Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Terry Gilliam anuncia o fim das filmagens de The Man Who Killed Don Quixote
    Por Renato Furtado — 5 de jun. de 2017 às 12:10

    Quase 20 anos depois, a saga termina.

    Apreciar a história do cinema não se resume apenas a ver a imensa quantidade de obras-primas e de produções de qualidade duvidosa que surgiram nos mais de 120 anos de vida da sétima arte. É preciso, também, prestar atenção aos filmes que não foram feitos. Como seria se um diretor como Stanley Kubrick tivesse conseguido realizar sua visão para a trajetória do comandante francês Napoleão Bonaparte? E se a família de Frank Sinatra não tivesse atrapalhado os planos de Martin Scorsese para a cinebiografia do cantor? O que teria acontecido se Edgar Wright tivesse continuado no comando de Homem-Formiga?

    Todas essas perguntas podem ficar ser resposta, mas uma outra questão que sempre pesou o coração dos cinéfilos acaba de ganhar uma solução: Terry Gilliam anunciou, via sua conta pessoal no Facebook, o término das filmagens de The Man Who Killed Don Quixote. O projeto começou a ser desenvolvido nos primeiros anos da década de 1990 e as gravações da primeira versão tiveram início em 2000. No entanto, problemas com o financiamento, com as condições climáticas e com a saúde de Jean Rochefort, protagonista do filme, acabaram por colocar o sonho de Gilliam em espera. A abortada produção foi tão complexa que tornou-se o tema do documentário Perdido em La Mancha, de 2002.



    Durante os anos 2000, o cineasta tentou reviver seu projeto inúmeras vezes sem sucesso. Em 2016, quando tudo parecia perdido de vez, um novo capítulo: a trama de Toby Grisoni (personagem que fora de Johnny Depp e para o qual nomes como Ewan McGregor e Jack O'Connell foram cotados), um diretor de marketing do século 21 que acaba voltando ao passado e se encontra com o cavaleiro de La Mancha, chamou a atenção do produtor português Paulo Branco (Cosmópolis, Canções de Amor). Entretanto, mais uma vez, The Man Who Killed Don Quixote perdeu o seu financiamento e foi por água abaixo. Até a Amazon Studios entrar na jogada e reviver o longa.

    A companhia de streaming da gigante de vendas estadunidense decidiu financiar e distribuir o projeto de Gilliam. Com Adam Driver no papel de Grisoni, Olga Kurylenko como Jacqui - papel de Vanessa Paradis na primeira versão - e Jonathan Pryce como Quixote, as filmagens começaram no início de 2017. Com o anúncio, os fãs de cinema e de Gilliam ao redor do mundo podem respirar aliviados: a maldição foi superada.

    Com um elenco composto ainda por nomes como Stellan Skarsgard e Rossy de Palma, The Man Who Killed Don Quixote ainda não tem previsão de estreia, mas certamente continua sendo um dos filmes mais aguardados de nossos tempos.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top