Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Desejo de Matar
     Desejo de Matar
    10 de maio de 2018 / 1h 49min / Ação
    Direção: Eli Roth
    Elenco: Bruce Willis, Vincent D'Onofrio, Elisabeth Shue
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    2,2 18 críticas
    Usuários
    4,0 226 notas e 41 críticas
    Adorocinema
    3,5
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 18 anos
    Um homem gentil tem sua vida transformada quando sua família é abalada por um ato de violência que machuca a todos. Em busca de justiça, ele se transforma em uma máquina mortífera, para conseguir fazer justiça com as próprias mãos.
    Título original

    Death Wish

    Distribuidor IMAGEM FILMES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 4 curiosidades
    Orçamento -
    Remake de Desejo de Matar
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    TeleCinePlay Assista agora
    Looke Alugar
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    3,5
    Bom
    Desejo de Matar

    "Com responsabilidade, graças a Deus"

    por Rodrigo Torres
    O mundo mudou muito nos últimos anos. Esse novo levante dos movimentos sociais no Ocidente torna cada vez mais comum assistir a filmes antigos e pensar que eles jamais seriam feitos atualmente. O roteirista Joe Robert Cole, de Pantera Negra, observou que o pontapé inicial da Marvel no cinema seria diferente em 2018, com um Tony Stark (Robert Downey Jr.) diferente do homem cafajeste que vimos em Homem de Ferro, há apenas 10 anos. Certos comportamentos já não passam despercebida e impunemente, como misoginia, racismo, homofobia e outros abusos dos direitos humanos. O mesmo vale para personagens clássicos de John Wayne (Rastros de Ódio), Clint Eastwood (Dirty Harry) e outros justiceiros implacáveis, que jamais teriam a visão romantizada de outrora nos dias de hoje.Curiosamente, porém, dois artistas com apreço pela violência decidiram trazer de volta um personagem politicamente bastante inco...
    Ler a crítica
    Desejo de Matar Trailer Dublado 2:21
    Desejo de Matar Trailer Dublado
    27598 visualizações
    Desejo de Matar Trailer Original 2:12
    2296 visualizações
    Desejo de Matar Trailer (2) Original 2:29
    Pela web

    Elenco

    Bruce Willis
    Personagem : Paul Kersey
    Vincent D'Onofrio
    Personagem : Frank Kersey
    Elisabeth Shue
    Personagem : Lucy Kersey
    Camila Morrone
    Personagem : Jordan Kersey
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 21951 seguidores Ler as 1 227 críticas deles

    3,5
    Enviada em 10 de maio de 2018
    Bruce Wilis sempre entrega o que promete e nas maioria das vezes é pura diversão. Médico salva vidas, mas a esposa é assassinada em um assalto. Ele fará justiça com as próprias mãos e sua filha irá se recuperar do coma. Vale a pena como entretenimento.
    Gustavo S
    Gustavo S

    Segui-los Ler as 12 críticas deles

    5,0
    Enviada em 14 de maio de 2018
    Filme sem demagogia, é esse papo de desarmamento inútil q todo mundo sabe q não vai pegar nunca. Lembra a Lenda com Bruce Willis!!!!!!! Caraí foi demais. Pra quem gosta do gênero e do Bruçao, filmão . Se tiver na vibe do romance nem vai.
    Mauricio P.
    Mauricio P.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    5,0
    Enviada em 12 de maio de 2018
    Filme estilo das antigas: sem mimimi e muito tiro.. me lembrou os tempos de domingo maior com muita ação e pouca frescura.
    Sidney  M.
    Sidney M.

    Segui-los 13599 seguidores Ler as 1 080 críticas deles

    4,5
    Enviada em 21 de maio de 2018
    Gostei do filme, entretém de forma descompromissada e passageira. Filme violento e surpreende nos momentos de suspense. Mais um bom filme do diretor Eli Roth.
    41 Comentários do leitor

    Fotos

    22 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Remake

    Refilmagem de Desejo de Matar (1974), clássico dos anos 70 também estrelado por Bruce Willis.

