX, que será novamente dirigido por J.J. Abrams, responsável por O Despertar da Força.

    Na cena em questão, as crianças encontradas por Finn (John Boyega) e Rose (Kelly Marie Tran) em Canto Bight estão contando uma história sobre "Luke Skywalker, Mestre Jedi". Um homem grita e manda os jovens voltarem ao trabalho. Um dos meninos vai para fora do recinto, pega uma vassoura e começa a varrer. Quer dizer... Ele não pega simplesmente a vassoura, ele a convoca para si, usando o que parece ser a Força.

    Além disso, a sujeira que ele está limpando parece estar se movendo não só com o movimento do menino, mas também com a Força. O garoto, então, segura a vassoura como um sabre de luz, enquanto olha para uma estrela (ou uma nave) que passe pelo céu noturno. Então, vemos que o menino usa um anel tem o emblema da Rebelião.

    Lucasfilm

    Se a Força realmente despertou no primeiro filme da trilogia, não somente em Rey mas em outras pessoas ao redor da galáxia, isso quer dizer que nem a Força, nem tampouco a esperança morrerá com Luke.

    E o que isso quer dizer para o futuro?

    No Episódio IX, provavelmente será explorado o equilíbrio na Força, manipulada por Rey e Kylo Ren (Adam Driver). Em Os Últimos Jedi, eles constantemente andaram entre a Luz e a Escuridão para criar uma área cinzenta na qual ambos existiam. Aparentemente, heróis e vilões são capazes de controlar os dois lados da Força, sem se comprometer com nenhum deles.

    Outra questão que possivelmente será abordada é a presença do menino e seu anel de Resistência, afinal, temos a certeza de que a Força é muito mais abrangente do que os Jedi e os Sith, com pessoas sensíveis à Força em todos os cantos da galáxia.

    Não é à toa que Luke Skywalker (Mark Hamill), em seu monólogo final, menciona que a Rebelião é mais forte do que nunca. Mesmo que Leia tenha recuado com os poucos membros restantes de seu exército, o menino pode indicar que, quando esses aliados sensíveis à Força voltem sua atenção para ajudar a Rebelião, os Rebeldes se tornarão muito mais poderosos do que a Primeira Ordem imagina. E Luke, através do seu sacrifício, unirá os sensitivos à Força em sua batalha contra as forças do mal.

    E aí, o que você acha que pode acontecer a seguir? Conte para a gente nos comentários.

    Star Wars - Os Últimos Jedi está em cartaz nos cinemas.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top