Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Filme de Johnny Depp tem estreia adiada por tempo indeterminado
    Por Vitória Pratini — 6 de ago. de 2018 às 21:15

    Produtora decidiu retirar City of Lies de cartaz um mês antes da estreia nos Estados Unidos.

    O lançamento do próximo filme de Johnny Depp, City of Lies, foi adiado por tempo indeterminado nos Estados Unidos. O filme, que acompanha o detetive da polícia de Los Angeles responsável por investigar a morte dos famosos rappers Notorious B.I.G. e Tupac Shakur, estava previsto para chegar aos cinemas norte-americanos no início do mês de setembro — no que seria o 46º aniversário de B.I.G., caso estivesse vivo.

    A decisão de retirar a produção da Global Road do calendário de lançamentos vem após uma série de controvérsias envolvendo o ator. Em maio deste ano, Depp foi acusado de agredir um membro da equipe durante filmagens de City of Lies. Então, em julho, o gerente de locações Greg "Rocky" Brooks abriu um processo contra o ator, o diretor Brad Furman e os produtores da Good Films, por danos morais, ambiente de trabalho hostil, retaliação e rescisão injusta.

    De acordo com relatos do incidente, Brooks avisou a Furman que as gravações de uma cena deveriam ser encerradas, pois tinha acabado o limite de tempo para manter uma rua de Los Angeles fechada. O diretor teria obrigado o funcionário a dar a informação a Depp, que estava comandando a cena. O ator, supostamente embriagado, teria ficado irritado e agredido seu rosto. Então, teria tentado socar as costelas dele e gritado "Eu te dou US$ 100 mil para me dar um soco agora!". Na época, Furman se pronunciou publicamente sobre o assunto, insistindo que a situação foi "exagerada" na mídia. Entretanto, Brooks foi demitido do projeto três dias depois, sem justa causa.

    De acordo com o Deadline, a ação judicial descartou, na semana passada, que a produtora Miriam Segal e sua companhia Good Film Productions sejam réus. A decisão de retirar o filme de cartaz não teria sido resultado de um acordo, mas sim de discussões entre os advogados das partes envolvidas no processo.

    Ainda no mês de julho, Depp resolveu um caso de fraude de US$ 25 milhões contra seus ex-gerentes de negócios, um mês antes do início do julgamento que examinaria como a fortuna do ator foi perdida, ou gasta. Recentemente, o ator acusou sua ex-esposa, Amber Heard, de agressão e negou tê-la atacado. A atriz havia acusado seu então marido de violência doméstica, caso que chegou a um acordo.

    Enquanto a Global Road resolveu retirar o filme do ator de cartaz, pelo menos por enquanto, a Warner Bros. segue a todo vapor com Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, spin-off da saga Harry Potter que inclui Depp em um dos papéis principais. No mês passado, o ator apareceu de surpresa no painel do filme na Comic-Con 2018, caracterizado como seu personagem, Grindelwald. Além disso, há rumores de que Piratas do Caribe 6 estaria em produção, possivelmente com Depp no papel principal.

    Dirigido por Brad Furman, City of Lies conta com Forest Whitaker no elenco. A produção ainda não possui nova data de estreia. Já Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald chegará aos cinemas no dia 15 de novembro.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    • Snake Plissken
      Que feio difamar e expressar tal comparação com o sovaco do carteiro.
    • Jc V.
      Mais um que entrou pra lista de otários que finalmente se f#deram em nível cósmico. Depp tá com nome mais sujo que o sovaco do carteiro.Esses caras deviam se unir e fazer um filme todos juntos: Um filme estrelado por Kevin Spacey, Jhonny Depp e Casey Affleck, dirigido pelo James Gunn e produzido Harvey Weinstein. Ia ser sucesso n°1 no presídio.
    Mostrar comentários
    Back to Top