    Conseguiu pegar?

    Ao contrário da história do livro e também do primeiro filme da franquia, este remake se passa em Chicago (os anteriores eram em Nova Iorque). No entanto, Desejo de Matar (1974) termina com o protagonista Paul Kersey se mudando para Chicago.

    Uma ação para variar

    Primeiro filme dirigido por Eli Roth que não é do gênero Terror.

    Últimas notícias

    Estreias da semana na Netflix (04/05 a 10/05)
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    segunda-feira, 4 de maio de 2020
    Dicas do Dia: Blade Runner 2049 e Lion - Uma Jornada para Casa são os destaques
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sábado, 11 de maio de 2019
    Como Ser Solteira também está na programação.
    Framboesa de Ouro 2019: Confira a lista de indicados ao Oscar dos filmes ruins
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 21 de janeiro de 2019
    Crimes em Happytime, Gotti, Holmes & Watson, Cinquenta Tons de Liberdade A Maldição da Casa Winchester estão na infame disputa!
    15 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Thiago Soares Mota
      - 143º filme de 2.019 - Visto em 09/05...- Eu nunca assisti a nenhum dos filmes da cinessérie Desejo de Matar com o ícone Charles Bronson! Nunca me chamaram a atenção! Mas me lembro de eu e meu amigos cinéfilos da minha cidade de Muniz Freire (E.S.) chamarmos a Sessão Domingo Maior da Globo de Sessão Charles Bronson, tamanha era a quantidade de vezes que esses filmes passavam nessa sessão nas décadas de oitenta e noventa (nós torcíamos por reprises de Comando Para Matar, Mestres do Universo, O Predador, Soldado Universal, entres outros, numa época em que o acesso aos filmes era muito limitado, principalmente em cidades do interior)! E, mesmo não tendo visto o original, resolvi ver o remake! E tive uma grata surpresa! Um bom filme no geral, com um roteiro que não se apressa em mostrar a mudança do personagem Paul Kersey (Bruce Willis, uma boa escolha para o papel)! Claro que uma situação como essa, de um vigilante fazendo justiça com as próprias mãos, geraria boas discussões, mas não é o foco do meu texto! Além do Bruce Willis, o elenco tem dois atores que eu aprendi a gostar vendo séries: Dean Norris, o Hank da série Breaking Bad, e Vincent D'Onofrio, o Wilson Fisk, da série Demolidor (um dos melhores vilões da Marvel Studios, ao lado do Thanos, Hela, Loki, Killmonger, Killgrave e Madame Gao)! Torço pra que a belíssima Camila Morrone, que faz a filha do Bruce Willis no filme, tenha mais chances no cinema e apareça mais vezes! Pra quem procura um bom filme de ação, esse é uma boa opção e, provavelmente, vai virar clássico da Sessão Domingo Maior! Tomara que seja uma guinada na carreira do Bruce Willis e que tenha uma sequência! Vale a pena...- Nota: 8,0/10 (Muito bom)...
    • The love of god
      Bom mas o original com o Charles Bronson é melhor...
    • J?lio C.
      Que puta filme ....nooooooooo
    • Alex A
      Filme bem bacana e atualizado com os dias de hoje.....
    • Daniel N.
      Muito bom! Até crível no limite do possível de uma situação assim... O desenvolvimento é muito bacana.
    • SAMUEL L.
      Filmaço!!!!! Podem assistir ao filme.. muita ação.
    • Luiz Ant?nio N.
      Após ter sua casa invadida e esposa assassinada por bandidos, Paul passa a acompanhar a polícia nas investigações para capturar os criminosos. Em poucos dias ele percebe que a polícia jamais encontrará os assassinos. Sem opções, ele terá que se aventurar por caminhos obscuros em uma jornada pessoal em busca de justiça.eu não assisti a versão original de 1974 com Charles Bronson mas acredito que por ser uma regravação foi muito bom e fico mais feliz ainda pelo Bruce Willis estar de volta em um filme que faz sentido pelo menos mesmo sendo uma história tão manjada ainda assim foi um bom filme⭐⭐⭐
