Minha conta
    Cena icônica de filme clássico foi feita com dinheiro de verdade por motivo peculiar
    Por Nathalia Jesus — 30 de set. de 2022 às 20:12

    O longa-metragem dirigido por Martin Scorsese tem uma história interessante nos bastidores.

    Os Bons Companheiros é um dos maiores clássicos do cinema, dirigido pelo respeitado Martin Scorsese. O filme é estrelado por Ray Liotta, que faleceu este ano, e Robert de Niro, cujo enredo é focado em Henry Hill, um garoto do Brooklyn que sempre sonhou em ser gângster e começa a “carreira” aos 11 anos de idade, sendo orientado por James Conway, um mafioso em ascensão. Tratado como filho por mais de vinte anos, ele se envolve em golpes cada vez maiores e o jovem ambicioso conquista prestígio, se envolve com o tráfico de drogas, prática grandes roubos e ganha muito dinheiro, mas os agentes federais estão na sua cola e o seu destino pode mudar a qualquer momento. O filme, baseado no livro Wiseguy, de Nicholas Pileggi, teve muitas cenas icônicas e, uma delas, envolvia dinheiro — como esperado em um longa-metragem sobre máfia. No entanto, enquanto todos os atores usaram dinheiro falso, Robert De Niro optou por gravar com notas verdadeiras.

    Os Bons Companheiros
    Os Bons Companheiros
    Data de lançamento 1990 | 2h 25min
    Criador(es): Martin Scorsese
    Com Ray Liotta, Robert De Niro, Joe Pesci
    Usuários
    4,6
    Assista agora em HBO Max

    Em entrevista a QG, Robert Griffon, coordenador de adereços no set, revelou que, em Os Bons Companheiros, o ator utilizou cinco mil dólares de verdade para gravar a cena do cassino, em que seu personagem joga notas de 20 e 50 dólares ao redor. De acordo com ele, Robert De Niro não gostou da sensação do dinheiro falso em sua mão e insistiu em usar dinheiro real. Assim, o mestre de adereços retirou vários milhares de dólares de seu próprio dinheiro para usar. No final de cada tomada, ninguém tinha permissão para sair do set até que todo o dinheiro fosse devolvido e contado. Vale mencionar que este foi sexto filme de Martin Scorsese e Robert De Niro juntos. Os outros foram Caminhos Perigosos (1973), Taxi Driver (1976), New York, New York (1977), Touro Indomável (1980) e O Rei da Comédia (1983).

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top