Minha conta
    Os 30 melhores suspenses de todos os tempos
    Por Bruno Carmelo, com a contribuição de Evelyn Souza — 1 de mar. de 2015 às 08:00

    Tem o garotinho que vê pessoas mortas, o canibal que devora fígados, a esposa assassina, o vizinho criminoso, as amantes possessivas, a mulher que engravida do filho do demônio... Conhece todos esses filmes?

    7. Janela Indiscreta (1954)

    Vamos ser sinceros: Alfred Hitchcock tem tantos clássicos que merece uma matéria especial só para ele - o AdoroCinema inclusive escolheu os 15 melhores filmes do mestre do suspense. Mas para citar apenas uma obra para representar sua brilhante filmografia (tarefa difícil!), ficamos com a ótima história de um fotógrafo com a perna imobilizada (James Stewart) que acredita ter visto o vizinho assassinando uma mulher. Mas como confirmar o que realmente aconteceu? Assista ao trailer.

    Por que é ótimo? Hitchcock sabe muito bem o que esconder e o que revelar o seu espectador, deixando o público tenso do começo ao fim. Janela Indiscreta também explora o prazer de ver e ser visto - ou seja, trabalha o tema do voyeurismo como nenhum outro filme. 

    8. O Bebê de Rosemary (1968)

    Outro clássico absoluto. Alguns fãs classificam o filme de Roman Polanski como terror, mas a atmosfera predominante é de suspense... Afinal, é difícil determinar se a pobre Rosemary (Mia Farrow) realmente foi fecundada pelo demônio, e se todos os seus vizinhos estão de fato conspirando contra ela. A dúvida é tão grande que até hoje, muitas pessoas afirmam terem visto o bebê demônio na história. Assista ao trailer.

    Por que é ótimo? A atuação de Mia Farrow é excelente, e a ambientação é totalmente sinistra. O tema musical, inclusive, ficou gravado entre os mais famosos da história do cinema. Vale destacar o fato de o diretor não explicar mais do que o necessário, confiando na imaginação do espectador - ao contrário de alguns suspenses cada vez mais explícitos que chegam aos cinemas atualmente.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top