Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Avatar: James Cameron desejou escalar o amigo Bill Paxton na sequências
    Por Rodrigo Torres — 22 de dez. de 2017 às 10:20
    facebook Tweet

    O ator faleceu em fevereiro após sofrer um AVC, aos 61 anos.

    Em sua retrospectiva de fim de ano, a Entertainment Weekly realiza entrevistas com pessoas queridas de artistas que perdemos em 2017. No caso de Bill Paxton, os relatos partiram de seu mais ilustre amigo: James Cameron, com quem trabalhou em cinco filmes a partir dos anos 80 — O Exterminador do Futuro, Aliens, O Resgate, True LiesTitanic e o documentário Fantasmas do Abismo. O cineasta lembra que, quando se conheceram, Paxton ainda nem atuava.

    "Era fim de 80 ou 81 e estávamos fazendo um filme, Galáxia do Terror, de Roger Corman. Eu era diretor de arte e ele havia feito um trabalho de decoração de set no Texas", recorda Cameron. Tempos depois, de volta a Los Angeles, ele lhe daria uma participação em Terminator, como o punk que provoca Arnold Schwarzenegger. "Não era o papel mais promissor, mas nos reencontramos um ano depois para Aliens, O Resgate. Ele me impressionou com sua leitura [para o papel] de Hudson."

    Cameron dirige Paxton em Fantasmas do Abismo.

    James Cameron passa por todas as colaborações com o bom amigo, de quem destaca como qualidade as particularidades que conferia aos seus personagens, além de improvisações. Sobre seu maior blockbuster, Avatar, o cineasta diz que, simplesmente, não encontrou um papel adequado para ele. Não no filme original, embora "tivesse amado" trabalhar com ele no recorde histórico de bilheteria.

    "Recentemente, na iminência de mais quatro filmes de Avatar, eu pensava em um bom papel, que se encaixasse em Bill. Então, é claro, ele morreu inesperadamente antes de eu fazer o convite a ele. Isso nos negou a próxima chance de trabalhar juntos. Eu teria amado trabalhar com Bill e eu tenho certeza que ele também", diz Cameron sobre Paxton, cuja saudade resume em uma frase: "Sinto falta de apenas ligar pra ele, conversar e dar umas boas risadas."

    Bill Paxton faleceu em fevereiro, após um AVC decorrente de uma cirurgia cardíaca, aos 61 anos.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top