Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    5 Filmes polêmicos que nunca mais sairão da sua cabeça
    Por Rafael Felizardo — 18 de set. de 2020 às 20:35
    facebook Tweet

    Uma lista de filmes para aqueles que gostam de discórdia.

    De tempos em tempos, a indústria de filmes nos apresenta produções que são motivos de discussões por um longo período. Algumas parecem que foram feitas exclusivamente com a intenção de chocar, outras possuem elementos considerados polêmicos pela forma com que retratam determinado tema. Controversos ou não, tais filmes dividem públicos, ficando marcados na cabeça dos amantes de cinema e entusiastas em geral.

    Foi pensando nisso que a equipe do AdoroCinema separou cinco filmes para aqueles que gostam de pular de cabeça quando o assunto é polêmica. E se você lembrou de algum outro que deveria estar nessa lista, pode contar para a gente.

    11 filmes mais polêmicos de todos os tempos

    CRASH - ESTRANHOS PRAZERES (1996)

    Definido como um filme para quem gosta de sexo e batidas de carro, Crash - Estranhos Prazeres é uma das muitas pérolas dos anos 90, período que ficou famoso por seus filmes de temáticas duvidosas.

    No longa, James Spader é um publicitário que se envolve em um acidente de carro com um casal, levando o marido à morte e deixando a mulher em estado grave. Ao se recuperar, o personagem de Spader inicia uma relação amorosa com a sobrevivente, conhecendo um grupo de pessoas com fetiche por acidentes automobilísticos que causam batidas de carro com a intenção de se excitarem sexualmente.

    Mesmo se a produção não tivesse cenas polêmicas, o próprio enredo do filme já é suficiente para chamar a atenção. Crash conseguiu, por mais que tenha ganhado algumas vaias, ser o vencedor do Prêmio Especial do Juri no Festival de Cannes de 1996, e, até hoje, é motivo de discussões acaloradas. As diversas cenas sexuais espalhadas pelo filme são quentes, chegando o jornal canadense Vancouver Sun afirmar que o longa é “o filme mais provocante já saído do Canadá”.

    Onde assistir ao filme online: Telecine Play

    Boneco de Neve: Relembre a polêmica por trás do filme de suspense que está na Netflix

    SECRETÁRIA (2002)

    De novo com James Spader e mais uma vez com temática sexual, Secretária conta a história de Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal), uma jovem com histórico de problemas emocionais, recentemente saída de um hospital psiquiátrico.

    Ao fazer um curso de secretária, Lee arruma emprego em um escritório de advocacia, trabalhando para o imponente Edward Grey (o nome te lembra alguém?). Inicialmente, o trabalho parece entediante, porém, aos poucos, a jovem vai embarcando em uma relação de submissão com seu chefe, tornando o relacionamento o ponto central de sua vida.

    Desde a estreia do filme, Maggie Gyllenhaal já dizia esperar que o longa fosse alvo de críticas por conta de seu polêmico enredo. A atriz interpreta uma personagem que, mesmo tendo alta do hospital psiquiátrico, só consegue se encontrar quando está sendo submissa a Edward Grey.

    O que começa como um relacionamento de submissão durante o horário de trabalho, toma grandes proporções, culminando em uma das cenas mais icônicas do filme, onde a personagem de Gyllenhaal acaba urinando em si mesma e desmaiando por falta de comida, pois não pretende levantar de uma cadeira a não ser que seu chefe retorne.

    Onde assistir ao filme online: Amazon Prime Video

    FREEWAY - SEM SAÍDA (1996)

    Imagine assistir a uma versão sombria — e propositalmente ofensiva — de A Chapeuzinho Vermelho. Esta é a proposta de Freeway - Sem Saída. Na história, Vanessa (Reese Witherspoon) precisa ir morar com a avó após a mãe ser presa por prostituição. No caminho, Vanessa encontra o seu próprio lobo mal: Bob Wolverton (Kiefer Sutherland), um psicopata procurado por assassinar diversas mulheres nas rodovias de Los Angeles. Mas calma, que as coisas não param por aí. Cada sequência do longa ultrapassa os níveis de absurdo e entregam uma experiência suja e deliciosamente caótica. 