    • Ricardo M.
      Representar diante das telinhas um desejo comum no âmago de uma pessoa nem de longe é raro nos cinemas. Em 1974, Desejo de Matar trouxe um Charles Bronson atuando como personagem ilustre no imaginário das muitos cidadãos, haja vista sua vontade incólume de vingança pessoal. Pois bem, DESEJO DE MATAR recebe uma regravação do clássico setentista com uma nova roupagem, mas a mesma essência.Bruce Willis interpreta Paul Kersey, um cirurgião devoto plenamente a família e sua profissão. Por uma infelicidade do destino, ele tem sua esposa assassinada e a filha deixada em coma, mas indiferente às reações de investigação da polícia local, ele resolve arregaçar as mangas e fazer justiça com as próprias mãos.Apesar das característica que mais se espera na produção ser a ação, na verdade a transformação de Kersey em uma espécie de vingador figura como elemento mais forte do filme. Willis mostra grande consternação pela tristeza sofrida pelo personagem e que vai sendo atenuada à medida que ele descobre um lado que as autoridades não conseguem suprir. Sob a tutela do sádico diretor Eli Roth, DESEJO DE MATAR tem apenas duas cenas gore ao extremo, mas isso não tira a diversão de primeira da obra, deixando tudo fluir bem e, às vezes, ocasional na medida.
    • Clayton S.
      bom filme manteve a mesma pegada dos filme do Charles Bronson uma nota 7.
    • Senhor Ivan
      Eli Roth sempre fez boas coisas na carreira,principalmente quando se fala de vingança.Mas esse remake é a pior coisa que o diretor já realizou na carreira.É um clichê sem limites,cheio de momentos absurdos daqueles que só vimos em filmes mesmo.Bruce Willis parece desanimado no personagem.Não apresenta ótimas sequências de ação como de costume,e as poucas cenas que o filme oferece é regada de surrealismo,mostrando que a sorte realmente está ao lado do protagonista.Exagerado!>Assistido em 24 de Maio de 2018-Dou nota 4/10
    • roberto fernamdo
      vou ver agora
    • MNC
      Death Wish (No Brasil: Desejo de Matar) é um clássico do cinema norte americano protagonizado pelo ator Charles Bronson (3/11/1921 - 30/08/2003), famoso por encarnar um personagem justiceiro, o arquiteto (Paul Kersey), que vinga a morte de sua esposa e filha, numa saga cinematográfica de 05 (cinco) filmes, sob a direção dos Diretores Michael Winner (I, II e III), J. Lee Thompson (IV) e Allan A. Goldstein (V).Com release previsto para 1º de março 2018 nos EUA, esse remake traz grande nostalgia e expectativa, para a geração que assistiu a sequência da película original, bem como para a nova geração que deseja ver Bruce Willis reviver o vigilante noturno Paul Kersey, agora vivido por um médico que teve a sua família assassinada por marginais.Infelizmente, o Brasil não exibirá Death Wish neste mês de Março/2018, fato que pode acarretar em prejuízos para a franquia dirigida pelo Diretor Eli Roth, pois os cinéfilos dificilmente irão esperar 31/05/2018 para assistir o filme.
    • Cléber Souza da Cruz
      Anos atrás já havia escrito nesse site minha opinião sobre remakes de filmes clássicos,uma das últimas modas do cinema americano junto com a exploração dos super-heróis de quadrinhos para as telas. Isso reflete a crise criativa que vive Hollywood. É raro um remake ser bem sucedido, a única exceção foi Mad Max, por isso eu repito que sou contra a refilmagem de clássicos, pois em clássico não se deve mexer.
    Mostrar comentários
    Back to Top