Minha conta
    Uma das melhores adaptações dos games oferece 2 horas de ação excepcional
    24 de mar. de 2022 às 11:02
    Diego Souza Carlos
    Apaixonado por cultura pop, latinidades e karê, Diego ama as surpresas de Jordan Peele, Guillermo del Toro e Anna Muylaert. Entusiasta do MCU, se aventura em estudar e falar sobre cinema, TV e games.

    Ação e adrenalina guiam longa dirigido por Roar Uthaug, de Fuga e A Onda.

    Remakes e adaptações são as grandes tendências de Hollywood nos últimos anos. Filmes e séries que apresentam narrativas originadas de outras mídias, trazidas ao audiovisual pelo costume da indústria em rever e reutilizar boas histórias. Tomb Raider - A Origem é uma dessas produções.

    Oriunda dos videogames, com seu primeiro título lançado em 1996, a série de jogos de aventura e ação tem conquistado milhões de fãs ao longo das últimas décadas. No entanto, a história protagonizada pela vencedora do Oscar Alicia Vikander não é a mesma apresentada há 25 anos. 

    Alicia Vikander encarna Lara Croft

    O filme de 2018, como diz o título, apresenta a origem de Lara Croft. Inspirado na reinicialização da franquia de videogames de 2013, o filme de quase duas horas acompanha a heroína aos 21 anos. Neste momento da vida, ela ganha a vida fazendo entregas de bicicleta pelas ruas de Londres, se recusando a assumir a companhia global do pai. 

    Puxada pelo desaparecimento do pai, que a atormenta há sete anos, Lara decide desvendar o mistério do seu sumiço e larga tudo para ir até o último lugar onde ele esteve. Assim, ela adentra em uma perigosa aventura numa ilha japonesa. 

    Uma das maiores franquias dos videogames pode ganhar série épica pelo Prime Video

    Anteriormente, a personagem foi vivida por Angelina Jolie nos cinemas, no início dos anos 2000. Recheado de ação, aventura e suspense, essa nova versão mantém os elementos do game com uma nova abordagem da arqueóloga. 

    A vivacidade das cenas de ação toma conta das telas por um detalhe curioso: Alicia Vikander decidiu fazer todas as acrobacias que a personagem exigia sem necessitar utilizar dublês para isso. A adrenalina criada pela atmosfera do longa expande o universo dos games para uma experiência de ação excepcional. Roar Uthaug, de Fuga e A Onda, está na direção. 

    Criadora de Lovecraft Country vai dirigir sequência 

    Misha Green, criadora, roteirista e produtora de Lovecraft Country, vai comandar a sequência de Tomb Raider. A cineasta também atuou como produtora da série ao lado de Jordan Peele e J.J. Abrams

    Escolhida para a função em janeiro do ano passado, a produtora também deve escrever a história do filme, que pode utilizar elementos dos jogos subsequentes ao reboot de 2013, Rise of Tomb Raider e Shadow of Tomb Raider. 

    Futuro de Tomb Raider é na Netflix

    Tomb Raider ganhará uma nova adaptação em breve. Dessa vez, em anime. Produzida pela Netflix, a animação terá Hayley Atwell, intérprete de Peggy Carter no Marvel Studios, como a dubladora da arqueóloga britânica.

    O roteiro está nas mãos de Tasha Huo, que também escreveu as histórias de The Witcher: A Origem e Red Sonja. O projeto será conduzida pela Powerhouse Animation, estúdio responsável por Castlevania e Mestres do Universo: Salvando Eternia. Ainda não há previsão de estreia. 

    The Last of Us: Quando estreia a adaptação do game? Executivo da HBO revela janela de lançamento da série

    Lara Croft - A Origem pode ser assistido no streaming do Telecine, disponível no Globoplay. 

    Tomb Raider: A Origem
    Tomb Raider: A Origem
    Data de lançamento 15 de março de 2018 | 1h 58min
    Criador(es): Roar Uthaug
    Com Alicia Vikander, Dominic West, Walton Goggins, Daniel Wu, Kristin Scott Thomas
    Imprensa
    2,3
    Usuários
    3,6
    Adorocinema
    2,5
    Assista agora
    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top