    Se o seu estilo de produção for Assassinos por Natureza, Freeway é definitivamente para você. Agora, caso tenha estômago fraco, passe bem longe. Na época, o filme gerou bastante controvérsia por retratar assuntos tão delicados de maneira escrachada e demasiadamente irônica.

    Inclusive, este é o ponto mais polêmico da carreira brilhante de Reese. Hoje, ela estrela narrativas mais inspiradoras e suaves, como Livre ou Água para Elefantes. Mas lá nos anos noventa, a estrela de Legalmente Loira estava atirando em todos que passassem por sua frente, esfaqueando policiais e tendo relações sexuais com o padastro.

    —KALEL ADOLFO

    Mister: Livro picante tem conexão com 50 Tons de Cinza e irá ganhar filme

    SALÒ, OU OS 12O DIAS DE SODOMA (1975)

    Uma lista de filmes polêmicos sem 120 Dias de Sodoma não estaria correta. A obra dirigida pelo italiano Pier Paolo Pasolini seria arriscada em qualquer década, mas nos anos setenta, acabou chocando o planeta. Como resultado, o longa foi banido em diversos países e deu fim a Trilogia da Morte originalmente idealizada pelo diretor. 

    Inclusive, Pasolini foi assassinado alguns meses após finalizar a produção. Claro, 120 Dias não é apenas um filme feito para provocar a repulsa do público. Na verdade, toda a narrativa é uma grande metáfora aos horrores do fascismo. Quem pratica as piores atrocidades na trama são as pessoas que ocupam os cargos de maior poder na sociedade. 

    Portanto, ao mostrar que a elite pode esconder as práticas mais obscuras, o diretor incomodou muita gente. Inclusive, o próprio título do longa — Salò — é uma referência direta a uma cidade italiana famosa pelo regime aterrorizante de Benito Mussolini. 

    É necessário avisar que a história — como todas as citadas na lista — pode não ser segura para todos os públicos. O filme empurra os limites da violência gráfica e escandaliza ao mostrar estupros, mutilações e até tortura escatológica. Mesmo assim, a brutalidade não é gratuita e apenas transmite as atrocidades cometidas por quem está no comando.

    —KALEL ADOLFO

    ATRAÇÃO MORTAL (1988)

    Atração Mortal (Heathers) completou 30 anos em 2019, mas ainda é relevante quando o assunto é polêmica. Lançado na mesma época que Clube dos Cinco e Curtindo a Vida Adoidado, a obra abordou temas sensíveis como suicídio, saúde mental, bullying e o antagonismo adolescente.
    A controvérsia acerca de Heathers continua até hoje, já que a Paramount Network planejou uma adaptação televisiva homônima e enfrentou muitas críticas por anunciar a produção na mesma época em que ocorriam tiroteios em escolas da Flórida.

    Com muito exagero e humor ácido, o longa falou sobre a realidade sombria dos adolescentes, e também do quanto eles são ignorados pela sociedade. A trama gira em torno de Veronica, que vive em harmonia com um grupo de meninas populares do colegial, todas chamadas Heather.

    Entretanto, tudo muda quando Veronica conhece J.D. (Slater) — o garoto novo do colégio — e decide se rebelar contra as garotas de seu círculo social. A partir daí, todas começam a se suicidar de maneira bem suspeita. O filme virou um clássico dos anos 80 e foi transformado em um musical Off-Broadway em 2014.

    —LUISA RODRIGUES

    Bônus: Não podendo faltar em qualquer lista, A Serbian Film - Terror sem Limites é um dos filmes mais controversos de todos os tempos, sendo proibido em diversos países, inclusive, no Brasil. Contando com um enredo problemático e cenas fortes, o longa é feito para chocar, não sendo recomendado para aqueles de estômagos mais sensíveis.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    • Argentino afa
      Faltou um bem complexo, polêmico e indigesto de nome Begotten.
    • LeoRgz
      Faltou ai nessa lista aquele filme nojento da Centopeia Humana! Mas acho que não se encaixa pqe aquele filme é puramente nojo, não tem nada mais pra mostrar!
    • Lucas Soares Montes
      Agora sim uma reportagem muito boa e valida
    Mostrar comentários
    Back to Top