Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Dos quadrinhos aos cinemas: Por que Turma da Mônica - Laços é uma história que todas as idades devem conhecer
    Por Publieditorial — 26 de jun. de 2019 às 08:30
    facebook Tweet

    As origens da criação!

    Com sua estreia nacional agendada para o dia 27 de junho, Turma da Mônica — Laços é, com certeza, um dos lançamentos mais aguardados do ano. Responsável por arrancar diversos elogios daqueles que tiveram a sorte de assistí-lo antecipadamente, o longa carrega algumas décadas de histórias por trás de sua criação. Aproveitando o momento, é hora de conhecer mais sobre as origens do filme e a história por trás da transição entre os quadrinhos e as telonas. Vamos conferir?

    Além de marcar presença constante em todas as bancas de jornal há quase 60 anos, os integrantes da turminha mais querida do Brasil, recentemente, também passaram a ser retratados pelos traços de diversos artistas independentes, em HQs. Através da Graphics MSP, projeto idealizado pelo editor da Mauricio de Sousa Produções, Sidney Gusman, a intenção do selo é trazer quadrinistas brasileiros para contar histórias da Turma por suas próprias perspectivas.

    Cena de Turma da Mônica — Laços.

    Mantendo a essência das clássicas histórias, e imprimindo uma personalidade própria na narrativa, a primeira obra a ser lançada pelo Graphics MSP foi "Astronauta – Magnetar", em 2012. A HQ se tornou um sucesso absoluto de crítica e vendas, ganhando, ainda, algumas republicações no exterior. 

    Um ano depois, em 2013, os cinco principais integrantes ganharam também a sua própria Graphic Novel: Turma da Mônica — Laços, escrita e desenhada pelos irmãos Lu e Vitor Cafaggi. A aventura da trama começa quando Floquinho, o cachorro de Cebolinha, some, obrigando a turminha do limoeiro a bolar planos mirabolantes para recuperar o cachorrinho.

    Apesar de parecer algo corriqueiro à primeira vista, a jornada de busca ao Floquinho acaba trazendo diversos momentos tocantes, aprofundando-se com maestria na parceria e na amizade entre Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali. Afinal, não é à toa que esta foi escolhida para se tornar a primeira aventura da Turma nos cinemas.

    Tratando de temas singelos e delicados, sem perder o tom irreverente e divertido, o filme consegue abordar o característico sentimento de união e cumplicidade dos quatro amigos de maneira que todas as idades saberão apreciar a história. Seja você um nostálgico leitor ou um recém-chegado no universo da Turma, as emoções e as risadas estarão garantidas. 

    Cena de Turma da Mônica — Laços.

    Dirigido por Daniel Rezende, que recentemente dirigiu o aclamado Bingo - O Rei das Manhãs, o longa é estrelado por Giulia BeniteKevin VechiattoLaura Rauseo e Gabriel Moreira que encarnaram perfeitamente em seus respectivos papéis de Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão. Ainda contamos com uma participação pra lá de especial de Rodrigo Santoro como Louco.

    Por fim, depois de passear um pouco pela trajetória que levou à criação de Turma da Mônica — Laços, deixamos o lembrete para leitores, entusiastas, fãs (de todas as idades!) e até mesmo os que desejam conhecer mais sobre a turminha: o filme chega aos cinemas de todo o Brasil no dia 27 de junho. E você, que provavelmente já brincou com seus amigos de "quem é quem" na Turma, pode aproveitar para responder a nossa enquete abaixo! 

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Balrog do alpha3
      Postaram a notícia sem nenhuma imagem da graphic novel, nota zero, jornalismo zeroEstudem
    • Schio-ACR
      Gostei muito dos personagens desde o primeiro trailer e olha que eu estava bem cético quanto a escolha dos atores, todos os 4 tem muito carisma, não tem nada haver com aquelas fantasias medonhas, magrelas, altas e cabeçudas usadas de representação dos personagens nos teatros. São todos realmente muito fofos igual ao dos gibis e da para ver que o filme foi feito com muito carinho, só espero que seja bom e mesmo que não for la essas coisas que ainda continuem com este elenco.
    Mostrar comentários
    Back to Top