Minha conta
    Brooklyn Nine-Nine: Criador planeja episódio sobre o movimento #MeToo
    Por Katiúscia Vianna — 8 de ago. de 2018 às 16:28

    Dan Goor também garantiu que o elogiado arco sobre a bissexualidade de Rosa (Stephanie Beatriz) também ganhará espaço na comédia.

    Todo mundo sabe que Brooklyn Nine-Nine é uma divertida comédia. Mas um de seus grandes trunfos é conseguir abordar delicados assuntos, como questões raciais e bissexualidade. E a série pretende continuar assim, não importa em qual emissora seja exibida.

    "Esses episódios são dificeis, mas estamos bem felizes com o resultado. Nosso desafio é torná-los orgânicos para o show, serem engraçados, mas com o peso do assunto. Definitivamente continuaremos a abordar a bissexualidade de Rosa (Stephanie Beatriz), por exemplo. Não queremos confirmar nada, mas estamos interessados em fazer algo sobre o movimento #MeToo. É algo que estamos debatendo na sala dos roteiristas", contou o criador Dan Goor, em painel da NBC no TCA.

    O astro Andy Samberg também reforçou essa ideia, dizendo que "tal episódio só será feito de uma forma que faça justiça ao tema", enquanto Andre Braugher confia no talento da equipe: "Esses caras têm o dom para traduzir assuntos sérios de forma cômica."

    Vale lembrar que, um dos membros do elenco, Terry Crews teve um papel importante para o movimento, ao denunciar o abuso sexual que sofreu. E o apoio de seus colegas foi essencial para o ator: " É sobre contar sua história. Me sentindo seguro e, tendo amigos em Brooklyn Nine-Nine, isso me ajudou a contar minha verdade e ainda ir ao trabalho. Fez a diferença. É engraçado, pois aprendi tanto nesse show. Falei sobre o assunto com os meus companheiros de cena, antes de comentar publicamente, e tive muito suporte. Para mim, esse foi um verão de liberdade."

    Com 13 episódios, a sexta temporada de B99 ainda não ganhou previsão de lançamento.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top