Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Rocketman: Biografia de Elton John teve cenas cortadas na Rússia devido a "propaganda homossexual"
    Por Katiúscia Vianna — 31 de mai. de 2019 às 17:28
    facebook Tweet

    Parte do filme acompanha o romance de Elton John (Taron Egerton) e seu antigo empresário, John Reid (Richard Madden).

    Rocketman ainda não estreou na Rússia, mas a aguardada biografia de Elton John já foi exibida para alguns críticos da imprensa local, revelando como certas cenas foram censuradas no país.

    Segundo o jornalista Anton Dolin, todas as sequências envolvendo beijos ou sexo entre homens foram excluídas (inclusive, tal corte não seria feito de maneira discreta). Além disso, a edição da versão russa não apresenta o final original do filme de Dexter Fletcher — onde dizeres contam como Elton John se casou com David Furnish (também produtor de Rocketman), com quem cria dois filhos. Já o crítico Misha Kozyrev afirma que cenas com drogas também foram retiradas.

    Ministro da cultura local, Vladimir Medinsky, afirma que não teve nada a ver com a edição, que foi feita pela distribuidora Central Partnership. Por sua vez, a declaração oficial da imprensa dessa empresa revela, simplesmente, que "mudanças foram feitas para se adequar as leis da Federação Russa". Desde 2013, existe uma lei no país que proíbe a "propaganda gay", onde falar sobre homossexualidade com menores de idade é considerado crime. Parte da narrativa de Rocketman é centrada no romance de Elton John (interpretado por Taron Egerton) e seu antigo empresário, John Reid (Richard Madden).

    Em resposta, a Anistia Internacional declarou que tal censura é "um insulto aos direitos da comunidade LGBT, impedindo a liberdade de expressão e encorajando homofobia." Vale lembrar como Elton John já declarou como outros estúdios só queriam fazer o filme se tivesse menos sexo e drogas, mas o cantor recusou tais propostas, a fim de manter a veracidade de sua história.

    Rocketman está em exibição nos cinemas brasileiros. Leia a crítica do AdoroCinema e confira nossas entrevistas exclusivas com o elenco!

     

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Arthur Oliveira Souza
      Prova de que países conservadores como a Rússia são ótimos de se viver,assim como países árabes ,africanos e latino americanos,todos são utopias conservadoras,enquanto países liberais e progressistas como boa parte da Europa,Austrália ,nova zelândia e coréia do sul são podres de se viver devido ao seu liberalismo.Nota-se o sarcasmo , pois tem muita gente burra que não entende sarcasmo hoje em dia.
    Mostrar comentários
    Back to Top