Minha conta
    Há 20 anos, nenhuma mulher negra ganha Oscar de Melhor Atriz
    Por Bruno Botelho dos Santos — 7 de fev. de 2022 às 18:33

    Halle Berry foi a primeira (e única) mulher negra a ganhar o Oscar principal de Melhor Atriz, por sua atuação em A Última Ceia.

    Estamos perto do Oscar 2022 e, mesmo depois de diversas edições da mais importante premiação do cinema, ela ainda conta com sérios problemas de representatividade. Esta edição carrega mais uma marca negativa em sua história, pois se completam 20 anos desde que uma mulher negra ganhou o Oscar principal de Melhor Atriz.

    Halle Berry se diz "profundamente magoada" e reavalia a importância de sua vitória no Oscar

    Para quem não sabe, Halle Berry se tornou a primeira mulher negra a ganhar o Oscar de Melhor Atriz em 24 de março de 2002, por sua atuação como Leticia Musgrove em A Última Ceia (2001). Lamentavelmente, desde então, nenhuma outra mulher negra ganhou nessa categoria. Desde que Halle Berry saiu vitoriosa da premiação, Gabourey Sidibe, Viola Davis, Quvenzhané Wallis, Ruth NeggaCynthia ErivoAndra Day foram indicadas como Melhor Atriz, mas nenhuma saindo premiada. Antes de Berry, Dorothy Dandridge, Diana Ross, Cicely Tyson, Diahann CarrollWhoopi GoldbergAngela Bassett foram nomeadas.

    Halle Berry de "coração partido" com falta de reconhecimento para mulheres negras no Oscar

    Em entrevista ao especial da ABC, Soul of a Nation Presents: Screen Queens Rising, Halle Berry conta que esperava que mais artistas negras fossem reconhecidas depois de sua premiação em 2002."Eu me sinto completamente de coração partido por não haver outra mulher ao meu lado em 20 anos", disse Berry, atualmente com 55 anos.

    "Eu pensei, como todo mundo, que aquela noite significava que muitas coisas mudariam, que haveriam outras mulheres. Eu pensei que teria o caminhão do roteiro de volta à minha porta da frente e eu teria a oportunidade de desempenhar qualquer papel que eu quisesse. Isso não aconteceu. Nenhuma outra mulher está lá", conta Halle Berry sobre sua frustração com a falta de mudanças efetivas no Oscar. 

    Não é de hoje que o Oscar enfrenta acusações de falta de diversidade. Em 2016, a hashtag #OscarsSoWhite ('Oscar Tão Branco', em tradução) se tornou tendência depois de todos os atores indicados ao prêmio naquela edição serem brancos – inclusive, nenhum ator negro recebeu indicações em qualquer uma das categorias de atuação pelo segundo ano consecutivo. Em 2020, a Academia anunciou novas regras na categoria de Melhor Filme para melhorar a representatividade nas produções indicadas.

    Halle Berry diz que "é de partir o coração" que ela ainda seja a única negra a ter vencido o Oscar de melhor atriz

    Apesar da frustração de Berry, ela acredita que muitas pessoas negras se inspiraram com sua vitória. "Quando olho em volta e vejo meus irmãos e irmãs trabalhando e prosperando e contando suas próprias histórias do ponto de vista deles. Estou orgulhosa disso e vejo o movimento adiante. E acho que aquela noite inspirou tanto muitas dessas pessoas sonham esses sonhos", ressalta a atriz.

    Na entrevista, Halle Berry ainda demonstrou sua frustração de que nem Viola Davis (por A Voz Suprema do Blues), nem Andra Day (por Estados Unidos Vs Billie Holiday) levaram o prêmio de Melhor Atriz na cerimônia do Oscar de 2021 – Frances McDormand acabou recebendo o prêmio por Nomadland. "Acho que temos que começar a mudar nossa perspectiva, porque está claro que não podemos mudar a forma como os prêmios são distribuídos. Mas em vez de mudar isso, o que podemos mudar? Podemos mudar nossa participação na indústria, o quanto lutamos para contar nossas histórias, os roteiros que escrevemos".

    As indicações para o Oscar 2022 serão anunciadas nesta terça-feira, 07 de fevereiro, e a premiação ocorre em 27 de março. Fique ligado aqui no AdoroCinema para acompanhar a cobertura completa do Oscar!

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top