Minha conta
    Oscar 2018: Empresa de auditoria anuncia mudanças para evitar problemas no Prêmio da Academia
    Por Rodrigo Torres — 23 de jan. de 2018 às 18:06

    Tim Ryan divulga as seis regras de protocolo para recuperar o prestígio e a confiança da PwC — arranhados por causa de uma simples entrega de envelope errada.

    O Oscar 2017 foi marcado pela maior gafe da história do Prêmio da Academia, e justo no anúncio da categoria de melhor filme. Warren Beatty e Faye Dunaway abriram o envelope do prêmio de melhor atriz, entregue a Emma Stone, de La La Land - Cantando Estações. No envelope correto, constava outro vencedor: Moonlight: Sob a Luz do Luar. A confusão provocou o banimento dos auditores responsáveis pela confusão, Brian Cullinan e Martha Ruiz. Mas a PricewaterhouseCoopers teve de promover outras mudanças para reforçar sua confiabilidade junto ao Academy Awards e à opinião pública em geral.

    "Uma das coisas mais decepcionantes para mim foi todo o excelente trabalho realizado, não só no ano passado, como nos últimos 83 anos, em torno da precisão e da integridade da confidencialidade desse processo. E erramos na entrega do envelope", lamentou Tim Ryan, presidente e sócio sênior da sede norte-americana da empresa. Nessa condição, ele mesmo decidiu participar ativa e pessoalmente da operação. Em comunicado para a imprensa, ele anunciou outras cinco mudanças de protocolo.

    Obviamente, dois novos auditores ficarão responsáveis pela entrega dos envelopes. São eles: Rick Rosas, que já exerceu a função durante 14 anos; e Kimberly Bourdon, da sede da companhia em Los Angeles. Além deles, posicionados em cada lado do Teatro Dolby, um terceiro funcionário da PwC assistirá à cerimônia da sala de controle dos produtores do Oscar. Sua missão será decorar a lista completa de vencedores e avisar os outros dois auditores caso algo de errado ocorra: "Pense nisso como uma medida de segurança", diz Ryan.

    O Oscar 2018 também contará com um novo procedimento de entrega de envelopes, mais cauteloso. O auditor que passar o envelope e a celebridade responsável por apresentar o prêmio terão de se certificar se a ficha corresponde à categoria certa — motivo da gafe histórica envolvendo La La Land e Moonlight. Além disso, os três auditores que participarão da cerimônia farão ensaios prevendo erros como do ano passado. "Como todos sabemos, demorou muito tempo para reagir ao erro que cometemos", disse Ryan, tratando isso como uma prática formal dos "E se...".

    A sexta e mais importante mudança é um mal moderno, e que já havia sido anunciada: todos os funcionários da PwC presentes na cerimônia — inclusive aqueles responsáveis pela contabilidade e tributação do evento — serão proibidos de usar seus celulares e usar as redes sociais de qualquer outra forma durante o Oscar 2018. "Nosso único foco estará voltado para a cerimônia e em entregar os envelopes corretos", concluiu Ryan.

    A cerimônia do 90º Academy Awards acontece na noite de 4 de março. Confira a lista completa de indicados ao Oscar 2018, liderada pelo filme A Forma da Água, em 13 categorias.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top