Minha conta
    Utopia, série do Amazon Prime Video, mistura Stranger Things e Tarantino, diz Rainn Wilson (Entrevista)
    Por Amanda Brandão — 30 de out. de 2020 às 10:00

    Utopia chega no Amazon Prime Video nesta sexta-feira, dia 30 de outubro.

    A mais nova aposta do Amazon Prime Video é Utopia, uma série de conspiração distorcida que tem como tema central algo bem atual: uma pandemia. A produção é inspirada na série britânica de mesmo nome e criada por Gillian Flynn, de Garota Exemplar e Sharp Objects.

    Utopia segue um grupo de fãs de quadrinhos que se une pela obsessão comum em um quadrinho até então fictício chamado "Utopia". O que acontece é que Becky (Ashleigh LaThrop), Ian (Dan Byrd), Samantha (Jessica Rothe), Wilson (Desmin Borges) e Grant (Javon Walton) acabam descobrindo novos significados ocultos da HQ e que, na verdade, é uma ameaça à humanidade.

    Coronavírus: 5 séries e filmes para entender melhor a pandemia

    E então eles embarcam em uma aventura para, literalmente, salvar o mundo. Neste momento, eles conhecem a personagem central dos quadrinhos, Jessica Hyde (Sasha Lane), que se junta a eles. John Cusack vive Dr. Kevin Christie e Rainn Wilson é o cientista Dr. Michael Stearns. A produção, com uma temática tão atual que chega a assustar, estreia no Prime Video em 30 de outubro e o AdoroCinema entrevistou o elenco que comentou sobre a semelhança da produção com Stranger Things.

     

    Utopia tem como tema central uma pandemia

    Para John Cusack, com os temas de uma distopia, a série traz uma reflexão do mundo e dos problemas que a sociedade está enfrentando. “Todos nós sabemos sobre o aquecimento global e a crise alimentar e os problemas que as pessoas enfrentam os dias, mas acho que foi meio chocante ver que haveria uma pandemia que sairia do controle, especialmente nos Estados Unidos. Mas há muita coisa acontecendo na série além disso, não se trata apenas de pandemias e violência, é também sobre a escassez de alimentos, aquecimento global local, sobre superpopulação e guerras sem fim. Mas, dito isso, também acho, acho, assim como a série original, é divertida também. Tem teoria, temas sérios, mas acho que será uma maneira de as pessoas se divertirem”, disse. Rainn Wilson, conhecido por seu trabalho como Dwight em The Office, também está no elenco da série. O astro conta que se surpreendeu com a pandemia global do coronavírus ter surgido poucos meses após encerrarem as filmagens da série, que tem um tema tão semelhante. “Na hora, mandei uma mensagem de texto para o elenco e para Gillian: ‘O que está acontecendo? O mundo real está apenas espelhando nosso show. É isso’. Assim como o que estamos vivendo, é uma pandemia, o vírus, as conspirações, a corrida pela vacina no mercado. O medo e o terror de uma pandemia”, comentou. “É surpreendente. Esperançosamente, o público entenderá que isso é entretenimento, e deve ser divertido e distorcido”, completou Wilson. Sasha Lane, uma das protagonistas, ainda acrescentou que Utopia não quer mostrar que preveu algum vírus, mas sim ser apenas uma obra de ficção.

    10 Melhores séries Amazon Prime Originals

    Gillian Flynn e os plot twists em Utopia

    Assim como em seus trabalhos já conhecidos, Gillian trouxe os famosos plot twists para Utopia. John Cusack comentou sobre o roteiro e elogiou o trabalho da autora: “O que é revelado no terceiro e quarto episódios, mas então o que acontece nos próximos faz todas as outras surpresas parecerem pequenas em comparação. Portanto, há uma grande arte na arquitetura da escrita, para surpreender continuamente as pessoas sobre os personagens e de uma forma que seja chocante. Mas quando você olha para trás, parece que era inevitável o tempo todo. Então, é muito, é realmente apenas os melhores escritores que podem fazer isso, Gillian é uma verdadeira mestra”. Eu estava um pouco familiarizado com o trabalho dela. Mas durante o curso de trabalhar no show com ela, eu estava simplesmente emocionado. Ela é brilhante. Ela tem uma imaginação tão distorcida e um senso de humor tão sombrio. E ela parece apenas uma dona de casa americana normal, um pouco mauricinha, sabe, meio que meio suburbana de Chicago. E sua imaginação e humor são tão distorcidos. E ela é brilhante. Sua escrita é incrível. Os personagens saltam da página. É engraçado, é surpreendente. E estou muito feliz por trabalhar com ela. Rainn Wilson completou dizendo que Utopia chega a ser emocionante e comentou sobre o repeteco em uma produção que é um remake de uma série britânica. “Tenho a honra de ter outra oportunidade de fazer parte de pegar uma premissa britânica incrível de um show e americanizá-lo, torná-lo nosso e encontrar uma nova maneira de atingir um público ainda maior e mais amplo. Os ingleses são contadores de histórias incríveis desde antes dos dias de Shakespeare, e estão continuando essa tradição na televisão e no cinema. É uma ideia brilhante e Gillian a tornou mais ‘americana’, e com isso quero dizer, acho que vai servir para o público brasileiro ou francês ou onde quer que você esteja ao redor do mundo, mas é uma espécie de entretenimento de massa do mercado”, disse. Sasha Lane revelou que a série tem muitas reviravoltas e momentos de cair o queixo. “Eu simplesmente amo o fato de que faz você querer continuar assistindo para ver o que vai acontecer. Você fica tipo, ‘ok, mas o que isso significa?’. E como podemos conectar isso é incrível”, comentou ela.

    “Utopia é como se Stranger Things encontrasse Tarantino”, diz Rainn Wilson

    John Cusack ressaltou que o seu personagem e a série vão explodir a cabeça do público. “O Kevin é um personagem muito intenso e tem seu caráter muito comprometido. Acho que tudo o que você acha que sabe sobre o personagem e os primeiros episódios, no meio da série, você mudará sua opinião. E ao final do show, você vai explodir”, afirmou o astro. Michael Stearns é interpretado por Rainn Wilson e o astro ressaltou que ele é alguém por quem o público pode realmente torcer. “Utopia tem uma história extremamente perturbadora. É superdivertida, uma espécie de aventura estrondosa, mas atinge muito perto de casa na sociedade contemporânea. Então, não é como se Stranger Things, com monstros saindo de uma fábrica misteriosa em uma pequena cidade, nós realmente não sentimos que isso vai acontecer. Mas Utopia está espelhando eventos muito próximos do mundo real”, disse ele. “Para mim, Utopia é como Stranger Things encontra Quentin Tarantino. Portanto, temos um grupo de jovens partindo para essa aventura e, ao mesmo tempo, cabeças são cortadas e pessoas estão levando tiros no rosto”, concluiu. Utopia estreia nesta sexta-feira, dia 30, no Amazon Prime Video.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top