Minha conta
    O filme que definiu o cinema de ação nos últimos dez anos
    17 de ago. de 2022 às 17:20
    Giovanna Ribeiro
    Giovanna Ribeiro
    -Redação
    Aprendeu com Amélie Poulain a ir ao cinema sozinha às sextas e observar a reação do público. Mas, no fundo, queria mesmo era ser o Rocky Balboa.

    Dificilmente qualquer outro filme de ação produziu tantos imitadores nos últimos anos quanto John Wick, com Keanu Reeves. A primeira parte da lendária saga do assassino de aluguel está disponível no streaming.

    No início da década de 2010, o cinema de ação de Hollywood consistia principalmente em filmes de super-heróis, que experimentaram um verdadeiro boom pelo menos desde Homem de Ferro e Batman - O Cavaleiro das Trevas. Outras produções de alto orçamento como Velozes & Furiosos 5: Operação RioMissão Impossível - Protocolo Fantasma e 007 - Operação Skyfall também vieram com aventuras mundiais e acrobacias insanas, bem como vários thrillers menores de espionagem e vingança, todos baseados no estilo de câmera instável de A Identidade Bourne, estabelecido dez anos antes. No entanto, faltou fôlego, especialmente na área de orçamento médio, até 2014 - quando John Wick - De Volta ao Jogo surge, sendo talvez o filme de ação mais influente dos últimos dez anos.

    John Wick - De Volta ao Jogo
    John Wick - De Volta ao Jogo
    Data de lançamento 27 de novembro de 2014 | 1h 41min
    Criador(es): David Leitch, Chad Stahelski
    Com Keanu Reeves, Michael Nyqvist, Alfie Allen, Adrianne Palicki, Bridget Moynahan
    Imprensa
    3,2
    Usuários
    4,3
    Adorocinema
    3,0
    Assista agora
    Do que se trata John Wick - De Volta ao Jogo?

    John Wick (Keanu Reeves) é um assassino lendário que largou o emprego para viver uma vida tranquila com sua esposa (Bridget Moynahan). No entanto, quando ela adoeçe e morre, deixa para ele um cachorrinho. O amigo de quatro patas é tudo o que John tem na vida, mas o animal também é morto - por Iosef (Alfie Allen), o filho medíocre do poderoso chefe do crime Viggo Tarasov (Michael Nyqvist). Viggo sabe que Iosef cavou sua própria cova, por mexer com o cara errado. Desesperado para salvar seu filho, ele envia muitos de seus capangas atrás de John Wick, que está em busca de vingança. Mas ninguém parece ser capaz de competir com esse assassino profissional.

    Quem teria pensado que um filme sobre um homem que quer vingar a morte de seu cachorro, se tornaria um clássico cult em pouco tempo? Existem duas razões principais pelas quais John Wick é tão fascinante. Por um lado, há a construção de mundo extraordinariamente bem pensada para um filme de ação. Existe toda uma subcultura de assassinos contratados com suas próprias regras sociais e tradições que se conhecem, respeitam e temem uns aos outros.

    Ainda mais importante, no entanto, é a ação em si, que foi encenada no estilo gun fu. É uma abordagem que mistura tiroteios e brigas de artes marciais na mesma medida. Gun Fu tem suas raízes em Hong Kong e se tornou popular entre os aficionados de ação principalmente por causa dos filmes de John Woo. Mas em Hollywood, o subgênero, que brilha com sequências de ação particularmente elegantes e meticulosamente coreografadas, foi negligenciado por muito tempo - se você desconsiderar Matrix e seus imitadores.

    No entanto, enquanto Matrix para muitos, exagera em suas coreografias de combate com superpoderes e efeitos CGI, John Wick celebra o gun fu em seu estado mais puro. Tudo o que o herói titular faz provavelmente também seria fisicamente possível no mundo real. Mas a perfeição e eficiência com que John Wick executa suas mortes é o que o torna um ser quase sobrenatural. Se por um lado, há a brutalidade exacerbada - John Wick atirando na cabeça de seu inimigo a sangue frio como em uma linha de montagem - por outro lado, também há uma preocupação estética rigorosa.

    O assassino John Wick (Keanu Reeves).

    Raramente um filme de ação norte-americano foi tão estiloso e ao mesmo tempo tão brutal quanto este thriller de vingança. Por mais perverso que possa parecer: John Wick transforma o assassinato em massa em algo quase sublime. O filme não é uma orgia de tiros desajeitada, mas um balé de tiros cuidadosamente organizado em que cada movimento flui precisamente para o próximo.

    A fórmula apurada de John Wick está agora firmemente estabelecida em Hollywood. Os dois diretores Chad StahelskiDavid Leitch usaram com sucesso como diretores e produtores várias vezes nos anos que se seguiram: de Atômica a Anônimo e Kate ao recém-lançado filme da Netflix Dupla Jornada. Sem esquecer a própria franquia John Wick, cuja quarta parte já está em andamento. Mas também com filmes em que os criadores de John Wick não estiveram envolvidos, como Coquetel Explosivo e A Profissional, a influência da ação do matador contratado que começou em 2014 pode ser claramente sentida.

    Portanto, o franquia protagonizada por Keanu Reeves já é um pedaço da história dos filmes de ação. Se você perdeu John Wick até hoje, é possível recuperar o atraso, conferindo no Prime Video.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top