Minha conta
    Pantanal tem história familiar impressionante nos bastidores: Entenda como surgiu a ideia de fazer o remake
    17 de mar. de 2022 às 11:28
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    Com autoria de Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, novela entra na grade da Globo em 28 de março.

    Bruno Luperi está no comando da nova versão de Pantanal. Ao seguir os passos do avô, Benedito Ruy Barbosa, autor da trama original, o roteirista disse estar muito honrado em poder revisitar a história exibida há mais de três décadas na extinta Manchete. 

    Em coletiva de imprensa acompanhada pelo AdoroCinema, o escritor indicado ao Emmy Internacional de Melhor Novela por Velho Chico, em 2017, compartilhou alguns bastidores da próxima megaprodução da Rede Globo. Inicialmente, Bruno disse ter se assustado ao receber a proposta de cuidar da nova versão de Pantanal. Segundo o roteirista, ele foi contatado através de um telefonema com o convite em meados de 2019. A Rede Globo começou a tramitar a aquisição dos direitos da obra original há muito tempo, mas precisou ser interrompida após a exibição da novela no SBT. A negociação foi retomada e selada apenas em 2020. Anunciado oficialmente em setembro daquele ano, o projeto entrou no cronograma da emissora pelo desejo do autor original. Na época, Benedito disse ao Fantástico que o remake era a realização de um grande sonho.

    A obra mais importante de Benedito Ruy Barbosa

    O laço familiar não está apenas nos holofotes da narrativa, mas também foi uma condição para que essa nova versão existisse. "Meu avô só aceitaria se eu fizesse, assim como a Globo. Isso por uma ideia que eles têm sobre a [minha] capacidade de falar sobre esse Brasil profundo, uma coisa que está muito presente no meu imaginário”, explicou o autor do remake. “Foram as histórias que eu ouvi crescendo e ele é a minha maior referência em dramaturgia, em contação de histórias também. Cresci no pé da cama dele ouvindo as histórias, as lendas, os mitos, e isso, de alguma maneira, deve ter permeado meu imaginário." “Ele sempre me deu a benção, o voto de confiança. É um grande desafio porque a gente parte de um clássico. Foi um divisor de águas na carreira dele. Depois de Pantanal, ele voltou para a Globo como autor de horário nobre para escrever Renascer, Rei do Gado, Terra Nostra, Esperança, e se consagrou", relembrou o escritor que considera Pantanal a obra mais importante da carreira do avô.

    Pantanal: Autor enfrentou desafio para trazer a trama aos dias atuais e honrar legado da novela original; entenda

    Benedito, desde a primeira conversa com a Rede Globo para a nova versão do folhetim, anos atrás, tem acompanhado todo o processo de produção da novela. “Ele me deu total confiança. A gente tem uma distância regulamentar no processo para que eu consiga fazer o que imagino que precisa ser feito na obra. Ele me disse: 'Vai com o que Deus te deu. Confia nisso que vai dar certo. Acredita no seu talento, no que bate no teu coração'”, revelou o roteirista. "É um momento especial, não só de carreira. Tive o privilégio de parar dois anos para me dedicar à obra dele. É uma maneira de retribuir tudo o que ele fez por mim, pela minha família e tudo o que ele carregou para trazer a gente até aqui. Acho que é uma responsabilidade muito grande, mas é um prazer muito maior. Eu faço uma terapia com o texto dele, porque encontro razões e grandes esteios da minha formação, dos valores da minha família, e poder trazer tudo isso para os dias de hoje é muito bom."

    Pantanal: Juliana Paes revela diferenças entre a transformação em onça de sua personagem e a Maria Marruá original

    Bruno disse que em recente conversa com o avô citou a música do Marcos Viana que dá nome à novela. Relembrou o trecho "A Terra tão verde e azul / Os filhos dos filhos dos filhos / Dos nossos filhos verão" ao pontuar que os bisnetos de Benedito Ruy Barbosa poderão acompanhar o trabalho do bisavô a partir da releitura do folhetim, algo que emocionou o dramaturgo. Ele completa: "Fecha um grande ciclo da carreira dele, da vida dele. É uma grande homenagem. Só tenho a agradecer!. Espero estar à altura." A nova versão de Pantanal estreia na Rede Globo em 28 de março, na faixa das nove.

    Pantanal (2022)
    Pantanal (2022)
    Data de lançamento 28 de março de 2022
    Séries : Pantanal (2022)
    Com Marcos Palmeira, Alanis Guillen, Jesuíta Barbosa
    Usuários
    3,5
    Assista agora
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top