Minha conta
    10 curiosidades sobre Jackie Chan
    Por Renato Furtado — 14 de jan. de 2018 às 09:23

    O Mo Bu Gai Fei Di Tal!

    Chuck Norris pode ter levado toda a fama, mas o título de verdadeiro super-homem/humano indestrutível/mais insano artista marcial de todos os tempos tem outro dono: Jackie Chan. E para marcar o retorno do astro chinês às telonas brasileiras com O Estrangeiro, o AdoroCinema preparou uma lista de 10 curiosidades, fatos inusitados e histórias inacreditáveis sobre um dos mais queridos atores do mundo - confira no slideshow acima!

    Nascido em 7 de abril de 1954, em Hong Kong, Chan ficou conhecido por seus surpreendentes malabarismos em sequências de ação e por desafiar a morte ao trabalhar sem dublês em algumas das mais impressionantes e insanas cenas do cinema recente. Dono de uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, o astro chinês conseguiu atingir um imenso nível de popularidade tanto no Oriente, quanto no Ocidente ao equilibrar suas raízes com referências da sétima arte dos Estados Unidos.

    Especialista nos mais diversos tipos de artes marciais - incluindo o "Estilo do Punho Bêbado", onde o praticante golpeia como se estivesse embriagado - e em lutar com cadeiras, vestidos, portas de geladeiras e/ou quaisquer outros objetos que estejam próximos de si, Chan se inspirou nos clássicos comediantes de Hollywood para criar sua inconfudível e amada figura cinematográfica, misturando ação e comédia de um modo muito característico - e não é por acaso, portanto, que ele seja considerado por muitos como um Buster KeatonCharles Chaplin ou um Harold Lloyd de Hong Kong.

    Dois prêmios Guinness

    Jackie Chan, que ganhou seu nome artístico quando trabalhava como operário na Austrália, é detentor de dois recordes mundiais certificados pelo Guinness: Maior Número de Acrobacias feitas por um ator vivo e Maior Número de Cargos Exercidos em uma só produção. Em Operação Zodíaco, o filme em questão, Chan bateu o antigo recordista Robert Rodriguez com suas 15 funções desempenhadas: roteirista, diretor, protagonista, produtor, produtor executivo, diretor de fotografia, diretor de arte, produtor de set, coreógrafo, cenógrafo, eletricista, dublê, compositor da música-tema, vocalista da música-tema e coordenador da alimentação.

    Cantor profissional

    Aliás, falando em cantar, Chan é um vocalista treinado. Ele se formou, ainda na juventude, na Escola de Ópera de Pequim e iniciou sua carreira profissional na música em 1984. Desde então, ele já lançou mais de 20 álbuns, vendendo milhões de cópias ao redor do mundo. Ele canta em cantonês, mandarim, japonês, taiwanês e inglês, se apresentou no encerramento das Olimpíadas de Pequim e é responsável por boa parte dos vocais dos temas musicais de seus filmes e de algumas versões chinesas das canções da Disney.

    Li Shang

    A relação do ator com a Disney, no entanto, vai muito além dos vocais. Chan é o dublador chinês do Capitão Li Shang, interesse romântico da heroína Mulan, e também canta "Homem Ser", uma das principais músicas da animação.

    Jackie Chan não é Jackie Chan!

    No popular desenho As Aventuras de Jackie Chan, o astro aparece como si mesmo e em live-action em alguns momentos, inclusive na clássica sequência de abertura. Mas o protagonista do desenho, apesar de ser o próprio Chan, não foi dublado por ele: James Sie é o responsável pela voz do personagem. Mas a sobrinha da ficção é a sobrinha da vida real de Chan: Jade, a personagem, é dublada por Stacie Chan.

    Professor Jackie Chan

    Não, não estamos falando do candidato a vereador homônimo das eleições de 2016. Jackie Chan realmente é professor da matéria de Gerenciamento de Turismo na Faculdade de Gerenciamento de Turismo e Hotelaria da Universidade Politécnica de Hong Kong.

    Perfeccionista ao extremo

    Stanley Kubrick? David Fincher? Akira Kurosawa? Não. É Jackie Chan quem atende pela alcunha de diretor mais perfeccionista de todos os tempos. Em Dragon Lord, o astro decidiu iniciar o longa com uma cena bombástica. Mas apesar do tamanho da sequência, a parte mais difícil de ser filmada foi a do próprio Chan. Pelo roteiro, ele só precisava dar um chute no ar, algo mais do que fácil para um especialista como o ator. No entanto, como queria encontrar o ângulo de câmera certo e o timing perfeito, Chan decidiu repetir a cena até ficar satisfeito - e segundo a lenda, isso aconteceu depois de aproximadamente 2900 repetições.

    A acrobacia mais insana

    Em Who Am I?, Jackie Chan, como sempre, encontra-se encurralado por bandidos e precisa encontrar uma forma de escapar. O problema, contudo, é que ele está no topo de um prédio, o Willemswerf Building, em Roterdã, na Holanda. No longa, Chan decide que a única forma de escapar é deslizando pela lateral do edifício de 21 andares - e como ele não usa dublês, ele realmente deslizou pela lateral do prédio! Aos 45 anos! Confira o vídeo.

    Arrebentando... a cara

    O cartaz de Arrebentando em Nova York ficou famoso por trazer um bem-humorado infográfico completo de todas as lesões sofridas por Chan até a época de lançamento do longa, em 1995. Ele quebrou o nariz, as mãos, os pés, os tornozelos, deslocou os ombros e a pélvis, e teve as pernas esmagadas na colisão entre dois carros.

    Acidente quase fatal

    As contusões sofridas por Chan podem ter ganhado um caráter quase folclórico, mas o ator e diretor quase morreu durante as filmagens de Armadura de Deus. Em uma entrevista recente, o astro revelou que por pouco uma das acrobacias do filme - um salto de uma altura de 40 metros que deu errado - não o levou a óbito.

    Jackie Chan Stunt Team

    Desde a década de 1970, Chan coordena o Jackie Chan Stunt Team, uma equipe de dublês e artistas marciais de último nível que ajudam Chan a realizar todas as impossíveis manobras concretizadas em seus filmes. Segundo a lenda conta, Chan e seus companheiros se comunicam através de sons e grunhidos específicos, parte de uma linguagem criada por eles mesmos.

    Bônus!

    Chan não gosta da franquia A Hora do Rush. Para ele, o humor é muito americano e as cenas de ação são pouco inspiradas. Ele só retornou para o segundo longa por causa da quantia absurda de dinheiro que lhe foi oferecida e para o terceiro para agradar aos fãs.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top