Meu AdoroCinema
Blade Runner 2049: Jared Leto diz que políticos são os novos Replicantes e "um bando de reptilianos" (Entrevista exclusiva)
Por Renato Hermsdorff — 30/09/2017 às 10:23
facebook Tweet G+Google

E ainda imita Roy (Rutger Hauer), o vilão do primeiro filme.

Dizer que Jared Leto estava drogado em sua passagem pelo Brasil seria de uma irresponsabilidade interplanetária - além de mentira, claro. Mas que o geladinho do açaí bateu… ah, bateu… De passagem pelo Brasil, onde se apresentou no último dia 24, no Rock in Rio, com sua banda 30 Seconds to Mars - e acabou falando sobre seu novo filme, Blade Runner 2049 -, o moço ficou meio que viciado na polpa do fruto paraense.

Conhecido como ator “do método” (ele já deu a entender que enviou presentes inusitados para os companheiros de elenco de Esquadrão Suicida, para negar recentemente a informação), Leto chegou a ficar “cego” no set da sequência de O Caçador de Andróides (atitude que teria feito o diretor do filme, Denis Villeneuve, ir às lágrimas).

“Apenas fiz o que achei que deveria fazer”, ele disse ao AdoroCinema. “Trabalhei com um jovem chamado Chris, em Los Angeles, que é cego. E, realmente, ele foi essencial. Ele me ensinou tudo e me ajudou bastante”.


Às vésperas da estreia de 2049 nos cinemas brasileiros, em 5 de outubro, o fato é que nem a Sony liberou o filme (foi exibido um footage de 25 min. de cenas aleatórias da nova produção para a imprensa na última segunda, 25 de setembro), nem Leto quis entregar muito sobre Niander Wallace, seu personagem: “Por que você ainda não viu o filme todo? Você acha que é porque é muito ruim ou porque é muito bom? Me pergunto por que isso aconteceu. Temos que descobrir. [Quando isso acontece] Ou o filme é muito ruim ou é muito incrível”, desconversou.

O mantra que repetiu nas entrevistas foi: “Para mim, Blade Runner é como Star Wars. E também é um filme muito sexy, emocionante, complexo, provocativo, sedutor”.

Niander (a gente te conta) é o jovem empresário que, trinta anos após os acontecimentos do longa original, fez fama como um investidor do ramo da pesquisa genética para produção de alimentos, escassos. Quando compra a Tyrell Corporation, ele passa a apostar, também, na produção de Replicantes.


Refazendo as contas: lançado em 1982, Blade Runner, O Caçador de Andróides se passa, portanto, em 2019 - ano que está logo ali. Com nossos congressistas discutindo a “cura gay” (“Que desperdício de tempo! Quem se importa?”) e o presidente deles sendo… Donald Trump, será que era este o futuro que ele imaginava quando era criança?

“Não sou brasileiro para falar sobre a política daqui, mas em um nível humano e social, isso [a 'cura gay'] parece ser absolutamente estúpido. Nós estamos vivendo tempos importantes porque estamos fazendo perguntas que são realmente importantes. Em que tipo de país estamos vivendo? Que tipo de pessoas queremos ser? Essa é a parte boa. Acho que, no fim das contas, elas serão respondidas da forma certa”, acredita, para concluir que os políticos seriam os Replicantes de hoje em dia. Ou melhor, “um bando de reptilianos”. “Todos eles são falsos. Não sei com quem estão falando”.


Questionado sobre as semelhanças entre os estilos sádicos de Roy, o personagem de Rutger Hauer no longa anterior, e o Coringa, que ele interpretou em Suicide Squad, Jared Leto comentou: “Roy é o melhor vilão do mundo porque ele não é um vilão. É uma criatura belíssima no Blade Runner original. Ele está fazendo o que precisa fazer para viver! E ele é como uma criança, sabe?"

E quando o açaí bateu novamente, o imitou: “Eu vi coisas que vocês não imaginariam…”
“Naves de ataque ao largo de Órion...” Jared Leto parece viver bem à frente do nosso tempo. Em 2049, já, talvez.

Blade Runner 2049 Trailer (2) Legendado

 

facebook Tweet G+Google
Links relacionados
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Trailers
Vingadores: Guerra Infinita Trailer (3) Legendado
Praça Paris Trailer (2)
Somente o Mar Sabe Trailer Legendado
Pagliacci Trailer
A Cidade do Futuro Trailer
Deadpool 2 Trailer (3) Final Legendado
Todos os últimos trailers
Notícias de cinema Entrevistas
Cable terá um arco narrativo em quatro filmes, revela Josh Brolin
NOTÍCIAS - Entrevistas
quarta-feira, 18 de abril de 2018
Cable terá um arco narrativo em quatro filmes, revela Josh Brolin
Um Temporada na França: Diretor Mahamat-Saleh Haroun explica a importância de falar sobre imigrantes "sem o espetáculo de suas vidas difíceis" (Exclusivo)
NOTÍCIAS - Entrevistas
terça-feira, 17 de abril de 2018
Um Temporada na França: Diretor Mahamat-Saleh Haroun explica a importância de falar sobre imigrantes "sem o espetáculo de suas vidas difíceis" (Exclusivo)
Últimas notícias de cinema Entrevistas
Filmes da semana
de 19/04/2018
Exorcismos e Demônios
Exorcismos e Demônios
Diretor: Xavier Gens
Elenco: Sophie Cookson, Corneliu Ulici, Brittany Ashworth
Trailer
7 Dias em Entebbe
7 Dias em Entebbe
Diretor: José Padilha
Elenco: Daniel Brühl, Rosamund Pike, Eddie Marsan
Trailer
Submersão
Submersão
Diretor: Wim Wenders
Elenco: James McAvoy, Alicia Vikander, Alexander Siddig
Trailer
De Encontro com a Vida
De Encontro com a Vida
Diretor: Marc Rothemund
Elenco: Kostja Ullmann, Jacob Matschenz, Anna Maria Mühe
Trailer
Quase Memória
Quase Memória
Diretor: Ruy Guerra
Elenco: João Miguel, Charles Fricks, Tony Ramos
Trailer
Todo Clichê do Amor
Todo Clichê do Amor
Diretor: Rafael Primot
Elenco: Maria Luisa Mendonça, Débora Falabella, Marjorie Estiano
Trailer
Lançamentos da semana
Back to Top