Minha conta
    “Recusei muitos trabalhos após Cidade de Deus”: Ambientada na favela da Maré, Amar é Para os Fortes é o mais novo trabalho da diretora Kátia Lund (Entrevista Exclusiva)
    Giovanna Ribeiro
    Giovanna Ribeiro
    -Redatora
    Aprendeu com Amélie Poulain a ir ao cinema sozinha às sextas e observar a reação do público. Mas, no fundo, queria mesmo era ser o Rocky Balboa.

    Série criada por Marcelo D2 defende que o amor também pode ser revolucionário.

    A mais nova série nacional original Prime Video, Amar é Para os Fortes, traz para as telas um pouco da visão criativa de Marcelo D2. O músico carioca, que já acumula décadas de carreira, aqui se aventura no audiovisual como um dos criadores da série - e vem muito bem acompanhado. Um dos nomes responsáveis pela direção é Kátia Lund, co-diretora de Cidade de Deus.

    Em entrevista exclusiva para o AdoroCinema, Kátia revelou que desde Cidade de Deus, recusou muitos projetos que se pareciam demais com o longa-metragem de 2002 indicado ao Oscar. Mas a originalidade de Amar é Para os Fortes a atraiu para a empreitada. Para ela, a força da série reside no fato de ser, acima de tudo, uma história feminina.

    [Cidade de Deus] ficou um filme muito masculino [...] O que mais me atraiu [em Amar é Para os Fortes] foi o ponto de vista das mulheres, das famílias e da comunidade. Foi por isso que eu quis fazer

    Viver na guerra cansa

    Prime Video

    Baseado no álbum homônimo de Marcelo D2, a série Amar é para os Fortes denuncia a violência da polícia militar do estado do Rio de Janeiro, seguindo a rotina de duas famílias negras que precisam lidar com o luto e a injustiça, mas em lados opostos da história. Com uma operação policial que acontece no Dia das Mães, os destinos de Rita e Edna acabam se entrelaçando por meio de uma tragédia.

    Rita perde seu filho Sushi, de apenas 11 anos, assassinado pela polícia, enquanto Edna, é mãe de Digão, o policial responsável pela morte da criança. As duas embarcam em uma jornada por justiça e redenção, precisando encarar a corrupção policial e a burocracia do sistema judiciário. Enquanto isso, o filho mais velho de Rita, Sinistro, ao lado dos amigos da favela da Maré, buscam outros meios de lutar por justiça, sobretudo através da arte.

    Além de Kátia Lund, dividem a direção Yasmin Thainá e Daniel Lieff. A série é uma criação de Antonia Pellegrino, Camila Agustini e do próprio Marcelo D2. O AdoroCinema conversou com todos os criadores e diretores, que destacaram a importância de "contar essa história de forma que as pessoas se identificassem”. O elenco principal - Tatiana Tibúrcio, Breno Ferreira, Maicon Rodrigues e Mariana Nunes - também compartilhou suas percepções acerca da representação das famílias pretas no audiovisual.

    A entrevista completa, você confere no Youtube do AdoroCinema.

    Amar é Para os Fortes
    Amar é Para os Fortes
    Data de lançamento 2023-11-17 | min
    Séries : Amar é Para os Fortes
    Com Tatiana Tibúrcio, Clara Moneke, Breno Ferreira
    Usuários
    2,9
    Assista agora

    Os 7 episódios de Amar é Para os Fortes estão disponíveis exclusivamente no Prime Video.

    *Fique por dentro das novidades dos filmes e séries e receba oportunidades exclusivas. Participe do nosso Canal no WhatsApp e seja um Adorer de Carteirinha!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Back to Top