Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    The Great: O que é verdade ou ficção na série de Elle Fanning e Nicholas Hoult
    Por Katiúscia Vianna — 18 de jun. de 2020 às 14:12
    facebook Tweet

    Conheça a história de Catarina, a Grande.

    The Great 1ª Temporada Trailer (2) Legendado

    Chegando ao Brasil pela plataforma StarzplayThe Great conta a história de Catarina, a Grande; só que com uma visão satírica de tal momento histórico — confira nossa crítica. Você está maratonando a série, mas ficou curioso em saber o que é verdade ou ficção dentre as loucuras da realeza russa? O AdoroCinema desvenda quais são os mitos na produção de Tony McNamara (indicado ao Oscar por A Favorita):

    A história de Catarina e Pedro mudou

    Em The Great, Catarina (Elle Fanning) conhece Pedro III (Nicholas Hoult) quando o herdeiro já era imperador, mas não foi bem assim. Na realidade, os dois eram primos de segundo grau, tendo desavenças desde a infância. Eles se casaram na juventude e Pedro só ia assumir o trono 17 anos depois. Seu reinado duraria apenas seis meses, até sua esposa promover um golpe de Estado em 1762. Após ser obrigado a abdicar do trono, Pedro III morreu misteriosamente. Muitos acreditam que ele foi morto por Alexei Orlov, irmão de um dos amantes de Catherine, Grigory Orlov.

    O roteiro acerta nas personalidades?

    Assim como na série, Catarina tinha uma paixão por literatura, artes e educação — principalmente em estimular o conhecimento das mulheres, trazendo uma visão mais moderna para Rússia. Já Pedro III não era tão brutal como aparece em The Great, sendo mais uma paródia extrema do mesmo. Ele até teve decisões elogiadas, incentivando a liberdade religiosa. Mas era mesmo uma figura impopular, principalmente por causa de suas "pegadinhas" e temperamento difícil.

    O relacionamento de Catarina e Pedro era complicado

    Uma coisa que a série acerta é o conturbado casamento de Pedro e Catarina. Ambos tinham amantes e imperatriz até chegou a declarar que nunca consumou seu casamento com o marido -— apesar de ter tido dois filhos durante o tempo que esteve com ele. Em The Great, a protagonista encontra amor nos braços de Leo (Sebastian de Souza), mas trata-se de um personagem fictício. Ele parece ser inspirado no primeiro amante de Catarina, Sergei Saltykov, um jovem oficial que pode ter sido o real pai do sucessor do trono, Paulo I. Por sua vez, Leo surge como um personagem infértil na série.

    Os aliados de Catarina

    Outro personagem inspirado numa pessoa real é Orlo (Sacha Dhawan). Só que o verdadeiro Grigory Orlov era um militar, não um intelectual, que ajudou Catarina em seu golpe. Além disso, o relacionamento entre os dois não era platônico e ele era descrito como um dos "favoritos da imperatriz". Curiosamente, o melhor amigo de Pedro em The Great se chamar Grigor (Gwilym Lee). Seria apenas uma coincidência ou ele também pode se tornar aliado da protagonista em uma possível segunda temporada? Já Marial (Phoebe Fox), a empregada e amiga de Catarina é uma total obra de ficção.

    A imperatriz esquecida

    Elizabeth (Belinda Bromilow) realmente existiu como a tia de Pedro, mas a série toma várias liberdades com a personagem. Apesar de ter uma personalidade excêntrica (não tão exagerada como na obra), ela era filha de Pedro, o Grande (que é pai de Pedro III em The Great, não avô) e chegou a assumir o trono antes de seu sobrinho. Apenas com sua morte, Pedro III assume. Elizabeth deu um golpe na própria irmã e no primo Ivan VI, quando ele tinha apenas dois meses de idade. Na série, Ivan VI é morto por Elizabeth na infância quando, na verdade, ele permaneceu preso até os 23 anos, quando foi assassinado pela guarda real durante o reinado de Catarina.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top